quarta-feira, 3 de Fevereiro de 2010

SANTA CITA FICARIA SEMPRE A PERDER

"Presidente do clube resignado"

O presidente da Associação Cultural e Recreativa Santa Cita, Sr. Barroca da Cunha, explicou ao Mundo do Hóquei o porquê da decisão da direcção...

Em conversa com o “Mundo do Hóquei”, o presidente da Associação Cultural e Recreativa de Santa Cita explicou o porquê da tomada de decisão do clube, em relação ao treinador dos seniores masculinos, Rafael Oliveira.
Para Barroca da Cunha, senhor com experiência no hóquei em patins, que ocupa a presidência do clube desde a sua fundação, em 1975, o que se passou no passado Sábado, após o jogo com o Corujas, foi um “fenómeno de massas inexplicável, provocado por uma situação que surgiu num blogue qualquer na internet e que ganhou proporções que ninguém esperava!”O experiente dirigente disse “nuca ter visto nada igual” e afirmou que “por mim, pessoalmente, não se teria despedido o Rafael Oliveira, mas como presidente do clube, não posso tomar decisões contra a vontade do resto da direcção ou contra a vontade dos sócios!”.Segundo Barroca da Cunha, “ficámos sem margem de manobra”, pois no passado Sábado os ânimos estavam tão exaltados que poderia mesmo ter havido “uma invasão de campo, ou algo mais grave que isso”, disse. “Fosse qual fosse a decisão, o Santa Cita ficaria sempre a perder. Decidimos por esta via, para proteger o Rafael Oliveira”, sublinhou, uma vez mais, Barroca da Cunha.
Por fim, aquando da nossa conversa com o dirigente, este garantiu-nos que ainda não tinha tomado nenhuma decisão quanto à pessoa que ocupará o cargo de treinador.

In MundoOk, num trabalho de Nelson Alves

Pode ler também as declarações de Barroca da Cunha, Presidente da ACR Santa Cita ao site da Radio Hertz - Tomar aqui

NR: Pelo facto da entrevista não ter sido concedida a este espaço a mesma não se encontra aberta a comentários.