quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007

J. OURIENSE ENCERRA 1ª VOLTA A PERDER

Chegou ao fim a 1ª volta do Campeonato Nacional da 1ª divisão, e a Juventude Ouriense soma 5 pontos fruto de uma vitória e dois empates. Hoje na recepção ao hexa campeão FC Porto a equipa de Jorge Godinho foi derrotada por 7-5. Na próxima jornada a equipa de Ourém recebe no Pavilhão Municipal do Pinheiro a AD Valongo num jogo com início marcado para as 1800 horas de dia 08 de Dezembro, com arbitragem da dupla constituída por Jorge Lucas (Madeira) e Paulo Baião (Lisboa). Para terminar ficam os números da Juventude Ouriense nesta 1ª volta:
13 Jogos - 1 Vitória - 2 Empates - 10 Derrotas - 26 GM - 49 GS - 5 Pts

6 comentários:

Anónimo disse...

apesar de poucos pontos, o que é verdade é que OK praticado não corresponde aos pontos amealhados,hoje contra a 2ª melhor equipa do mundo ,disputou o jogo até ao fim taco a taco e não fosse a influencia de alguns jogadores e do próprio FCP, a juntar a alguns erros técnicos dos árbitros e teria hoje o FCP perdido os primeiros pontos do Campeonato,não quero de forma alguma contestar a vitória e a qualidade do FCP, mas isto´há jogos assim e que o Porto Tremeu é uma verdade incontestável.
JO4ever

Anónimo disse...

Se...se...se o resto já todos sabem.
A realidade impôe-se a qualquer consideração. E a realidade é muito dura, cruel dizem outros.
Num confronto de equipas há muitos factores a ter em conta, entre outros:
-A QUALIDADE DOS TREINADORES: ( (não se integra aqui os treinadores que treinam grandes equipas, porque aí a especulação é mais que muita).Trabalho semanal,qualidade do treino conhecimento a fundo do adversário, as substituições, o time-out.
A QUALIDADE DOS JOGADORES:
A qualidade técnica, a qualidade táctica, a disciplina, a atitude, a leitura do jogo, a solidariedade, o conhecimento dos conceitos de jogo e de equipa.
A ESTRATÉGIA : Diz-se que os treinadores ganham mais vezes os que utilizam diferentes e adequadas estratégias para cada jogo.
A TÁCTICA : filsofia de jogo,como é conhecida determinada equipa.
O PISO a ELUMINAÇÃO o PÚBLICO: Pode condicionar a actuação dos jogadores e o rendimento diferenciado de quando jogam em "casa" e "fora" fala-se em capacidade ou estrutura psicológica do jogador.
Os ÁRBITROS : São mais as "vozes" do "que as "nozes" i.e., são "culpados" quando têm culpa e quando não a têm, diriamos que os incompetentes têm sempre uma boa desculpa,"os árbitros".
A SORTE : dá muito trabalho, procura-se, pois ela não cai do céu, e sobtretudo protege os audazes.

Somando os pontos positivos disto tudo temos equipas ganhadoras e que jogam para os primeiros oito lugares e as outras que se afundam na tabela.

Cumprimentos

superdargão disse...

o Porto já este ano perdeu pontos, e tenho duvidas se a JO conseguisse tirar mais. O Porto concerteza jogou o que bastou.

Anónimo disse...

A realidade é que há várias realidades e a do JO é a do clube ,penso eu ,humilde mas honesto e todo o discurso dos numeros é para ser lido de diferentes maneiras porque 1000€ no FCP têm valor diferente de 1000€ no JO ,e a JO tem os jogadores e equipa técnica que pode e é claro para, quem percebe um bocadinho disto, que quando se pensa quais as equipas candidatas a descer a JO é logo a 1ª hipótese ,mas já o ano passado tambem era assim e... não foi!
JO4ever

Anónimo disse...

Foi um grande jogo de hoquei, o melhor que vi esta época em Ourém, juntamente com a Oliveirense outro grande jogo. Se calhar melhores jogos que com o Cambra.

Força, a jogar assim vão conseguir os vossos objectivos, ficando na primeira prestigiando o clube e a região.

Anónimo disse...

Aí vêm eles a correr para a 2ª