sábado, 9 de Agosto de 2008

ASSEMBLEIA GERAL FPP - 09/08/08

- Artigo 58º /Juniores, Juvenis, Iniciados e Infantis
- CARTÕES AZUIS

Juniores e Juvenis: entram no Nacional, em 2008-2009, os já apurados da época 2007-2008 (igual ao que estava)

Iniciados e Infantis: apurados para o Nacional, da Distrital 2008-2009, vigorando já a nova redacção do Artigo 58º

Na época 2009-2010
Entra já em vigor a totalidade do Artigo 58º, de onde se conclui que os Juniores e Juvenis, campeões Distritais na época 2008-2009, não terão acesso directo ao Nacional 2009-2010

Início dos Nacionais:
- Juniores: 14 de Dezembro 08
- Juvenis: 13 de Dezembro 08
- Iniciados: 18 de Janeiro 09
- Infantis: 17 de Janeiro 09

CARTÕES AZUIS

Com começo na época 2008-2009, só o jogador que tiver 3 (três) cartões azuis D I R E C T O S, é que será penalizado com 1 (um) jogo de suspensão.

Fonte:

33 comentários:

Anónimo disse...

Este ano os Juvenis e os Juniores vão andar a jogar para aquecer.
Vão mas é trabalhar

curioso disse...

então agora expliquem-me lá ou cá o que é que o hóquei juvenil vai ganhar com isto e depois expliquem-me também o que é que a associação do Ribatejo ou outra qualquer vai beneficiar com isto.

Cajé disse...

Não deixa de ser uma boa notícia para o Santarém e Sp.Tomar que tão justamente venceram os campeonatos 2007/2008.
Mas se os campeões juvenis/juniores 2008/2009 não são apurados para apróxima época algo vai mal,e não se pode compreender. Evidentemente que teria que haver uma fase de transição.
Em 2009/2010 os campeões distritais de cada uma da asociação que representa merece e tem que estar no nacional, nem que para isso tenham que fazer mais grupos, prova a eliminar, mais equipas por grupo, etc.Os grandes iluminados que decidam.
Agora deixar andar centenas de jogadores desmotivados e sem qualquer objectivo, não! E a tão falada falta de competitividade entre equipas de umas associações e de outras agora não se coloca.E os gastos que as equipas vão ter...muitas acabarão por desistir, Vejamos o exemplo do Ribatejo: Gualdim Pais,UFE e Sp Tomar. 4 jogos e acaba o campeonato...
E depois não querem que a Espanha continue a ganhar tudo.
Esta assembleia a ser feita teria que ter sido a meio da época.
Cajé (uma mera opinião)

Anónimo disse...

QUEREM ACABAR COM O HÓQUEI E ACHO QUE ESTÃONO BOM CAMINHO

Anónimo disse...

Não vão desistir caro Cajé. Já a prever isto várias colectividades subiram os seus jogadores a Seniores e não vão ter juniores.
Vamos mas é la a inscrever as equipas depressa que os senhores da Federação querem ir passear para a Alemanha e para o Japão. Isso é que lhes interessa.

Anónimo disse...

SCP e CDPA no seu melhor...que grande vergonha... pena ver grandes clubes a irem por caminhos tão baixos...

Cusco disse...

Afinal o que é que o SCP e o PA fizeram assim de tão grave?
Alguém pode explicar?

Anónimo disse...

Por estas e por outras é que a modalidade vai morrendo. Quando se esperava que ía sair da assembleia algo de produtivo para o hóquei, surge uma transição que beneficia só algumas equipas. Parece-me que os campeonatos distritais de juniores e juvenis é para acabar. Parece-me que as pessoas que andam no hóquei não sabem que nas idades de juvenis e juniores é quando existem maior número de desistências devido a vários factores, pois agora acrescente-se mais este. Obrigado

Anónimo disse...

Desceram do nacional para o distrital em Juvenis....
Mas não se esqueçam que pelo menos ficou Gualdim e Tomar....:)
Mas existe ainda a possibilidade de uma delas ficar ainda porque está a decorrer um processo disciplinar na FPP por causa de uma equipa de Juvenis que estava no nacional que existiram "porrada" nas bancadas e normalmente são penalizadas como foi o caso do marinhense e do Oeiras que foram penalizadas por "porrada" entre pais e claques na bancada. A ver vamos quem fica ainda se PA, SCP, TURQUEL, GUALDIM OU PAREDE....

Anónimo disse...

Os clubes deviam unir-se e não entrar em juvenis e juniores enquanto não esta vergonha não fosse alterada.
Ou então sugiro que a FPP deixe os clubes inscrever estes escalões gratuitamente, já que vão jogar para o Convívio tal como os bambis e os benjamins

Anónimo disse...

Antes de mais, deveriamos analisar se é ou não benéfico para a modalidade a alteração dos quadros competitivos nacionais de juvenis e juniores.
Na minha opinião é. O facto de haver um ano de transição, poderá eventualmente ser discutivel, mas uma coisa é certa; o Hóquei vai sair beneficiado com esta alteração. O facto de as equipas que disputarem na próxima época os campeonatos distritais/regionais de juvenis e juniores, trabalharem para aquecer, é uma realidade. Mas agora pergunto eu; é ou não é frustante um atleta vencer um campeonato distrital e na época seguinte, porque subiu de escalão, não tirar nenhum beneficio da ida da equipa ao nacional? Mas não foi percisamente por isso que houve esta alteração ao quadro competitivo?
Embora não seja a melhor opção este ano de transição, não sejamos tão péssimistas. Por qualquer alteração que houvesse, alguem iria beneficiar e outros tantos sairiam prejudicados. E só para finalizar, por muitos defeitos que se encontrem nesta posição da FPP, sempre é melhor esta alteração, à não alteração do quadro competitivo dos escalões em causa.

Carlos Emidio Martins

Anónimo disse...

OUTRA SOLUÇÃO SERIA CONVIDAR EQUIPAS DE JUNIORES COMPETITIVAS E IREM PARA A III DIVISÃO MAS SEM CUSTOS.

Anónimo disse...

Em resposta. Não há transição nenhuma, o que vai haver é equipas competitivas novamente nos distrtais de juniores e juvenis que não terão hipóstese de ir ao Nacional. O Quadro competitivo aprovado para iniciar na época 2009/10 está bem. Mas quando se alteram temos a transição e não foram acautelados os clubes e os atletas, e penso que não era difícil de o fazer.

Anónimo disse...

Como dirigente de um clube de Lisboa digo já que as equipas de juvenis e juniores vão parar de competir e esta APL que diz que é a maior vai ter menos equipas. Os que puderem ir aos seniores vão e os outros treinam normalmente. É assim que querem e esperamos para o ano logo se verá

Anónimo disse...

É assim mesmo, os clubes não vão pagar inscrições e tudo o que acarreta uma epoca desportiva para andar a brincar ao hoquei.
PÁRA TUDO!

Anónimo disse...

Gostaria de esclarecer (ou me rectificassem se estiver enganado)o seguinte:
A FPP criou um grupo de trabalho para elaborar um projecto de alteração ao quadro competitivo para os juvenis e juniores( com a APL e APP a liderar este processo).
As associações informaram os clubes a devido tempo para darem o seu parecer acerca do projecto de alteração do quadro competitivo nacional de juvenis e juniores. A informação que tenho é que por exemplo na APR sómente três clubes enviaram para a APR as suas deliberações (num universo de 9 clubes).
Posteriormente houve, a pedido da FPP, uma reunião com as associações, para estudo deste processo,realizada em Leiria, onde para além das Associações que elaboraram o projecto, estavam somente mais duas associações de um universo de quinze.
Foi-me dito que na assembleia da FPP realizada no passado dia 9 de Agosto, a APL não se representou com nenhum dirigente.
Agora pergunto: Como pode alguem criticar o que quer que seja, se, a maior associação do país, e como tal com responsabilidades acrescidas, não esteve presente numa assembleia onde os pontos em discussão eram tão importanes para os clubes da sua associação? Mais: qualquer posição tomada pela APL tem repercussões em muitas outras associações. Desconheço por completo qual seria a posição da APL acerca de tão delicado assunto, mas a ilação que se pode tomar da posição da APL, ( provavelmente por indicação dos clubes)é que a mesma absteve-se por completo deste processo.
Respondendo ao anónimo das 16.53, só posso manifestar o meu lamento pela posição dos clubes que se vão retirar da competição distrital, o que só prejudica a modalidade e em particular os atletas, mas o total alheamento de muitos dirigentes que proliferam nesta tão maltratada modalidade, criam este panorama de descrédito a que o hóquei vai assistindo.
Como dirigentes dos clubes tem sempre que ser os primeiros a manifestar as suas posições ás respectivas associações, e esta por inerência tem que indicar `a FPP em local próprio a posição dos seus associados. Isto é simples.
O que acontece é que muitos clubes alheiam-se da responsabilidade, permitindo que aconteçam coisas como aquelas que agora assistimos.

CEM

Anónimo disse...

acho que os clubes de Lisboa que têm juvenis e juniores não devem inscrever as equipas e esta tristeza de APL que desapareça do mapa. Tem um presidente que optou pelas férias e outros mandantes que apenas querem aparecer e nada fazem.

Anónimo disse...

curioso é quem menos faz é quem mais mal diz e é quem mais fala, demonstrando para alem de uma total ignorância em relação as necessidades da modalidade, uma total falta de verdade e falta de responsabilidade nas afirmações que fazem, porque afinal e esta é que é a verdade, os grandes responsáveis são os clubes, porque deixam as suas associações ou as pessoas que as lideram fazer o que querem, propor e aprovar o que lhes dá na veneta, pensando em tudo menos no interesse da modalidade.

Anónimo disse...

NADA DISSO E TU DEVES SER ALGUÉM DA APL: O QUE ACONTECE É QUE OS CLUBES DA APL FORAM TRAÍDOS E TRABALHARAM PARA ALTERAR O "SISTEMA". SÃO TODOS UNS INCOMPETENTES E INEPTOS. QUERO SAUDAR AS PEQUENAS ASSOCIAÇÕES QUE ESSAS SIM APARECEM E PARTICIPAM NAS DECISÕES. EM LISBOA É TUDO MAIS À MODA DO GOVERNO CENTRAL. EU POR MIM, CONVIDARIA O PRESIDENTE DA APL A FALAR A TODOS OS CLUBES E A RETRATAR-SE. COMO JÁ ME AFASTEI DESTAS TRETAS, ATÉ ACHO GRAÇA AO QUE SE PASSA.

Anónimo disse...

QUEM É QUE ME PODE CONFIRMAR AS 24 EQUIPAS DE JUVENIS E JUNIORES QUE VÃO DISPUTAR O NACIONAL EM 2008/9?

Anónimo disse...

Uma solução para evitar esta degradação era criar uma Liga de Clubes a qual faria os seus campeonatos sem estes custos para alimentar mordomias de quem anda a gozar com a Modalidade.

Anónimo disse...

Para quando um 25 Abril no hOQUEI EM pATINS...em Espanha foi assim

Anónimo disse...

Em resposta aos dois anteriores comentários queria dizer o seguinte:
Por acaso acho que estamos a precisar de um 25 de Abril... mas é na mentalidade de alguns dirigentes de certos clubes que só pensam nos seus próprios interesses!
Ando nó hóquei há 35 anos e quando os Nacionais de Juniores e Juvenis eram disputados nos mesmos moldes em que se disputam actualmnete os Nacionais de Infantis e Iniciados havia muito mais interesse. E não me lembro de nenhum atleta deixar o hóquei só porque a sua equipa não ficava apurada para os Nacionais. Penso que aquilo que se pretende fazer agora tem muito mais lógica, já que um miúdo é campeão distrital e tem direito a disputar o Nacional na mesma época enquanto que o modelo que se estava a praticar não permitia isso, já que um clube era campeão distrital e só na época seguinte ia ao Nacional. Isso sim é que poderia ser desmotivante, pois um jogador podia ser campeão distrital de Juniores e, como na época seguinte subia a Sénior, já não podia disputar o respectivo Nacional, pelo qual havia lutado.
Também me lembro que dantes, Portugal dominava o hóquei a nível europeu, nestes escalões, e agora muito pouco se ganha!
Por isso deixem fazer esta nova experiência durante alguns anos e depois logo falamos se é pior ou melhor.
Há muita coisa que tem de ser mudada na FPP mas penso que esta foi uma boa medida...assim espero.

12 de Agosto de 2008 12:27

Anónimo disse...

Estou de acordo com tudo isto, mas então faziam uma transição este ano sem prejudicar os já apurados e arranjavam mais umas 8-10 equipas que faria com que a prova tardasse mais um mês. Assim, como ficou haverá jogadores que nunca jogarão nem distrital nem o nacional no ano que vem depois. oxalá seja uma boa medida mas temo que haja equipas a desistir e a não quererem gastar dinheiro este ano

12 de Agosto de 2008 14:59

Anónimo disse...

Pois, concordo!

Fazia mais sentido grupos de 8 Equipas em vez de apenas 6.

Assim aqueles que iniciassem os campeonatos distritais ainda iam a tempo de poder participar no Nacional desta época e assim ficavam todos a ganhar e a ser uma época competitiva para a nossa formação, porque teriam de passar fases para chegar à Final Four e não apenas 2 fases em que apanham equipas muitas vezes mais fracas do que aquelas que ganharam os distritais na época anterior....enfim...pensarem a modalidade seria bom para todos!

Anónimo disse...

Pessoas como o senhor que andam no hóquei ha 35 anos (tanto tempo!!)é que deviam ir embora e dar o lugar a outros.

Anónimo disse...

Em primeiro lugar quero dizer que concordo na totalidade com os comentários que o Sr. Carlos Emidio Martins fez no dia 11/8/08, pelas 14,16H e 22,46H, dado que tem exactamente o mesmo ponto de vista que eu tenho do assunto.
Quanto ao último anónimo (de 12/8, pelas 20.08)queria dizer-lhe que fique descançado, pois se a saúde me permitir, espero andar cá muitos mais anos ligados à modalidade, porque é disto que eu gosto.
Mas já agora, gostava que os representantes dos clubes de Lisboa me informassem o que é que têm contra esta nova solução para os Juvenis e Juniores. É que eu ainda não percebi o que vocês querem!.. Só vejo comentários a dizer que está tudo mal, que na FPP está tudo mal, que na APL está tudo mal...enfim. Apresentem soluções...vá lá!
Vocês querem é fazer um Campeonato Nacional só com clubes da zona de Lisboa? Acham isso justo?
No fundo o que vocês estavam a fazer era um Campeonato só com equipas da vossa zona, ao qual chamavam campeonato nacional, mas no fundo eram um campeonato distrital de Lisboa, ao qual se juntavam, todos os anos uma equipa da AP de Setúbal ou da AP do Ribatejo.
Será que os outros não têm o mesmo direito de participar?
O caso das ilhas, então, é gritante...
Como se pode desenvolver o hóquei nas ilhas se eles só têm direito a fazer um jogo nos Nacionais?
Enfim...por agora já chega.

Anónimo disse...

É melhor que chegue e que não diga mais disparates porque vc ainda não percebeu que os Clubes de Lisboa estão contra a sua Associação que sendo a mior do Pais não apareceu e isso até foi motivo de risota geral na Assembleia, sabe? O descrédito total, Abandonem o cargo rapidamente e digam que são incacitados para as funções. Faziam um favor ao hóquei de Lisboa

Anónimo disse...

Ñão percebi, o sr. de 13ago das 12:10 diz que concorda na totalidade com a alteração e depois remata com o caso das ilhas a dizer que é lamentável. MAS É O QUE ESTÁ NO NOVO REGULAMENTO e que o sr. concorda na totalidade.
Depois, parece-me que o sr. não entende, os clube de lisboa, pelo que sei, não estão contra o novo regulamento, mas que deveria ser acautelado todos os interesses dos clubes a nível nacional, quer dos que garantiram o seu apuramento ao nacional, quer os que irão disputar o distrital da próxima época. Porque não começar o novo regulamento já na época 2008/9 fazendo um alargamento como já foi até escrito em anteriores comentários.
Não era difícil, evitava polémicas e todos estavam contentes e motivados. Assim eu pergunto: os que estão os clubes a fazer no distrital das várias associações. Vão competir para.... E os que ficarem na Poule B.
O facto de estar à muitos anos ou poucos anos na modalidade não nos dá o dom de superioridade e que só o que dizemos é verdade, mas deveria ser sinal de maturidade, análise, compreensão, etc.
Sobre a APL, vi no site que sei o presidente não se vai candidatar, está aí uma boa oportunidade de mostrarem o que valem e candidatarem-se e pode ser que daqui a uns anos estejamos a falar da mesma forma. Há coisa que não mudam nunca, está na mentalidade do povo português, difícil de alterar.

Anónimo disse...

O facto é que o novo quadro desportivo nos escalões juvenis e juniores é muito benéfico em termos desportivos e vai seguramente trazer mais emoção e justiça aos campeonatos...

Agora esse facto não invalida que é uma verdadeira anormalidade não ser efectuado um ano de transição!!!

Não podemos, como tenho visto sistematicamente nos comentários aqui, defender os nossos pontos de vista com critica aos outros...É ridículo, pouco proveitoso e altamente incoerente...
Se não reparem, é verdade que se verificavam injustiças no que respeita a miúdos que um ano podiam ser campeões nacionais e no seguinte andar pelos distritais, mas agora não será também injusto que os campeões distritais do ano transacto tenham exactamente os mesmo privilégios que um segundo terceiro ou quarto qualificados, quando estes conquistaram no ringue o direito a estar no nacional e correm agora o risco de ficarem retidos logo numa primeira fase!!! Isto sem que nada o fizesse prever.

Ou seja, e na minha modesta opinião, foi uma decisão que apesar de certa e correcta foi tomada dum modo muito precipitado, sem que todas as partes fosses ouvidas e consideradas. E com a inevitável grande influência de clubes que se sabem mexer, como o caso do SCP e do CDPA, por motivos mais que obvios e do conhecimento geral, sendo que o primeiro não conseguiu o apuramento em juniores através da conquista do destrital e o CDPA, incontornavelmente um histórico em termos de formação, desceu em juvenis...

Anónimo disse...

O SCP E PA TÊM QUE SE MEXER E CREIO QUE JÁ ESTÃO A FALAR. A APL É QUE NÃO VAI TER QUE LHES DIZER POIS FALTOU À ASSEMBLEIA. UMA VERGONHA!

Anónimo disse...

Será que alguém me pode informar onde é que posso ler estas alterações que foram aprovadas na FPP?

Anónimo disse...

Enfim!! Custa-me crer e a ver por onde anda a minha ( e de muitos mais )querida modalidade.
Eu não percebi muito bem,a APL não foi à assembleia geral? foi isso que entendi? Meus Amigos,algo vai mal em terras D´el Rey.

um para-quedista.