quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

BOA 1ª PARTE NÃO CHEGOU

No início do encontro o domínio foi repartido, ambas as equipas queriam a posse de bola e apesar de tudo o HCT conseguia ter mais tempo de posse em ataque, ficando com as despesas do jogo. Por seu lado, a Juventude Ouriense jogava no erro do adversário, com uma defesa agressiva, sem dar muitos espaços, lançando João Sousa e Pedro Nobre na frente para contra-ofensivas muito rápidas. Foi num desses lances rápidos que Fábio Alexandre se equivocou em frente do seu guarda-redes e tocou a bola para a frente da sua baliza, João Sousa veio de trás e só teve de encostar para o golo dos forasteiros. Sem justificar muito a vantagem, os comandados de Nuno Domingues (ex-HCT) estavam na frente e pareciam decididos a quebrar a invencibilidade alvinegra em casa. A reacção do HCT não se fez esperar, o assalto à baliza ouriense foi uma constante a partir daqui e foi numa combinação entre os “manos” André e Vasco Luís, que o HCT igualou, passe a rasgar a defensiva contrária do primeiro e remate violento à meia-volta do segundo, para o 1-1. Não houve tempo para grandes festejos, pois na saída de bola a meio-campo, stickada poderosa do meio da rua de Hélder Ferreira, a bola embate com estrondo na tabela de fundo, mas caprichosamente, regressa para a frente da baliza, onde o guardião turquelense Paulo Bértolo, que entretanto se tinha feito ao lance, a toca inadvertidamente para a sua própria baliza. Estava feito o 1-2, com um golo esquisito que levou para o intervalo uma mão cheia de incertezas para os da casa. Na etapa complementar, o HCT veio com outra vida, a segurança em ataque era evidente e as limitações dos visitantes nas transições faziam a equipa de João Simões acreditar na reviravolta. Quanto aos forasteiros, apenas a entrada de João Lomba (ex-Marinhense) veio trazer alguma vida a um conjunto amorfo, com pouca “chama”. Foi numa lance rápido colectivo que surgiu a igualdade, André Luís faz uma saída rápida de bola dando ao seu irmão Vasco, que por sua vez coloca a bola em Daniel Matias, este solto de marcação, coloca a bola no ângulo superior direito da baliza de Marco Gaspar. Pouco tempo depois, surge o lance mais polémico do jogo, Vasco Luís embalado pela esquerda é travado em falta por Bruno Pereira e a dupla de arbitragem que viajou desde o Ribatejo decidiu considerar engachamento, numa decisão dúbia que envolveu muitos protestos por parte dos homens de Ourém. Na transformação do respectivo livre directo, o capitão André Luís mostrou frieza e desfeitiou Marco Gaspar pela terceira vez, colocando o HCT pela primeira vez em vantagem no marcador (3-2) e levando ao delírio os muitos adeptos presentes. Era agora a vez da Juventude Ouriense responder, Nuno Domingues colocou-se a si próprio em pista, bem como ao ex-HCT Zé Valente e ao ex-SLB João Filipe, os forasteiros conseguiram alguns desequilíbrios, muito por culpa da velocidade de Valente, mas nunca mostraram argumentos efectivos para bater Paulo Bértolo que foi segurando as stickadas de meia-distância com bastante à vontade. Já bem perto do final, a pressão dos visitantes abria espaços na sua zona defensiva e quem os aproveitou foi Rui Filipe (um dos homens do jogo) que em excelente jogada individual deixou a sua marca e matou o jogo com o 4-2 final. Foi o melhor fim de festa que se podia esperar, num jogo que teve qualidade e que foi sempre disputado com muito respeito mútuo e fair-play.

Crónica: Site Oficial HC Turquel Foto: Site Oficial J. Ouriense

7 comentários:

Anónimo disse...

“Fábio Alexandre se equivocou em frente do seu guarda-redes e tocou a bola para a frente da sua baliza, João Sousa ...só teve de encostar para o golo dos forasteiros.”

“...stickada poderosa do meio da rua de Hélder Ferreira, a bola embate com estrondo na tabela de fundo, mas caprichosamente, regressa para a frente da baliza, onde o guardião turquelense Paulo Bértolo, ..., a toca inadvertidamente para a sua própria baliza.”

“Sem justificar muito a vantagem, os comandados de Nuno Domingues...,”

“... os forasteiros conseguiram alguns desequilíbrios, muito por culpa da velocidade de Valente,..”

Respeitando obviamente o titulo, pelo que vi, o que leio ajusta-se! Logo a " BOA 1ª PARTE NÃO CHEGOU",foi mais por demérito dum Turquel desastrado do que mérito do Ouriense.
E quando se deixa o melhor jogador no banco (no meio de tanta azelhice, sorte para o Turquel)logo não se pode esperar grandes dividendos.
De todas as equipas desta zona o Ouriense com esta maneira de jogar e com estas opções dificilmente obterá bons resultados só equiparada ao Mealhada, mas com a diferença em que esta é composta por excesso de juventude (ex-Juniores) quiçá a pensar no futuro, lembramos que foi assim a aposta do Turquel.

No minimo estranho a aposta do Ouriense num Treinador/Jogador quando num passado recente com o Godinho foi um desastre completo. Costuma-se dizer à primeira todos podem cair, à segunda só caí quem é...

Abraço
Litoral Oeste

Anónimo disse...

Este comentário está mais que correcto,o J.O não tem equipa para esta divisão,está muito mal e o problema e que quando se perde ...!
Bom o comentador continua a dizer sempre mal dos arbitros,senhor "dono" deste blog acabe com essas patetices,então o lance do livre diecto é dúbio?Porquê? Responda a esta minha questão por favor,já agora gostava de aprender alguma coisa!
O Turquel é melhor e está tudo dito! O senhor estava no Pavilhão?
Bem se estava deveria ter visto que o dominio foi avassalador e o segundo golo é que caiu do céu senão talvez o resultado não fosse este.
Tenho lido os seus comentários e ja vi que o senhor é sempre contra os árbitros!!? Então os arbitros agora também não jogam nada?Porque será que o senhor insiste insiste insiste sempre nisso!!!Veja os jogos e debruce se só no que julga saber e não fale pela boca de interpostas pessoas!
Este blog é sobre arbitragem ou sobre os jogos? Para essas análises estão lá os delegados aos jogos para penalizarem ou não os arbitros!
Porque ao falar da "ajuda" dos arbitros está a querer tirar mérito á vitoria do Turquel que não pode ser posta em causa,digo lhe que o Turquel é muito melhor do que a sua equipa do Ribatejo e por isso o senhor é suspeito para falar nesse assunto e sempre se refugia nas arbitragens para "tapar" desgraças que por ai vão,ou então para denegrir algumas actuações de equipas do ribatejo que o senhor não gosta! Um abraço

Cartão Azul disse...

Para o anónimo das 22:42

(…) Bom o comentador continua a dizer sempre mal dos árbitros, senhor "dono" deste blog acabe com essas patetices, então o lance do livre directo é dúbio? Porquê? Responda a esta minha questão por favor, já agora gostava de aprender alguma coisa! (…)

Só lhe vou responder para lhe dizer que falar só por falar, qualquer pessoa faz, ler qualquer pessoa lê, agora entender o que está escrito já se torna mais difícil, e é aí que você entra, se tivesse lido com atenção teria reparado que a crónica é extraída do site oficial do HC Turquel, a única coisa que eu coloquei foi o titulo, como tal não estive presente. Quanto ao dizer mal dos árbitros é a sua opinião pois o que refere vem na sequência do que escrevi anteriormente, ou seja crónica extraída do site oficial do HC Turquel, clube pelo qual tenho todo o respeito.

Francisco Gavancho

Anónimo disse...

Pois é, mas eu como me identifico com o Turquel,gostaria que o senhor extraisse só o que de útil tem o site,sabe é que eu compreendo muito bem onde quis chegar e como uma mão lava a outra esta tudo dito.
Tenho lido com atenção o seu blog e acho que devia ter mais cuidado em abordar os jogos e não criticar o que se não vê.Sabe eu não quero estar a defender as arbitragens porque o Turquel tem sido muito prejudicado com as mesmas,o que acho "enfadonho" é passar a bola sempre para o lado que nos convém e como está sempre a dizer mal dos arbitros já se torna demasiado evidente onde quer chegar.Olhe por acaso estes até estiveram bem salvo um lance ou outro,mas se não estivessem nunca era por ai que eu abordaria a questão e isto serve também para o site do Turquel,que pelo que li não belisca em nada a arbitragem.
De qualquer maneira quero agradecer a este blog tudo o que de bom tem escrito e dado a conhecer sobre o hóquei em patins porque também tenho um filho que é jogador e gosto sempre de vir dar uma olhadela ao blog,por tudo isso o meu obrigado e desculpe a minha opinião,mas é um ponto de vista !Um abraço

Anónimo disse...

EX: Blog - HOQUEI EM PATINS LITORAL OESTE
Caro exmo:sr.Francisco Gavancho gerente e proprietario do blog Cartao Azul,nenhum elemento do staff do ex: blog Litoral Oeste enviou qualquer comentario ou critica sequer para o seu Blog e alguem esse que se quis apoderar ou usar o nosso nome para denegrir a nossa imagem.Fomos muito criticados enquanto blog da modalidade e sempre fomos atacados verbalmente e mal recebidos nos pavilhoes do distrito de Leiria e ate humilhados publicamente por um site da modalidade nacional.Nos nao escrevemos qualquer que seja esse tal de comentario de nome LITORAL OESTE.Sempre fomos a favor da modalidade e insentos e vimos inclusive que estava-mos a mais e decidimos retirar-nos.Nao temos por habito de escrever comentarios e nos damos a cara e nao somos medrosos como esse tal de Turquelense que mais provalvel que nao da a cara porque tem medo de reppresalias e vem dar a cara com o nosso o nome de Litoral Oeste.Com os nossos esclarecimentos e o nosso abraço para o Cartao Azul de Francisco Gavancho e os maiores exitos.
Ex: Staff do blog HOQUEI EM PATINS LITORAL OESTE-LEIRIA.

Cartão Azul disse...

Ex: Staff do blog HOQUEI EM PATINS LITORAL OESTE-LEIRIA.

Caro amigo
Como sabe e visto que já esteve neste mundo da Blogsfera, é impossivel saber se realmente o comentário é ou não e de quem o assina, pois é muito fácil fazer um comentário e assinar com o nome de outra pessoa, o unico que posso controlar é alguém assinar com o meu nome e aí sei de certeza que não fui eu, mas claro isto é um exemplo extremo.
No entanto caro amigo o meu pedido de desculpas e votos que repense a sua decisão e volte a activar o Blog, pois o hóquei do distrito de Leiria em particular e o hóquei em geral necessitam de espaços destes, onde possa existir troca de ideias, onde os amantes da modalidade se possam expressar, enfim onde se fale da modalidade, e como o meu grande amigo João Garcia um dia disse:
«Não interessa que se fale bem ou mal, interessa é que se fale»

Atenciosamente
Francisco Gavancho

Anónimo disse...

Esses amigos do ex-Blog Litoral Oeste estão todos atrofiados.
Não vejo que quem assina com o nome de "Litoral Oeste" faça algum comentário sobre os árbitros, apenas quis dar uma opinião sobre um jogo que assisti nada mais, nem sequer sabia que houve um blog com este nome. No entanto para que não restem duvidas, o que assina assim somente fez o 1º comentário o que de resto confirma tudo o que escrevi e pior ainda, confirma as piores as expectativas sobre o Ouriense, que o jogo com o Mealhada confirmou.
Continuação dum bom trabalho Sr Gavancho.

Um abraço

Estremadura Oeste