quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

CONSTÂNCIA RECEBE INTER-ASSOCIAÇÕES "NATAL 2014"

O Pavilhão Municipal de Constância recebe no próximo fim-de-semana o Torneio Inter-associativo "Natal 2014" uma organização da Associação de Patinagem do Ribatejo.


A AP Ribatejo convidou para este evento as suas congéneres de Lisboa, Alentejo e Setúbal  que jogarão todas entre si para apurar o vencedor. Os jogos têm o seu inicio no sábado pelas 15:00 horas estando o ultimo jogo marcado para as 11:15 horas de Domingo dia 21 de Dezembro.

De salientar que a Selecção Ribatejana sob o comando técnico de Luís Miguel Cunha têm efectuado os treinos neste pavilhão num protocolo conjunto com a AP Ribatejo. O SC Tomar é o clube mais representado na convocatória com 6 atletas convocados, GC "Os Corujas", HC Satarém e J. Ouriense são os outros clubes com jogadores convocados:
SC Tomar: José Silva (gr), Miguel Marante, João Silva, Manuel Mesquita, Francisco Rodrigues e Duarte Ferreira
GC "Os Corujas: Vasco Dias (gr) e Pedro Carlota
HC Santarém: Rodrigo Silva, Miguel Henriques e Francisco Catela
J. Ouriense: João Nunes (gr)

GD FABRIL - ACTIVIDADE DE FIM-DE-SEMANA

A secção de hóquei em patins do GD Fabril, informa que neste fim-de-semana decorrerão os seguintes jogos da modalidade
 
 
Em casa
  • Campeonato Regional Sub-17 - 2ª Fase:
Sábado – 20-12-2014 – 15h00 – GD Fabril – GCC “Os Corujas”
  • Encontros/Convívios regionais BENJAMINS APL:
Sábado – 20-12-2014 – 16h00 – GD Fabril – S.C. Tomar
  • Encontros/Convívios Regionais BAMBIS APL:
Domingo – 21-12-2014 – 11h00 – GD Fabril – S. Alenquer e Benfica
  • Sub 13 (Infantis) – Campeonato Regional Sub13
Domingo – 21-12-2014 – 12h00 – GD Fabril – Seixal FC

Fora
  • Sub 13 (Infantis) – Campeonato Regional Sub13
  • Sábado – 20-12-2014 – 15h00 – HCP Portimão – GD Fabril
Venha apoiar o clube!

A escola de Hóquei em Patins “José António Flecha” do GD Fabril, que funciona ao sábado das 10h15 às 11h45, no Pavilhão Vítor Domingos convida todas as crianças a partir dos 3 anos a experimentar esta modalidade. Para mais informações www.hoqueifabril.com ou contacte a secção gdf.hoquei@gmail.com.

NOMEAÇÕES PARA AS EQUIPAS DO RIBATEJO E LEIRIA

Já são conhecidos os árbitros que irão dirigir os jogos das equipas da AP Ribatejo e AP Leiria no Nacional da I, II e III Divisão.


I Divisão - 20 Dezembro 2014
  • AJ Viana vs HC "Os Tigres": Domingos Carvalho (Porto) / Jerónimo Moura (Porto) - Pedro Silva
  • UD Oliveirense vs HC Turquel: Paulo Romão (Lisboa) / João Duarte (Lisboa) - Rui Azevedo (Aveiro)

II Divisão Sul - 20 Dezembro 2014
  • SC Tomar vs SL Benfica: José Pinto (Porto) / Joaquim Pinto (Porto)
  • Marítimo SC vs União FE: Joaquim Lagarto (Alentejo) / Jorge Monginho (Alentejo)
  • UDC Nafarros vs BIR: J. M. Rodrigues (Setúbal) / Cidalino Lamosa (Setúbal)
  • AD Oeiras vs Alcobacense CD: Nicoulau Botelho (P. Delgada) / Fernando Lopes (P. Delgada)
  • GD Sesimbra vs HC Vasco da Gama: Rui Taborda (Ribatejo) / Hélder Pardal (Ribatejo)

III Divisão Centro - 21 Dezembro 2014
  • AC Feira vs ACR Santa Cita: Manuel Oliveira (Aveiro)
  • HC Santarém vs SC Beira-Mar: Teófilo Casimiro (Ribatejo)
  • ACR P. Vouga vs J. Ouriense: Carlos Miguel (Aveiro)
  • ACD Vila Boa do Bispo vs SC Marinhense: Jerónimo Moura (Porto)

António Gameiro e Luís Nunes ficam na "Jarra" este fim-de-semana no que aos jogos dos Nacionais diz respeito.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

J. OURIENSE FEZ TREMER O VASCO DA GAMA

Houve taça no passado sábado em Ourém, onde a equipa anfitriã recebia o nono classificado da II Divisão Sul, o HC Vasco da Gama de Sines.
 
Foto: Carlos Clemente

Mas foi sem qualquer complexo que os miúdos ourienses entraram com uma postura de "combate" e assim, com a bola a circular por todos os elementos foram-se aproximando da baliza adversária obrigando o seu keeper a duas intervenções com algum grau de dificuldade, mas foi à passagem do minuto 22 que Luisinho numa bela jogada inaugurava o marcador, com este golo o Vasco da Gama tentou pegar nas rédeas do jogo, mas pela frente encontrou uma equipa determinada que contrariava os seus intentos, movimentando-se muito bem obrigando a equipa de Sines a cometer algumas faltas para travar o ímpeto ouriense, assim à passagem do minuto 5 Nuno "Bogas" vê o cartão azul, na marcação do livre directo o jogador ouriense não consegue marcar, mas o empate chegaria ao minuto 2:19 através de uma jogada de insistência do Carlitos, resultado ao intervalo, em faltas havia 4-2.

Na segunda parte quem não soubesse, diria que eram duas equipas do mesmo Campeonato tal era a concentração dos miúdos de Ourém, com jogadas das duas equipas, em que o perigo roçava as balizas à vez. Ao minuto 14 mais uma vez Luisinho a fazer a diferença, faz o 1-2, mas quando o JO jogava em power-play, derivado a um CA visto por um jogador de Ourém, o Nuno "Bogas não consegue bater o guardião Tomás, o Vasco da Gama bem tentava mas não conseguiu aproveitar a vantagem numérica, aproveitando o JO ao colocar o Diogo Bernardes em jogo, depois de cumprido o tempo regulamentar, este servido pelo Ivo, faria o empate a dois. A dois minutos do fim Nuno "Bogas" volta a não aproveitar o livre directo LD, chegando ao final do tempo com o empate a dois e o numero de faltas em 8-7.
 
Foto: Carlos Clemente

No prolongamento nenhuma das equipas se encolheu, procurando ambas o golo de ouro, que viria a acontecer ao minuto 2, novamente por Luisinho, num remate fortíssimo de meia distância, mas para podermos compreender a frustração da equipa ouriense neste minuto fatídico, imediatamente antes o JO beneficia de uma LD a castigar a décima falta do Vasco da Gama, que mais uma vez o jogador da casa não consegue concretizar.

Final: J. Ouriense 2  -  HC Vasco da Gama 3 (golo de ouro)

Foi um belo espectáculo de hóquei, com relevo para uma maior maturidade da equipa de Sines, mas tendo como adversário uma equipa que nunca se sentiu inibida, pondo em jogo toda a atitude de combate, saindo de cabeça erguida.

Aos jovens de Ourém pede-se que para os jogos que faltam do Campeonato continuem com esta atitude, porque só assim poderemos evoluir.

Crónica: Manuel F.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

SC TOMAR REGRESSA A NAFARROS

Realizou-se ontem à tarde o sorteio da 3ª eliminatória da Taça de Portugal ainda só com equipas da II e III Divisão e apenas com o SC Tomar como representante Ribatejano.

Foto: TV Hóquei HD

A equipa de Nuno Domingues irá defrontar a UDC Nafarros numa reedição do jogo da 10ª jornada da II Divisão Sul e onde o SC Tomar saiu derrotado por 3-2, com o golo da vitória da equipa da casa a acontecer na marcação de uma grande penalidade apontada em cima do apito final.

O Nafarros venceu na 2ª eliminatória o HC Santarém na Capital Ribatejana por um expressivo 2-15 num jogo onde apadrinhou a estreia da jovem equipa Escalabitana na Taça de Portugal.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

SC TOMAR VENCE NA MADEIRA

O SC Tomar venceu no passado sábado o Marítimo da Madeira em jogo a contar para a 2ª eliminatória da Taça de Portugal.

Luís Silva esteve em grande nesta eliminatória

Foto de arquivo: António Antunes - T.M. Foto

A jogar perante um adversário do escalão inferior a equipa de Manel Domingues "sacou" das suas credenciais e ao intervalo vencia por um confortável 0-3 que deixou de o ser na etapa complementar com a equipa da casa a bater-se de igual para igual com os Leões da Cidade do Nabão e a conseguir chegar ao 2-3. A equipa verde e branca a vencer apenas por um golo e ciente que num lance fortuito o empate poderia chegar, marcou de novo e com 2-4 no placard a eliminatória apesar de ainda não estar decidida encontrava-se encaminhada para que isso se tornasse realidade. A equipa da Pérola do Atlântico sem nunca baixar os braços viria conseguir reduzir novamente já nos instantes finais, tendo o resultado se mantido assim até ao apito final do árbitro da partida.

Final: CS Marítimo 3  -  SC Tomar 4

Os golos do SC Tomar foram apontados por Luís Silva (3) e Ivo Silva.

domingo, 14 de dezembro de 2014

NAFARROS MUITO FORTE PARA UM SANTARÉM DEBUTANTE

A equipa de António Vicente estreou-se ontem na Taça de Portugal recebendo no Municipal de Santarém o Nafarros, equipa do concelho de Sintra a militar na II Divisão Sul e acabou derrotada por números que não deixam duvida da melhor equipa em pista.

Foto: Carlos Emídio Martins - Plurisports

A equipa de Pedro Feliz apresentou-se no Ribatejo na máxima força e apostada em seguir em frente nesta edição da Taça de Portugal e não permitiu qualquer veleidade à jovem equipa Escalabitana que ia tentando contrariar o maior poderio da "Armada" de Nafarros e foi com naturalidade que no final do primeiro tempo a equipa forasteira já vencia por 0-4 depois de um inicio equilibrado que com o decorrer do tempo foi terminando ficando o jogo parcialmente de um só sentido.

Na etapa complementar a equipa de Pedro Feliz entrou apostada em dilatar o marcador e logo nos primeiros minutos marcou por mais quatro vezes elevando o marcador para um expressivo 0-8. Com o passar do tempo as "forças" e a "crença" iam baixando para níveis mínimos na equipa da Capital Ribatejana e os golos foram sucedendo uns atrás dos outros, e apesar de Hugo Morais e João Azevedo terem marcado para a equipa da casa, o resultado final fixou-se em 15-2, o que como foi dito anteriormente não deixa qualquer margem de duvida de quem foi o melhor conjunto nesta eliminatória.

Final: HC Santarém 2  -  UDC Nafarros 15

Nesta que foi a primeira vez que o HC Santarém participou com uma equipa sénior na Taça de Portugal, o resultado acabou por ser pesado para a equipa, no entanto este jogo ficará marcado na história do clube escalabitano. Quanto à equipa de Pedro Feliz, precaveu-se contra a chamada "Festa da Taça" e jogou ao seu nível respeitando o adversário, mas não permitindo veleidades ao mesmo.

TARDE DESPORTIVA

Aos domingos na rádio Torres Novas FM o Cartão Azul tem o seu espaço para falar de hóquei em patins no decorrer do programa Tarde Desportiva conduzido por Paulo Pereira. Hoje foram abordados tema como o regresso às vitórias do HC "Os Tigres" e a Taça de Portugal.


Para ouvir clique aqui.

UNIÃO VOLTA A SER ELIMINADO NO ALENTEJO

Depois de na época passada o União FE ter sido eliminado em Sines frente ao HC Vasco da Gama na altura a militar na III Divisão, esta época a situação repete-se, não em Sines mas em Santiago do Cacém, com o HC Santiago a militar na III Divisão a vencer por 9-4 e a deixar a equipa de Pedro Nobre apeada da edição 2014/2015 da Taça de Portugal.

Foto: Carlos Emídio Martins - Plurisports

A equipa Ribatejana partia como natural favorita à vitória e à passagem à 3ª eliminatória da Taça de Portugal, mas encontrou pela frente uma equipa organizada e decidida a fazer com que a Festa da Taça tivesse no Litoral Alentejano um dos locais de comemoração e entrou bem a aproveitar todas as situações de golo criadas e foi com alguma surpresa, mas muita naturalidade que chegou ao 3-0. Reagiu a equipa da Cidade dos Comboios que conseguiu chegar à igualdade a três bolas, mas antes do apito para o intervalo a equipa do HC Santiago fez o 4-3 resultado que se manteve até ao descanso.

No 2º tempo e apesar do União continuar a ser superior à equipa da casa, criando oportunidades pecando e de que maneira na finalização, o HC Santiago que não se incomodava com o comando do jogo estar no adversário, pois assim ia aproveitando os erros e criando oportunidades que ao invés dos alvi-negros, concretizava e foi assim que o placard se foi colorindo até ao resultado final que assim leva a equipa do HC Santiago para a 3ª eliminatória que será disputada dia 17 de Janeiro de 2015.

Final: HC Santiago 9  -  União FE 4

Vitória da equipa que soube criar oportunidades e concretizá-las e que nunca se incomodou em que o adversário tivesse mais posse de bola, pois aproveitou essa situação para levar a água ao seu moinho. O União órfão de Carlos "Pica" Fonseca que não pode estar presente por motivos académicos e Nuno Nobre por motivos profissionais, deu tudo o que estava ao seu alcance, mas falhou onde não se pode falhar, ou seja na concretização a que se juntou um dia menos conseguida do ultimo reduto.

Num jogo dirigido pelo Setubalense J.M. Rodrigues, Luís Delgado (3), Fábio Jorge (2), Fábio Soares (2), João Rodrigues e Ricardo Matias foram os marcadores da equipa de Santiago do Cacém, ao passo que David "Rosca" Vieira, Rui Alves, Pedro Brazete e Tiago Pereira marcaram pela equipa que viajou desde o Entroncamento.

sábado, 13 de dezembro de 2014

TIGRES EMERGEM DA LINHA D' ÁGUA

O HC "Os Tigres" recebeu esta tarde no Alfredo Bento Calado a AD Sanjoanense e venceram confortavelmente por 8-4 saindo da zona de despromoção para onde havia caído na pretérita jornada.

Foto: António Anacleto

A equipa de Pedro Nifo entrou com o propósito de conquistar os três pontos em disputa num jogo com a equipa que viajou de São João da Madeira e que como se diz na giria "é do mesmo campeonato" e logo à passagem dos cinco minutos Rui Gamboa inaugurou o marcador para os Tigres, mas Chico Barreira no minuto seguinte vincou o propósito da Sanjoanense de pontuar no Ribatejo e com um "calhoada" colocada de longe deixou Xico Veludo "aos papéis" e empatou a partida. Com o jogo a ser disputado em velocidade e com ambas as equipas à procura do golo, a passagem do nono para o décimo minuto revelou-se fatal para a equipa de Vitor Pereira que viu JoHe e Janeka a marcarem e a colocarem o marcador em 3-1. Com muito tempo ainda para se jogar neste primeiro tempo a equipa da Sanjoanense procurou reduzir a desvantagem e ganhou algum ascendente na partida e a cerca de três minutos para o intervalo Daniel Costa marcou o golo que selou o marcador até ao apito para o intervalo.

Intervalo: HC "Os Tigres" 3  -  AD Sanjoanense 2

A etapa complementar inicia-se quase a papel químico da primeira e Gamboa que havia marcado aos cinco minutos dessa primeira parte, marcou aos quatro desta segunda parte e colocou de novo dois golos de diferença no marcador. O jogo prosseguiu com ambos os conjuntos incansáveis na procura do golo e causando jogadas de "frisson" em ambas as balizas e seria de novo os Tigres a marcar com Janeka a bisar à passagem do décimo quinto minuto e a fazer o 5-2. Respondeu de imediato a Sanjoanense com João Oliveira a fazer o 5-3 e a deixar o resultado em aberto para os menos de dez minutos que faltavam jogar. A equipa forasteira continuava apostada em pontuar na Capital da Sopa da Pedro o que obrigava a defesa dos Tigres a jogar "com quatro olhinhos" como se costuma dizer, e assim se chegou aos ultimos cinco minutos que ainda tinham reservados quatro golos, com FIlipe Bernanrdino a aumentar para 6-3 na marcação de uma grande penalidade e logo de seguida foi a vez de Chico Barreira reduzir para 6-4 no livre directo correspondente à 10ª falta dos Tigres. Com o resultado "pendurado" por dois golos de diferença foi a vez de Filipe Bernardino "sacar" da "varinha mágica" leia-se setique e fazer dois golos fantásticos e estabelecer o resultado final em 8-4 que poderia ter sofrido alteração não fosse Xico Barreira e Janeka terem desperdiçados os livres directos que dispuseram antes do apito final de João Duarte e Cidalino Lamosa de Setúbal que tiveram em Hélder Pardal do Ribatejo o seu arbitro auxiliar.

Final: HC "Os Tigres" 8  -  AD Sanjoanense 4 (Faltas: 11 - 15)

Foto: Carlos Emídio Martins - Plurisports

Vitória justa da melhor equipa em pista que soube aproveitar as oportunidades criadas e os erros do adversário, que apesar da derrota deu em certas alturas "água pela barba" aos Tigres e que caso tivessem sido mais assertivos na defesa poderiam ter ambicionado a outro resultado.

HC Tigres (8): Francisco "Xico" Veludo (gr), Rui Gamboa (2), Filipe Bernardino (3), João “Janeka” Silva (2) e André "Kéké" Martins
Suplentes: João Patrício (gr), João "JoFi" Filipe, Alexandre "Alex" Andrade, João “Johe” Vieira (1) e Ivo Saldanha
Treinador: Pedro Nifo

AD Sanjoanense (4): David Nogueira (gr), João Oliveira (1), Tiago Ferraz, Filipe Leal e Francisco "Chico" Barreira (2)
Suplentes: Marco Lopes (gr), Daniel Homem (1), Pedro Cerqueira, Afonso Santos e Alfredo Nogueira
Treinador: Vítor Pereira

Com esta vitória a equipa de Pedro Nifo subiu ao 11º lugar com 8 pontos e na próxima jornada desloca-se até ao Pavilhão de Monserrate para defrontar a AJ Viana. Por seu turno a AD Sanjoanense mantêm a ultima posição com 2 pontos e na próxima jornada recebe no seu pavilhão o Sporting CP.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

NOMEAÇÕES PARA AS EQUIPAS DO RIBATEJO E LEIRIA

Já são conhecidos os árbitros que irão dirigir os jogos das equipas da AP Ribatejo e AP Leiria no Nacional da I Divisão, 2ª eliminatória da Taça de Portugal e Nacional Feminino.


I Divisão - 13 Dezembro 2014
  • HC "Os Tigres" vs AD Sanjoanense: João Duarte (Lisboa) / Cidalino Lamosa (Setúbal) - Hélder Pardal (Ribatejo)
  • HC Turquel vs Candelária SC: Jerónimo Moura (Porto) / Domingos Carvalho (Porto) - Pedro Silva (Porto)
 
Taça de Portugal - Zona Norte - 2ª Eliminatória - 13 Dezembro 2014
  • SC Marinhense vs Escola Livre AZ: Paulo Carvalho (Leiria)

Taça de Portugal - Zona Sul - 2ª Eliminatória - 13/14 Dezembro 2014
  • HC Santiago vs União FE: J.M. Rodrigues (Setúbal)
  • SC Maritimo vs SC Tomar: José Pereira (Porto)
  • J. Ouriense vs HC Vasco da Gama: António Gameiro (Ribatejo)
  • HC Santarém vs UDC Nafarros: Orlando Ramos (Leiria)
  • Alcobacense CD vs AJ Salesiana: Luís Correia (Leiria)
  • CRF Murches vs BIR: João Duarte (Leiria)
  • FC Alverca vs FC Castrense: Teófilo Casimiro (Ribatejo)

II Divisão Norte - 13 Dezembro 2014
  • CD Póvoa vs UD Oliveirense: Teófilo Casimiro (Ribatejo) / Vitor Roxo (Leiria)

Campeonato Nacional Feminino - Zona Sul - 12/14 Dezembro 2014
  • AC Tojal vs HC Turquel: José Nave (Lisboa)
  • HC Turquel vs SL Benfica: Paulo Carvalho (Leiria)

Rui Taborda e Luís Nunes ficam na Jarra este fim-de-semana no que a jogos dos Nacionais e da Taça de Portugal diz respeito.

ORLANDO PEREIRA E UNIÃO ACERTAM SAÍDA

Orlando Pereira já não é jogador do União FE, o guarda-redes e o clube chegaram a acordo e o atleta que chegou no inicio da passada época vindo do Vilafranquense termina assim a ligação ao clube da Cidade Ferroviária.

Foto: Barros Simões

Orlando Pereira alegou motivos pessoais e profissionais para esta decisão, motivos que foram aceites pela Direcção do clube Unionista. Ao Cartão Azul, Mário Serra director para o Hóquei em Patins e questionado se o clube iria recorrer ao mercado de inverno para encontrar um substituto afirmou «não iremos buscar nenhum guarda-redes, vamos por o Miguel Cavalheiro jogador da nossa formação e com idade de juvenil a trabalhar mais com a equipa sénior e juntar-se nas opções do técnico a Ricardo "Káká" Correia e Ricardo Rosa».

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

JANTAR DE NATAL 2014 - SPORTING CLUBE DE TOMAR

Sporting Clube de Tomar, realizou no passado sábado na sua sede, o tradicional jantar de natal, com a participação de todo o universo do clube.

Foto: Paulo Pereira

Com catering do patrocinador do clube Santos e Marçal, destaque para o lançamento do novo equipamento desportivo e vinho do centenário.

Foto: Paulo Pereira

O presidente Ricardo Cardoso, deixou ainda votos de boas festas, e agradecimento especial a todos que estiveram presentes.

Foto: Paulo Pereira

O Sporting de Tomar completa no dia 26 de Fevereiro de 2015 um século de existência. O jantar de aniversário já está anunciado para 28 de Fevereiro, mas outras actividades serão realizadas para festejar o centenário do SC Tomar que é a filial n.º 1 do Sporting Clube de Portugal.

Podem ver mais fotos do evento aqui num trabalho de Paulo Pereira publicado na sua página do Facebook

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

BRUNO AIRES JÁ NÃO É JOGADOR DO ALCOBACENSE

Bruno Aires que no inicio da época trocou a J. Ouriense da III Divisão pelo Alcobacense a militar na II Divisão rescindiu com o clube da Capital da Maçã.
 
Foto: Fernando José Fotografia

O guarda-redes que aos sete anos despertou para a modalidade começando a fazer as primeiras defesas ao serviço do União FE alegou motivos profissionais e pessoais para terminar o vinculo contratual com o Alcobacense, «Posso dizer que foi por motivos pessoais e profissionais,pois não estavam a ser respeitados horários de treinos e estava a prejudicar-me a nível profissional» confidenciou Bruno Aires ao Cartão Azul, prosseguindo quando questionado sobre se iria representar outra formação esta época «possivelmente vou "aproveitar" para arrumar o material»

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

HC SANTARÉM VENCE DERBY RIBATEJANO

O HC Santarém venceu no passado domingo no Municipal de Ourém a J. Ouriense averbando a sua primeira vitória no campeonato.

Foto: Victor Bezerra

Num jogo entre duas equipas que já se tinham defrontado esta época para a Taça APR/Ekis o equilíbrio foi nota predominante com ambos os conjuntos à procura do se colocarem na frente do marcador. E se por um lado a equipa de Francisco Mendes criava boas situações de golo mas falhava na finalização a equipa de António Vicente foi aproveitando os erros adversários para ir marcando e ao intervalo já vencia por 1-3.

No segundo tempo a equipa de Terras de Oureana entrou a pressionar e a tentar virar um resultado que lhe era desfavorável e os jovens pupilos de Francisco Mendes foram cometendo alguns erro que a equipa Escalabitana foi aproveitando para consolidar uma vitória justa perante um adversário que deixou tudo em pista, mas que não foi capaz de "derrubar" o bem organizado conjunto de António Vicente.

Final: J. Ouriense 2  -  HC Santarém 5

Peça equipa da casa Carlitos Clemente e Diogo Bernanrdes apontaram os golos ao passo que pelo HC Santarém Hugo Morais (3), Diogo Moreira e João Azevedo foram os marcadores de serviço.

Com esta vitória o HC Santarém subiu à 10ª posição com 5 pontos (menos um jogo) e na próxima jornada recebe no Municipal da Capital Ribatejana o SC Beira-Mar, por seu lado a J. Ouriense continua na ultima posição apenas com dois pontos e na próxima jornada desloca-se até Pessegueiro do Vouga.

Boa arbitragem do Ribatejano Rui Taborda.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

DA ABA DA SERRA CHEGARAM DIFICULDADES

A ACR Santa Cita que vinha de duas derrotas consecutivas recebeu em casa na tarde de Domingo o FCO Hospital e num jogo que se antevia calmo para a formação Ribatejana, a mesma teve de apelar a toda a concentração para conseguir obter os três pontos em disputa.

Foto: João Flores

Entrou bem a equipa da Aldeia Ribatejana do Hóquei em Patins e a dominar o jogo chegou ao 2-0 com Zig e João Ferreira a marcarem. A vencer por dois golos a equipa de Pedro Almeida deixou aos poucos a equipa de Ricardo Nogueira subir de produção e não foi de estranhar o golo que colocou o marcador separado pela margem mínima, resultado que permaneceu inalterado até ao intervalo.

No 2º tempo entrou mais afoita a equipa da Aba da Serra e antes da passagem do décimo minuto chegou ao empate. O técnico Santacitense mexeu nas suas "peças" e acabou por ver essa mexida ter sucesso e assim sendo Rui Oliveira e Tiago Barreiro colocaram de novo dois golos de diferença no marcador. Quem não estava pelos ajustes era a equipa forasteira que a perder por 4-2, reduziu no minuto seguinte para 4-3 colocando a incerteza a pairar no pavilhão. Foi preciso esperar até aos últimos minutos para os adeptos do Santa Cita respirarem de alivio quando Zé Pedro apontou o 5-3, resultado que se manteve até o Ribatejano Teófilo Casimiro dar por finda a partida.

Final: ACR Santa Cita 5  -  FCO Hospital 3

 
Foto: João Flores

Vitória justa da equipa de Pedro Almeida, valorizada pela entrega e luta dada pela equipa do FCO Hospital, num jogo em que à partida não seriam de prever tantas dificuldades. Com esta vitória o Santa Cita passou a somar 13 pontos menos 9 que o líder Académica de Coimbra e na próxima jornada desloca-se até norte para defrontar o AC Feira 2º classificado com o mesmos pontos que o líder.

ACR Santa Cita (5): Rodrigo Saboga (GR), José Pedro Marques (1), João Ferreira (1), Eliseu "Zig" Raimundo (1) e Tiago Barreiro (1)
Suplentes: Fábio Amendoeira (GR), Rui Oliveira (1), Pedro Vitorino, Rafael Miranda e Pedro Almeida
Treinador: Pedro Almeida

FCO Hospital (3): Rui Fontes (GR), João Jesus, Diogo Pereira, Carlos Vitorino e Gonçalo Barreto (2);
Suplentes: Pedro Correia (GR), Fábio "Fux" Oliveira (1), João Martins, Hugo Melo e David Pontes
Treinador: Ricardo Nogueira

domingo, 7 de dezembro de 2014

TIGRES CAEM PARA A LINHA D'ÁGUA

O HC "Os Tigres" depois da derrota caseira frente à Oliveirense viajou até aos Carvalhos para defrontar a equipa local que se encontrava um ponto abaixo na tabela classificativa apostados em regressar às vitórias, mas acabaram derrotados e a caírem para a zona de despromoção.

Foto de arquivo: Jornal "Almeirinense"

A equipa de Pedro Nifo sabia que uma vitória frente ao CH Carvalhos para além do factor moralizador afastava a sua equipa dos lugares de descida e seria Filipe Bernardino a colocar a equipa Ribatejana na frente do marcador, mas a equipa da casa a jogar perante o seu publico e apostada em sair da desconfortavel situação em que se encontrava chegou ao empate antes do intervalo, resultado esse que se manteve até ao apito de Joaquim e José Pinto do Porto.

A segunda parte foi diferente e para pior para a equipa que da Capital da Sopa da Pedra viajou até Norte e o Carvalhos acabou por conseguir um parcial de 5-0 que colocou o resultado em 6-1, garantindo os três pontos e saindo da zona de despromoção por troca com o HC "Os Tigres".

Final: CH Carvalhos 6  -  HC "Os Tigres" 1

Com esta derrota a equipa de Pedro Nifo desceu uma posição na tabela classificativa ocupando agora o 12º lugar com 5 pontos e na próxima jornada recebe no Alfredo Bento Calado a AD Sanjoanense que ocupa a ultima posição.

sábado, 6 de dezembro de 2014

JOGO EMOTIVO E UM EMPATE QUE SE ACEITA

O União que vinha de uma serie de jogos sem vencer recebeu esta tarde o Albano Mateus a AD Oeiras em jogo a contar para a 12ª jornada da II divisão Sul e o empate 5-5 manteve a equipa de Pedro Nobre sem conhecer o sabor da vitória há cinco jornadas a esta parte.

Foto: Carlos Emidio Martins - Plurisports

Com a equipa de Carlos "Capi" Pires a entrar determinada a sair da Cidade Ferroviária com um resultado positivo que seria certamente a vitoria na ideia do técnico Oeiras, o União foi fechando os caminhos sua baliza e procurando a sua sorte em jogadas organizadas e em seticadas de fora da área e seria numa dessas seticadas que os alvi-negros se adiantariam no marcador com Rui Alves da zona de meio-campo a fazer o 1-0. A equipa da Linha continuou a manter-se por cima da partia, sendo mais acutilante e a criar mais oportunidades de golo e resultado disso mesmo Tiago Gouveia numa jogada de insistência empata a contenda estavam decorridos cerca de 15 minutos de jogo. O golo do Oeiras despertou a equipa Unionista que a cerca de três minutos do final e através do regressado Pedro Brazete (após ausência por lesão) se coloca de novo na frente do marcador, resultado que se manteve até ao intervalo.

Intervalo: União FE 2  -  AD Oeiras 1  (Faltas: 6 - 5)
 
A etapa complementar traz de novo um Oeiras apostado em decidir o jogo a seu favor, frente a um União sereno a defender bem e  a aproveitar as oportunidades e a os erros adversários, mas seria a equipa forasteira a chegar ao empate através de um "golo de bandeira" de Diogo Alves estavam decorridos cerca de sete minutos de jogo. Reagiu de imediato a equipa de Pedro Nobre que volvidos três minutos chega de novo à liderança com Pica a emendar à boca da baliza um passe açucarado de David Vieira. No minuto seguinte é de novo Pica que tem no setique a hipotese de aumentar, mas desperdiça uma grande penalidade, mas redime-se dois muitos volvidos numa seticada colocada de fora da área faz o 4-2. Com o Oeiras a correr atrás do prejuízo André Garção desperdiça o livre directo correspondente à 10ª falta Unionista, mas Tiago Gouveia trinta segundos depois e numa seticada de fora da área reduz para 4-3. Com menos de 10 minutos para se jogar Pica tem de novo a hipótese de dilatar o marcador, mas não consegue concretizar o livre directo da 10ª falta do Oeiras. Com o jogo preso por um golo de diferença seria Paulo Rosa a empatar a partida a seis minutos do final. Com o jogo divido em oportunidades numa e noutra baliza seria de novo o União achegar à vantagem através de Pica faltavam quatro minutos para o final. Foi preciso apenas esperar cerca de trinta segundo para o empate regressar de novo ao placard e através de um golo de Paulo Rosa. Até ao apito final da dupla Portuense varias oportunidades de golo para ambos os conjuntos mas o resultado teimou em não se alterar.

Final: União FE 5  -  AD Oeiras 5  (Faltas: 11 - 13)
 
Num jogo "rasgadinho" e jogado em velocidade e onde o Oeiras teve mais posse de bola pode dizer-se que o resultado se ajusta, apesar da equipa de Pedro Nobre ter estado sempre na frente do marcador frente a uma equipa que nunca desistiu de pontuar no Entroncamento.

A dupla de arbitragem que viajou do Porto e constituída por Sofia Ferreira e Sílvia Coelho tiveram uma actuação positiva, muito mas muito superior às ultimas que temos visto no Albano Mateus, nomeadamente às que Leiria aqui ali viajam ou dirigem jogos Unionistas noutras paragens, tendo no entanto um lance que ficou na retina e resulta no quarto golo do Oeiras, num lance em que existem duas faltas consecutivas sobre David Vieira e que Sílvia Coelho perto da jogada mandou seguir.

União FE (5): Ricardo "Káká" Correia (gr), Rui Alves (1), Bruno Pereira, David "Rosca" Vieira, João "Mendx" Mendes
Suplentes: Orlando Pereira (gr), Carlos "Pica" Fonseca (3), Pedro Brazete (1), Tiago Pereira e Eduardo Fernandes
Treinador: Pedro Nobre

AD Oeiras (5): Hugo Silva, Tiago Gouveia (2), Tiago Nogueira, André Garção, Diogo Alves (1)
Suplentes: João Santos (gr), Paulo Rosa (2), Ivan Mariani, Paulo Tembo e Rogério Silva
Treinador: Carlos "Capi" Pires

Com este empate o União manteve a 10ª posição com 13 pontos e na próxima jornada desloca-se até à freguesia de São Pedro Na Calheta, Ilha de São Miguel nos Açores para defrontar o lanterna vermelha Marítimo SC. A AD Oeiras continua na 8ª posição com 16 pontos e na próxima jornada recebe o Alcobacense.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

NOMEAÇÕES PARA AS EQUIPAS DO RIBATEJO E LEIRIA

Já são conhecidos os árbitros que irão dirigir os jogos das equipas da AP Ribatejo e AP Leiria no Nacional da I, II, III Divisão e Nacional Feminino.


I Divisão - 06 Dezembro 2014
  • CH Carvalhos vs HC "Os Tigres": Joaquim Pinto (Porto) / José Pinto (Porto) - Cátia Gomes (Porto)
  • CD Paço de Arcos vs HC Turquel: Ricardo Leão (Lisboa) / Jaime Vieira (Alentejo) - Nuno Sousa (Lisboa)

II Divisão Sul - 06 Dezembro 2014
  • União FE vs AD Oeiras: Sofia Ferreira (Porto) / Sílvia Coelho (Porto)
  • A Alcobacense CD vs HCP Grândola: Luís Correia (Leira) / Armando Henriques (Leiria)
  • BIR vs AJ Salesiana: J. M. Rodrigues (Setúbal) / João César (Setúbal)

II Divisão Norte - 06 Dezembro 2014
  • HA Cambra vs Escola Livre: Hélder Pardal (Ribatejo) / Rui Taborda (Ribatejo)

III Divisão Centro - 07 Dezembro 2014
  • ACR Santa Cita vs FCO Hospital: Teófilo Casimiro (Ribatejo)
  • J. Ouriense vs HC Santarém: Rui Taborda (Ribatejo)
  • HC Paço do Rei vs SC Marinhense: Orlando Panza (Porto)

Campeonato Nacional Feminino - Zona Sul - 06 Dezembro 2014
  • Roller Lagos vs HC Turquel: Jorge Pereira (Alentejo)

António Gameiro e Luís Nunes ficaram na Jarra este fim-de-semana no que a jogos do Nacional diz respeito.

COMUNICADO DO CACO - CLUBE ATLÉTICO DE CAMPO DE OURIQUE

A pedido do CACO (Clube Atlético de Campo) publicamos o comunicado recebido na nossa redacção.


quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

NUNO FERRÃO É O NOVO SELECCIONADOR DE SUB-17

A FPP já encontrou o substituto para Luís "Tikinho" Moreira que abandonou o cargo de seleccionador nacional de sub-17 após o Europeu disputado em Gujan-Mestras, França e onde a equipa Lusa terminou na 3ª posição.

Foto de arquivo: SLB_Hóquei

O escolhido é Nuno Ferrão actualmente na FPP e braço direito de Luís Sénica, com quem também trabalhou no SL Benfica.

A direcção da FPP decidiu assim optar por alguém dos seus quadros e alguém com experiência a trabalhar com jovens e que terá como preparador fisico Filipe Faria. A informação foi divulgada hoje no Comunicado Semanal.

TREINOS DE INICIAÇÃO EM SANTA CITA

A ACR Santa Cita está apostada na formação de jovens que queiram fazer do hóquei em patins a sua modalidade de eleição.


Quarta-feira das 18:00 às 19:30 horas e Sábados das 10:00 às 11:30 horas o Pavilhão está aberto aos jovens de ambos os sexos entre os 4 e os 8 anos que queiram experimentar o prazer de patinar. O clube da Aldeia Ribatejana do Hóquei em Patins empresta os patins e ainda oferece a primeira mensalidade a todos os que queiram continuar a fazer do Hóquei ou da Patinagem o seu desporto preferido.

OLIVEIRA DO HOSPITAL HÓQUEI AVENTURA

"Vem participar no “Oliveira do Hospital Hóquei Aventura”, vais ter a melhor experiência possível de um centro de treinos de Hóquei em Patins.


O “Oliveira do Hospital Hóquei Aventura” é um programa de desenvolvimento de habilidades de hóquei em patins que será diferente de qualquer outro em que já participaste. Vamos fornecer-te as ferramentas necessárias para te ajudar a ser um melhor jogador de hóquei em patins, compreenderes as componentes necessárias que te permitam ser seguro, e construir uma mente e um corpo forte.

A nossa equipa altamente qualificada, vai ajudar-te a elevar as tuas capacidades motoras, cognitivas e socio-afetivas, aumentando o teu rendimento em jogo. Nunca esquecendo que o hóquei em patins é uma modalidade desportiva coletiva, também sabemos que quanto mais forte for o elo mais fraco da equipa mais forte será o grupo. Partindo desta premissa, pretendemos individualizar o treino e melhorar as limitações de cada jogador através do treino especializado.

Este programa é direcionado para ambos os géneros (masculino e feminino) dos 11 aos 16 anos de idade. Os participantes serão divididos em 3 grupos de aprendizagem: Guarda-redes, Defesas e Avançados.

Os nossos programas de treino são de 5 dias, o primeiro centro de treino decorrerá entre o dia 17 de dezembro a dia 21 de dezembro de 2014, no Pavilhão Municipal de Oliveira do Hospital e será liderado por uma equipa multidisciplinar do Futebol Clube de Oliveira do Hospital. Desta equipa fazem parte um professor de educação física, dois treinadores de hóquei em patins – nível III, dois instrutores, uma fisioterapeuta e um enfermeiro.

Iremos proporcionar o desenvolvimento de habilidades motoras, tais como passe e receção, remate, recuperação da bola, manuseamento do setique, condução de bola, técnica individual de patinagem, enquadramento entre a baliza e a bola, recuperação à recarga ofensiva e flexibilidade. Todas estas componentes técnicas vão ter como base o valor da técnica o mais eficaz possível, coordenada por três elementos fundamentais, equilíbrio, movimento e força. Todos os planos de treinos incluem uma competição de habilidades, uma situação jogo formal e uma refeição pós-treino."

Segue também o link de Facebook do evento:
 

HC SANTARÉM LUTOU, LUTOU MAS NÃO CHEGOU

O HC Santarém recebeu a ACR Pessegueiro do Vouga em jogo a contar para a 8ª jornada do Nacional da III Divisão Centro e apesar da boa réplica dada até meio da 2ª parte acabou por ceder e somou mais uma derrota.

Foto: Vitor Bezerra

Com Teófilo Casimiro do Ribatejo como arbitro da partida, a mesma começou equilibrada e assim se manteve, com as equipas encaixadas apesar da maior experiência da equipa da região do Vouga e seria essa mesma equipa a chegar à vantagem à passagem do décimo minuto de jogo. Até ao apito para o intervalo o resultado não viria a sofrer modificações.

Na etapa complementar a equipa de António Vicente continuar à procura do golo do empate e a lutar de igual para igual com o adversário, que viria a aumentar para 0-2 na sequência de um livre directo a punir a 10ª falta de equipa Escalabitana estavam decorridos 12 minutos. A partir daqui a jovem equipa do HC Santarém desconcentrou-se e veio "à tona" a maior "rodagem" do Pessegueiro do Vouga que até à entrada dos últimos cinco minutos marcou por mais três vezes colorindo o placard com 0-5. Com o jogo ganho a equipa forasteira geriu o tempo em falta, mas a equipa da casa apostada em reduzir um resultado que se exprimia em números exagerados acabou por marcar por duas vezes através de Hugo Morais.

Final: HC Santarém 2  -  ACR Pessegueiro do Vouga 5

Vitória da equipa mais experiente que soube aproveitar a desconcentração da jovem equipa adversária para "matar" o jogo, jogo esse que também fica ligado ao numero de faltas de equipa senão vejamos quando foi assinalada a 10ª falta de equipa ao HC Santarém decorridos que estavam 37 minutos de jogo a equipa do Pessegueiro do Vouga ainda não tinha faltas de equipa assinalada e no final o score ficou em 12 para a equipa da casa 2 para os forasteiros.

Com esta derrota o HC Santarém caiu uma posição na tabela classificativa, é agora o 11º classificado com 2 pontos. Na próxima jornada derbie Ribatejano com a equipa de António Vicente a visitar em Ourém a de Francisco Mendes que ocupa a ultima posição igualmente com 2 pontos.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

VILA MORENA FOI MADRASTA PARA O UNIÃO

O União FE depois do empate caseiro frente ao Alcobacense deslocou-se até terras de Zeca Afonso para defrontar o HCP Grândola e acabou derrotado por 7-2, num jogo onde a cinco minutos do final o resultado estava preso por um golo.

Foto de arquivo: Carlos Emidio Martins - Plurisports

A equipa de Pedro Nobre sabia da qualidade do adversário que desde a primeira jornada têm andado pelo topo da tabela classificativa e entrou bem no jogo, disposta a sair de Grândola com um bom resultado e adiantou-se no marcador através de Mendx. Reagiu a equipa de Nélson Mateus que até ao intervalo conseguir dar a cambalhota no marcador saindo para o descanso a vencer por 2-1.

Na etapa complementar o jogo manteve equilibrado com oportunidades para ambos os conjuntos e seria a equipa da casa a chegar ao 3-1 a cerca de seis minutos do final por intermédio de João Pereira. A equipa da Cidade Ferroviária não virou a cara ao jogo e João Mendx bisou e coloca de novo o resultado na margem mínima. Sem nada a perder e utilizando a velha máxima "perdido por um perdido por mil" a equipa de Pedro Nobre foi em busca do empate criando alguns desequilíbrios na sua defesa, muito bem aproveitados pela equipa Alentejana que em cinco minutos marcou por mais quatro vezes fixando o resultado final em 7-2 e conquistando os três pontos, numa vitória justa mas por números exagerados.

Final: HCP Grândola 7  -  União FE 2

Com esta derrota a equipa do União manteve a 10ª posição com 12 pontos e na próxima jornada recebe em casa a AD Oeiras actual 8º classificado com 15 pontos. Por sua vez a equipa do Grândola subiu um ligar na tabela classificativa ocupando agora a 5ª posição com 21 pontos e na próxima jornada viaja até à Capital da Maçã para defrontar o Alcobacense actual 13º classificado com 8 pontos.

INFANTIS E INICIADOS DO HC SANTARÉM COM SORTES DIFERENTES

Os Infantis (Sub-13) e os Iniciados (Sub-15) do HC Santarém iniciaram no passado fim-de-semana a participação na 2ª fase do Regional englobados na série H e G respectivamente, séries essas que reservam lugares de acesso ao Nacional.

Foto: Victor Bezerra

Em Sub-13 iniciaram a participação em Cascais frente ao Dramático e acabaram por sair derrotados por 5-3, num jogo onde os jovens Ribatejanos pecaram e de que maneira na finalização, perante uma equipa que a jogar com o apoio do seu publico foi quase eficaz a 100 por cento nas oportunidades que criou. Com esta derrota a equipa Ribatejana ocupa a ultima posição numa série que deverá apurar 4 equipas para o nacional, que se juntarão às seis da série G, série que disputa quem será o campeão regional 2014/2015.

Os Sub-15 igualmente a jogar fora, mais propriamente na Memória frente ao CRC "Os Águias" venceram por 3-5 assumindo assim a liderança da série a par da AD Oeiras, série constituída por cinco equipas e que em principio deve apurar 4 equipas para o nacional, que se irão juntar às cinco que disputam a série F de apuramento do campeão Regional.

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

SC TOMAR ENTRA EM GRANDE NA 2ª FASE

As equipas de Infantis (Sub-13), Iniciados (Sub-15) e Juvenis (Sub-17) do SC Tomar entraram em grande na 2ª fase do Regional e conquistaram os três pontos em disputa partindo no topo da tabela rumo à conquista do titulo.

Foto de arquivo: António Antunes - T.M. Foto

Em Sub-13 a equipa Leonina deslocou-se até à região Oeste e em Torres Vedras venceu a AE Física D por 3-7 resultado deixa os jovens Leoninos em primeiro lugar a par de SL Benfica, e HC Turquel.

Em Sub-15 a equipa verde e branca da Princesa do Nabão recebeu o "vizinho" HC Turquel e a jogar perante o seu publico não deixou os créditos por mãos alheias e brindou o adversário com uma vitória por 6-2 que não deixou margem para duvidas sobre qual foi a melhor equipa em pista. SC Tomar e SL Benfica lideram esta série F que ditará qual o campeão regional.

Nos Sub-17 o SC Tomar registou a vitória menos expressiva apenas um golo de diferença (4-5) na viagem até à Vila Presépio para defrontar o S Alenquer B, mas que no entanto chegou para conquistar os primeiros três pontos e assumir a liderança a par do Sporting CP e SL Benfica.

Por fim os Sub-20 afastados do nacional da categoria e igualmente a jogar em Alenquer conquistaram o primeiro ponto ao empatarem 4-4. Recorde-se que neste escalão a equipa Nabantina está colocada na série H que apura do 13º ao 17º lugar.

JUVENIS (SUB-17) DO SANTA CITA EM GRANDE RUMO AO NACIONAL

A equipa de juvenis da ACR Santa Cita entrou com o patim direito na 2ª fase vencendo a AD Oeiras e dandoo primeiro passo rumo ao Nacional da categoria.

Foto de arquivo: António Antunes - T.M. Foto

Depois de ter terminado a 1ª fase na 2ª posição na Série A em igualdade pontual com o Alcobacense CD mas beneficiando do confronto directo a equipa de Luís Miguel Cunha iniciou no passado fim-de-semana a 2ª fase onde irá disputar os lugares do 7º ao 12º classificado do Regional que junta as Associações do Ribatejo, Leiria, Lisboa, Setúbal, Alentejo e Algarve e onde "militam" o CD Paço de Arcos, HC Sintra e AD Oeiras, Alcobacense CD e CN Setubalense e que irão apurar cinco dos seis participantes para a presença no Nacional da Categoria.

Ainda sem os numeros oficiais fornecidos pela FPP das equipas a apurar por Associação, ou Campeonato Regional tudo aponta que neste caso e devido ao facto de terem participado 30 equipas na 1ª fase e com um coeficiente de 10,909 se venham a apurar 11 equipas, ou seja as seis que disputam o apuramento de campeão regional e cinco da série da ACR Santa Cita.

Nesta primeira jornada a equipa da Aldeia Ribatejana do Hóquei em Patins venceu a AD Oeiras por 3-1 e assim sendo segue em primeiro lugar a par do CD Paço de Arcos ambas com 3 pontos.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

SANTA CITA "ENCALHA" NOS AÇORES

Depois da derrota caseira frente ao SC Marinhense a ACR Santa Cita deslocou-se no passado domingo até à Ilha de São Miguel nos Açores para defrontar o HC PDL e voltou a somar nova derrota.

Foto retirada da transmissão da RTPA

O Pavilhão Sidónio Serpa recebeu este jogo correspondente à 8ª jornada que foi dirigido por Fernando Lopes do CRAHP de Ponta Delgada e a equipa de Herberto Resendes entrou melhor e antes de volvidos os primeiros cinco minutos adiantou-se no marcador através de Cláudio Figueiredo que não desperdiçou a grande penalidade. Reagiu a equipa de Pedro Almeida e Zig e Tiago Barreiros no espaço de 4 minutos dão a cambalhota no marcador, colocando a equipa Ribatejana a vencer por 1-2. Com cerca de seis minutos para se jogar a equipa da casa carregou e viria a chegar ao empate através de Sandro Melo.

Intervalo: HC PDL 2  -  ACR Santa Cita 2

No 2º tempo a equipa de Ponta Delgada entrou melhor e de novo Sandro Melo a colocar a sua equipa na frente do marcador. Sem conseguir contrariar a melhor "performance" da equipa de São Miguel o Santa Cita viu o adversário marcar por mais duas vezes através de Fábio Larsen na sequência de dois livres directos correspondentes à 10ª e 15ª falta de equipa. A vencer por 5-2 a equipa do HC PDL só precisou de mais um minuto para fazer o 6-3 desta feita por Sandro Melo. A equipa do Santa Cita reduziu nos minutos finais através de João Ferreira na conversão de uma gande penalidade.

Final: HC PDL 6  -  ACR Santa Cita 3

Com esta derrota em terras Açorianas o Santa Cita manteve a 7ª posição com 10 pontos, menos onze que o líder CA Feira. Na próxima jornada a equipa de Pedro Almeida recebe o FCO Hospital que ocupa a 10ª posição com 5 pontos. O HC PDL manteve a 6ª posição e soma agora 13 pontos e na 9ª jornada desloca-se até Coimbra para defrontar a Académica que ocupa a 2ª posição com 19 pontos.

Pode ver o resumo do joga aqui (a partir do minuto 19.30) num trabalho da RTP Açores

domingo, 30 de novembro de 2014

BIR APADRINHOU REGRESSO DO SC TOMAR ÀS VITÓRIAS

Depois de duas derrotas consecutivas, a ultima das quais "sacada da cartola" a um segundo do final do jogo em Nafarros, o SC Tomar regressou às vitórias perante o BIR uns furos abaixo do seu real valor e comandando por um velho conhecido, Gonçalo Santos que acabou por ser expulso no seu regresso ao Jácome Ratton.

Foto: João Flores

A equipa de Nuno Domingues sem margem para erro depois das derrotas nas ultimas duas jornadas recebeu em casa o BIR, uma equipa sempre incomoda e recheada de bons jogadores alguns dos quais ainda há pouco tempo ostentavam o emblema Leonino ao peite, como é o caso de Gonçalo Santos e Dário Santo e encarou o jogo como se de uma final se tratasse e ao intervalo apesar de não apresentar o hóquei que já nos habituou vencia por 2-0.

No 2º tempo a equipa verde e branca continuou a dominar e a ser a melhor em pista e foi sem surpresa que chegou aos 5-0- A equipa de Valado dos Frades reagiu através de Dário Santo que reduziu para 5-1 resultado que não se viria a alterar e carimbava o regresso do SC Tomar às vitórias e à luta pelos lugares cimeiros da tabela classificativa. Os golos do SC Tomar foram apontados por Hernani Diniz (2), Filipe Almeida, Ivo Silva e David Costa.

Final: SC Tomar 5  -  BIR 1

Foto: António Antunes - T.M. Foto

Vitória justa da equipa de Nuno Domingues perante um BIR que teima em apresentar em rinque todo o seu valor e se vai afundando na tabela classificativa ocupando agora 14ª posição com 6 pontos ao passo que o SC Tomar subiu uma posição é agora 3º classificado com 21 pontos menos 4 que o lider AE Fisca D e com mais um jogo.

A dupla de arbitragem que viajou desde a Invicta Cidade do Porto composta por Porfírio Fernandes e Manuel Fernandes acabou por realizar uma boa prestação e se na expulsão do treinador jogador do BIR João Sousa a decisão acabou por ser correcta, no caso da expulsão de Gonçalo Santos a mesma pecou por exagerada.