sexta-feira, 31 de Dezembro de 2010

FELIZ ANO NOVO - HAPPY NEW YEAR


A pouco menos de 24 horas de arrancarmos mais uma folha do calendário, e iniciarmos um novo ano, que esperamos que seja no mínimo, muito melhor do que o que finda, apesar das noticias que nos chegam de Belém e de São Bento não serem as mais animadoras, o Cartão Azul deseja a todos os visitantes, familiares e amigos um 2011 cheio de tudo o que mais desejarem, e que o hóquei em patins continue a fazer parte das vossas vidas.

PS. Fica o espaço aberto a todos os visitantes para deixarem as suas mensagens de Ano Novo.

Atenciosamente
Francisco Gavancho

PARABÉNS UNIÃO FUTEBOL ENTRONCAMENTO

Passam hoje 82 anos sobre o dia em que um grupo de 11 jovens, fundava o União Futebol Entroncamento. A primeira sede era debaixo de um poste de iluminação, com o decorrer do tempo o clube adquiriu as suas próprias instalações, as quais foram sendo melhoradas pelas diversas direcções que passaram pelo clube.

Da modalidade rainha aquando da fundação do clube, o Futebol, só restam as fotografias e alguns troféus. Mas ao longo dos anos várias foram as modalidades praticadas no clube, desde o Basquetebol até à Ginástica, passando pelo Ciclismo e o Ténis de Mesa entre outras. Actualmente praticam-se no clube o Hóquei em Patins, a Patinagem Artística, o Karaté, Full-Contact e Natação.

O Cartão Azul endereça os parabéns ao União Futebol Entroncamento e a todos aqueles que fizeram a sua história. E que o futuro traga mais sucessos desportivos. Sempre sob o lema:

"SORRINDO ÀS DIFICULDADES"

Texto: Ricardo Barral

quinta-feira, 30 de Dezembro de 2010

O BALANÇO DA ÉPOCA ATÉ AO MOMENTO

O Cartão Azul neste final de 2010, e com a paragem nos campeonatos enviou aos Treinadores das equipas Ribatejanas e a cinco Jogadores (um de cada equipa), 4 questões para que os mesmos efectuassem um balanço da presente época, quando caminhamos para o final da 1ª metade dos respectivos campeonatos. Até ao presente momento apenas Jorge Godinho, treinador do HC "Os Tigres" e líder da 2ª divisão sul respondeu às questões que publicamos de seguida.


CA - Qual o balanço que faz da época até este momento?
JG - O balanço que faço é muito positivo.Uma equipa que vem da 3ª divisão, que está inserida num campeonato com equipas com um grande estatuto no hóquei em patins, inclusive "habitues" na 1ª divisão, e que em 12 jogos só perdeu 1 só pode ser positivo.
CA - Quais os objectivos definidos para esta época 2010/2011?
JG - O objectivo continua a ser o mesmo, trabalhar para ganhar o próximo jogo!! Há equipas muito equilibradas, e um dia menos bom equivale a uma derrota. É isso que não queremos! Pensar sempre em ganhar, sabendo e respeitando sempre o adversário, até porque há gente competente do outro lado.
CA - Quais os principais candidatos à vitória final e/ou subida/descida?
JG - Os candidato são os que estão na 1ª parte da tabela. Penso que entre os 5 primeiros classificados (Tigres, Turquel, Paço de Arcos, Oeiras e J.Ouriense) estaram as duas que subirão á 1ªdivisao. Paço de Arcos e Turquel pelo seu passado, pela sua estrutura penso que estão um pouco mais á frente, resta aos outros 3 trabalharem para diminuir esse fosso, e jogar sempre com o objectivo de melhorar!
CA - Têm sido muito falado a dualidade de critérios das equipas de arbitragem para ajuizarem o mesmo lance, uns marcam outros não. Quer comentar?
JG - Penso que para acabar com a dualidade de critérios que existe neste momento, será os jogos serem arbitrados só por 1 arbitro. Se nas duplas existentes já há essa dualidade, era uma boa medida! e depois, acabarem com a regra dos 45 s, não tem razão nenhuma de existir. BOM ANO A TODOS.

Foto: HC "Os Tigres"

quarta-feira, 29 de Dezembro de 2010

V TORNEIO DOS REIS


Depois da participação no Torneio Inter Associações Natal 2010 em Viseu a selecção Ribatejana volta a ser convidada para participar noutro Inter Associações, neste caso o V Torneio dos Reis, numa organização da AP Porto e que terá lugar no Pavilhão do CI Sagres no fim de semana de 08/09 de Janeiro de 2011.
Recorde-se que a equipa do Ribatejo também esteve presente na quarta edição que teve lugar em Bragança no inicio do presente ano.

Calendário dos Jogos

Sábado, 8 de Janeiro de 2011
10:00 - AP PORTO – AP AVEIRO
11:00 - AP MINHO – AP RIBATEJO

17:00 - AP AVEIRO – AP MINHO
18:00 - AP RIBATEJO – AP PORTO

Domingo, 9 de Janeiro de 2011
10:00 - AP AVEIRO – AP RIBATEJO
11:00 - AP PORTO – AP MINHO

Fonte. Site "Mundo do Hóquei"
Foto de arquivo: Blog "Hóquei Regional"

HUGO LOURENÇO REGRESSA AO SPORTING CP


Seis anos depois, o Atleta Sénior Hugo Lourenço regressa ao Sporting CP, clube que o formou. Entrou no Sporting CP com 9 anos e aí permaneceu até aos 14 anos, altura em que a Modalidade terminou, sendo à data Iniciado. Regressou ao Sporting CP anos mais tarde tendo representado o seu Clube de origem, conseguindo para o SCP o Título de Campeão Nacional da II Divisão e subida à I Divisão, em 2003/4.

Seguiu depois um percurso pelas I e II Divisões Nacionais representando o HC Sintra e o Paço de Arcos, de onde sai agora para voltar ao Clube que o lançou na Modalidade. O Hugo Lourenço possui o Curso de Educação Física e lecciona num Colégio Privado de Lisboa.

Concretiza-se o sonho de menino que era o de seguir praticando o hóquei em patins defendendo as cores leoninas. Para além das funções de atleta, o Corpo Técnico do HP do SCP aproveitará as valências do Hugo como preparador físico dos escalões de competição do Sporting. Esta ligação faz-se em base graciosa tal como tem sido regra neste Projecto.

Fonte/Fotos: Gilberto Dias Borges

terça-feira, 28 de Dezembro de 2010

TIGRES NA LIDERANÇA, J. OURIENSE TRANQUILA


Depois da subida à 2ª divisão, a equipa de Almeirim manteve a forte aposta no plantel sénior e com doze jornadas disputadas lidera isolada a tabela classificativa com mais quatro pontos que HC Turquel 2º classificado. O plantel ás ordens de Jorge Godinho esta época teve reforços de luxo, jogadores experientes, com passagem pela 1ª divisão, e já com a época a decorrer chegam mais dois reforços, Carlos Trindade (ex-GDS Cascais) e o guarda-redes André Azevedo (ex-C Stella Maris) e que tem sido, perdoem-me a expressão, "o abono de família" da equipa azul e branco em alguns jogos. No entanto nem tudo tido sido rosas para o clube de Almeirim, pois em meados de Novembro a Direcção do clube resolveu dispensar Ivo Saldanha e Rui Cova, para passado cerca de um mês voltar a reintegrar Rui Cova novamente.
Quanto ao campeonato e como já foi dito anteriormente a equipa de Jorge Godinho, líder da prova, conheceu apenas uma vez o sabor da derrota, mais propriamente em Ourém, onde foi copiosamente derrotada por 8-2 num jogo em que a equipa de Helder Santos anulou por completo os jogadores dos Tigres. Com 3 jornadas para disputar, os Tigres vão encontrar como adversários a AD Oeiras (jogo de coeficiente elevado de dificuldade) já na próxima jornada e o UDC Nafarros na ultima da 1ª volta ambos fora de portas, para pelo meio receberem o HC Turquel, num jogo que se antevê escaldante, face à classificação/objectivos de ambas as equipas.


Para os lados de Ourém, está uma equipa tranquila, a fazer um campeonato dentro do previsto, sem sobressaltos e que foi líder da 3ª à 5ª jornada e agora ocupa um confortável 5º lugar com 26 pontos os mesmos da AD Oeiras e mais sete que o 7º classificado BIR.
A equipa de Hélder Santos, que viu sair João Lomba para o SC Tomar e David Vieira para Santa Cita, tendo reforçado-se com João Capitolino (ex-SC Tomar), Diogo Oliveira (ex-CD Paço de Arcos), João Silva (ex-SFG Pais) e Gonçalo (ex- APDG Penafiel) tendo Márcio regressado após inactividade por motivos académicos, tem também nas sua fileiras alguns jogadores da chamada "cantera" e o timoneiro Hélder Santos tem sabido gerir bem esse grupo e está a levar a equipa a bom porto.
Com dois jogos em casa frente à AA Amadora e Parede FC, sendo a ultima jornada da 1ª volta na Vila Presépio frente ao S Alenquer B, a equipa Ouriense tem tudo para entrar na segunda metade da prova colada aos lugares cimeiros e já com a manutenção assegurada (se é que a mesma não está já conseguida).

Fotos de arquivo: Barros Simões

segunda-feira, 27 de Dezembro de 2010

ATINGIR O TOPO EM 2014/2015

O Sporting CP que este ano retomou o hóquei sénior, aproveitando o que de bom tem feito nos últimos anos, no que diz respeito aos escalões de formação, acaba o ano como campeão de Inverno da 3ª divisão sul, onde conta por vitórias todos os jogos realizados, 12 jogos, 12 vitórias 133 golos marcados 35 sofridos. Demos um salto até ao Tojal para falar com Gilberto Dias Borges, sobre o regresso da equipa sénior, da chegada do campeão de sub-20 João Silva e ainda sobre o que se vai fazendo nos escalões de formação, projectos, ambições e entre outros temas.
CA – Bom dia Engenheiro, obrigado por nos receber. Até onde vai esta equipa sénior esta época, a demonstrar estas excelentes performances sábado após sábado?
GDB – Bom dia Francisco. Eu é que agradeço este seu contacto e o facto de pretender saber um pouco mais do HP do SCP. Sobre esta pergunta, direi que esta nossa equipa sénior vai pensar semana a semana, trabalhar no sentido de em cada fim de semana obter o melhor resultado, sem olhar ao adversário que o calendário nos ditou. No final faremos as contas e oxalá elas nos sejam favoráveis, em termos de continuação da Formação dos nossos jovens e de êxitos desportivos.


CA – O regresso dos seniores ao Sporting já estava pensado, quando começaram os escalões de formação, ou foi um projecto que ganhou forma consoante os bons resultados iam aparecendo?
GDB – O regresso dos Seniores estava consignado no 1º Projecto da Formação apresentado ao Sporting CP, em Maio de 2005 e que o nosso Clube validou. Esta 1ª fase previa evolução dos escalões até à época 2009/10, altura em que sairiam os nossos primeiros seniores, chamados de raiz. Em Maio de 2010, o nosso Organismo Autónomo teve que apresentar uma proposta  com definição de uma nova fase do Projecto, sustentada em termos financeiros, a qual mereceu a aprovação da Direcção do Sporting CP. De realçar o excelente apoio e suporte do Sr Eng Júlio Rendeiro, Vice-Presidente do Clube e antiga Glória da Modalidade. Afinal, com o rendimento obtido até ao momento, teríamos que dar prossecução a este belo trabalho e não deixar que os nossos activos fossem alimentar outros concorrentes. Havia em todos os nossos Jovens uma indomável vontade de continuar a representar o SCP e afinal eles também estão incorporados nos objectivos deste Projecto.


CA – Olhando para o plantel, a esmagadora maioria dos jogadores são da “cantera”, contando depois com a experiência de mais um ou outro atleta, no entanto Gonçalo Alves tem sido sem dúvida o “elo” mais forte, tendo marcado até ao momento cerca de 80 golos. Podemos dizer que temos um Sporting dependente do Gonçalo Alves?
GDB – Francisco, o HP do SCP não está dependente do Gonçalo Alves e ele já o afirmou, publicamente e por várias vezes, que sem o colectivo, não conseguiria a performance individual que mostra, fruto de uma predestinação para esta Modalidade. Vivemos da chamada “cantera” e todos os nossos Seniores terão que preocupar-se de olhar só para baixo, para os que são hoje Escolares até Juniores e defender o seu lugar. O municiamento far-se-á, como consignado no Projecto, maioritariamente, de baixo para cima. É uma forma diferente de estarmos na Modalidade. E a única que consideramos viável. Acrescentámos algum valor a esta equipa com 2/3 entradas e que foram bem aceites por todos os nossos ex-juniores. Os que vieram, de fora são, sobretudo, Sportinguistas que sempre sonharam envergar esta camisola, de forma graciosa. Somos um grupo Sénior 100% amador.


CA – Ainda no escalão sénior o Sporting venceu o CD Santa Clara por uns expressivos 8-1 na 2ª eliminatória da Taça de Portugal. Estando a equipa Açoriana na 2ª divisão, apesar de esta época muito distante dos bons registos anteriores, podemos dizer que a equipa Leonina tem plantel para disputar a 2ª divisão sem problemas?
GDB – Ninguém pediu a este plantel a subida de divisão, no 1º ano. Apenas que soubessem honrar os pergaminhos do Sporting na Modalidade. Fruto do bom trabalho estamos no topo e superando expectativas. Este é o plantel que temos, com sucessivas promoções de juniores à equipa Sénior o que dá garantias não só de motivação aos jovens como também maior leque de opções, com qualidade. Sobre ter plantel para a II Divisão, estamos atentos e será desta actual base que sairá o nosso futuro. Se não, o que vimos defendendo não faria sentido. Não podemos trair as expectativas destes jovens.


CA – Mudando de assunto, João Silva foi a mais recente contratação, onde irá jogar lado a lado com o Gonçalo Alves nos juniores, e quiçá nos seniores. Ambos os jogadores foram recentemente campeões Europeus de Sub-20, e fizeram parte do cinco ideal no Inter Regiões 2007 que se realizou no Entroncamento. Desse cinco ideal faziam ainda parte o João Souto (FC Porto) e os Benfiquistas Pedro Vaz e João Coelho (gr), sendo estes dois últimos “vizinhos” ainda vamos ver o Sporting a tentar ter nas suas fileiras quatro jogadores do cinco ideal do Inter Regiões, três dos quais campeões Sub-20?
GDB – O João Silva esteve nas nossas cogitações há algum tempo e apenas agora se confirmou esta aderência ao nosso Grupo. Trata-se de um jovem ambicioso, com enorme potencialidade e que o Sporting tratará de adaptar ao seu modelo. Queremos fazer do João Silva um grande Homem para a Vida e moldar as suas características técnicas e natas ao nosso modelo e grupo. Para já está-se a integrar muito bem pois aqui ele tem muitos amigos e colegas das Selecções Jovens.  Sobre o congregar nas nossas fileiras os restantes elementos, neste momento, não faz sentido face ao plantel que temos em Juniores e respeitamos os nossos concorrentes. Eles também deverão estar fortes para sermos também mais fortes e aumentar a competitividade.


CA – Como está a correr a época a nível dos escalões de formação, e quais os objectivos para a presente época?
GDB – Estamos com veia de vencedores, como é nossa praxe. Em Escolares a percorrer o caminho do crescimento. Em Infantis, Iniciados, juvenis e juniores a garantia da disputa do Nacional Maior, mas antes disso a corrida aos títulos distritais. Estamos a melhorar de ano para ano a nossa performance.
CA – Quantos jovens estão actualmente, ou melhor praticam hóquei em patins no Sporting?
GDB – Cerca de 100 jovens, incluindo a iniciação.


CA – Com este numero de patinadores, e com equipas a disputar todos os escalões, o montante financeiro envolvido deve ser elevado. Como é que se consegue fazer face a essas despesas? Através de patrocinadores, e da quotização ou a Instituição Sporting CP também financia a secção?
GDB – Este Organismo é totalmente Autónomo em termos de sustentabilidade financeira e dependemos em 22% da formação, a qual é paga até Juvenis. Aqui uma palavra de apreço e de elevação para os Pais que também contribuem na formação, como o fariam se os seus filhos praticassem uma outra modalidade desportiva qualquer. O remanescente vem dos nossos Patrocinadores, que felizmente estão fidelizados, muito por fruto das boas prestações de ano para ano. Há retorno e isso é importante. A imagem Sporting “vende” como a de outro grande, em Portugal. Do Sporting CP recebemos o apoio Institucional, logístico, jurídico e a nível dos equipamentos oficiais, como em qualquer outra modalidade do Clube.
CA – Desde o inicio deste projecto, o Sporting tem vindo a “coleccionar” títulos nacionais e regionais, e a voltar a ganhar protagonismo no que concerne aos escalões de formação. O que podemos esperar a curto, médio prazo para o hóquei Leonino?
GDB – Este Projecto já deu 3 títulos nacionais ao Sporting CP em Infantis (2005), Iniciados(2008) e Juvenis (2010). Já demos ao SCP Campeões Europeus de Juvenis e este ano de Juniores, coisa que não ocorria desde a década 90. Temos nos Juvenis e Juniores grandes campeões nacionais nas 3 categorias ( Diogo Neves, Pedro Delgado, Pedro Pimenta, Gonçalo Alves, Daniel Real, Zé Diogo Macedo, J Paulo Candeias, Victor Hugo, Pedro Rosa) o que significa que estão connosco desde início e ainda vários Campeões Europeus ( Gonçalo Alves , Pedro Delgado, André Pimenta, e agora João Silva ). Há ainda a referir o Vice Campeão Europeu  em 2010 – Diogo Neves. Valores como Diogo Tocha, Diogo Fernandes, Bernardo Silva são também campeões Nacionais nesta nossa Família. Em termos de Títulos distritais coleccionamos troféus em todos os escalões, excepto juniores mas estamos a tempo. Histórico foi o título Nacional de Juvenis, em 2010, único que faltava ao SCP em todo o seu curriculum e ainda o de Escolares, conseguido também em 2010, de forma espectacular com 26 vitórias consecutivas e 399-74. Do ponto de vista de Selecções Distritais temos municiado esses grupos de trabalho todos os anos, de forma significativa, como sabe.
CA – Começamos pelos seniores e acabamos com os seniores. A 1ª divisão para quando? E o titulo nacional?
GDB – Vamos fazendo o nosso caminho caminhando e a passo certo. O objectivo é atingir o topo em 2014/15, mas os rapazes parece que pretendem antecipar, facto que nos criará ainda mais responsabilidades e motivação acrescidas. Deles dependerá o futuro do HP do SCP. Os títulos conseguem-se no momento certo e o timing obviamente que pertence ao que formos conseguindo na nossa evolução. Em 1º lugar há que garantir a primeira posição na III Divisão Sul e depois passaremos ao passo seguinte.


CA – Com a qualidade de Gonçalo Alves reconhecida por todos os agentes e amantes da modalidade, pela excelente época que está a realizar, não teme que o futuro do Gonçalo não passe pelo Sporting?
GDB – O futuro do Gonçalo Alves, usando as suas palavras públicas, na Comunicação Social, escrita e televisiva, parece passar pelo Sporting CP. Ele deseja participar neste Grupo que quer devolver o SCP à I Divisão Nacional. E é objectivo conjunto. Ele como os seus colegas assim o querem e respeitamos esta ambição colectiva. Ninguém é dono de ninguém, mas devo dizer-lhe que o Gonçalo Alves é um miúdo já muito crescido e com humildade que só não transparece para fora como muita gente pensa, porque não o conhecem pessoalmente. Tem uma família ponderada e que o sabe aconselhar. Como digo a todos, primeiro a escola porque o valor, quando existe, não se perde até aos 23-24 anos. Hoje em dia, infelizmente, o Hóquei em patins, não dá dinheiro para a pessoa pensar que pode viver desta profissão. Aquela máxima de “arranja-me um emprego”, volta a fazer sentido e aqui lembro-me dos meus amigos Chana e Sobrinho que ainda hoje mantém os empregos conseguidos pelo Sporting CP há 33 anos. E como sabe, foram duas figuras máximas do HP Nacional e que ganharam interna e externamente tudo o que havia para ganhar. Para Atletas com estatuto de Alta Competição e nos tempos difíceis que passamos,a nível Universal,  é impensável fazer do hóquei uma profissão de subsistência pessoal e familiar.
 CA – Para terminar resta-me agradecer a disponibilidade e fica o espaço aberto à sua disposição para dizer o que achar por bem aos visitantes deste espaço. Um abraço e votos de Boas Festas para si e para os Familiares e Amigos e claro saudações Leoninas.
GDB – Francisco, Boas Festas para si, para todos os visitantes deste excelente meio de comunicação e informação hoquístico. E que todos saibamos levar esta Modalidade a bom porto, usando um espírito construtivo. E mais uma vez obrigado, em meu nome e em nome do hóquei do SCP, pela oportunidade que nos deu em podermos compartilhar aqui um pouco do que somos e do que fazemos. Na história ficarão os feitos conseguidos.

Fotos: Blog "Juve Hóquei", Blog "Ok4ever" e João Pedro Vaz

domingo, 26 de Dezembro de 2010

OBJECTIVO 20 OU MAIS PONTOS


O SC Tomar chega ao final de 2010 e com uma dúzia de jornadas disputadas na 7ª posição com 15 pontos, fruto de 5 vitórias e 7 derrotas. A equipa de Nuno Lopes que manteve a espinha dorsal da época passada, tendo perdido Bruno Monteiro, que na minha opinião foi um dos melhores jogadores em conjunto com Gonçalo Favinha e Gonçalo Santos, e João Capitolino, que viu sempre o seu lugar "tapado" por Favinha e pela revelação da época passada Ivo Silva, reforçou-se segundo Nuno Lopes com os melhores jogadores num espaço de 50 quilómetros e  foram eles Rui Alves ex-UFE (muito pouco utilizado), João Lomba ex-J. Ouriense (utilizado várias vezes), Marcio Ornelas, guarda-redes ex-Porto Santo SAD (opção para vários jogos) e Nuno Domingues ex-SC Marinhense (um dos imprescindiveis).


A lutar pela manutenção conforme foi assumido pelos responsáveis Leoninos a equipa tem feito o que lhe compete quando joga perante o seu publico, ou seja vencer os adversários, excepção feita para os confrontos frente ao FC Porto e UD Oliveirense, equipas de outro campeonato. Jogar fora de portas tem sido o calcanhar de Aquiles da equipa de Nuno Lopes, apesar de uma excelente vitória em Barcelos, o resto tem sido derrota atrás de derrota e algumas por números exagerados como foi o caso de Valongo (5-0), Vale de Cambra (8-1), HC Braga (7-3) e contra o SL Benfica, actual líder (11-0). O único jogo em que a equipa verde e branca a jogar fora de casa, demonstrou a garra e ambição que mostra em Tomar foi frente ao Gulpilhares, num jogo que passou de 3-0 para 3-2 e no final ficou o amargo de boca de não ter conseguido pontuar.
Com 3 jornadas ainda por disputar na 1ª volta (SC Candelária e AD "Os Limianos" em casa - AA Espinho fora) a equipa de Nuno Lopes ambiciona chegar ao "dobrar" da prova com 20 pontos ou quiçá mais um ou outro e consolidar a posição no meio da tabela, sempre com 5, 6  pontos acima da "mítica" linha de água e encarar a 2ª volta com mais tranquilidade tendo em vista o objectivo traçado no inicio da época ou seja a manutenção.
Pode consultar todas as incidências/resultados/jornadas etc aqui num trabalho de Pedro Jorge Cabral do site "Clube União Micaelense".

quinta-feira, 23 de Dezembro de 2010

FELIZ NATAL - MERRY XMAS - FELIZ NAVIDAD


São estes os meus votos sinceros para todos os Visitantes, Familiares e Amigos.

Pode clicar aqui, para aceder a uma história de Natal, ou passada na época de Natal no longínquo Médio Oriente, com um alerta para quem tem carros Japoneses. HO HO HO, FELIZ NATAL :)

J. OURIENSE SEGUE EM FRENTE NA TAÇA


A Juventude Ouriense segue em frente na Taça de Portugal, ao derrotar ontem a AD Oeiras por 3-5. Recorde-se que este jogo tinha sido adiado pelo facto do ringue se encontrar impraticavel no dia 08 de Dezembro. Com esta vitória a equipa de Hélder Santos segue para a 3ª eliminatória que terá lugar no próximo dia 12 de Fevereiro, ainda sem equipas da 1ª divisão. Pela equipa Ouriense marcaram Filipe Almeida, João Capitolino, João Filipe, Diogo Oliveira e Hélder Ferreira.

Equipas apuradas para a próxima eliminatória da Taça de Portugal (Artigo 48º. – ponto 6.2.2).

ZONA NORTE:
2ª. Divisão:
Escola Livre O. Azemeis – HC Marco – HC Mealhada – Riba D’Ave HC – F. Nortecoope - CD Póvoa - CI Sagres
3ª. Divisão:
AA Coimbra – CDCucujães – E. Vigorosa S – CP Sobreira – AF Arazede – ACRP Vouga  ACR Santa Cita – Famalicense AC
Devido ao mau tempo, não se realizou o CSMarítimo (2ª.) – HCCarvalhos (2ª.) - Será realizado a 23 de Janeiro

ZONA SUL:
2ª. Divisão:
CD Paço Arcos – GD Sesimbra – S Alenquer B – BIR – HCTurquel – HC Tigres UDC Nafarros – CACO – J. Ouriense

3ª. Divisão:
CP Beja – J. Azeitonense – HC Vasco Gama – SCM Aljustrelense – FC Castrense – HCP Grândola - Sporting CP
   
RESULTADOS DA 2ª. ELIMINATÓRIA DAS EQUIPAS DA AP RIBATEJO:

ACR SCita – 8 – AD Sanjoanense – 7 – (com golo de ouro / 7-7 nos 50 minutos)
HC Tigres – 5 - HC Sintra – 4 – (com golo de ouro/ 4-4 nos 50 minutos)
ADOeiras – 3 – J. Ouriense – 5

Foto de arquivo: Luís

terça-feira, 21 de Dezembro de 2010

O ÚLTIMO VIOLINO DEIXOU-NOS NO DOMINGO

Morreu Correia dos Santos, o último «violino» do hóquei
Correia dos Santos, o último sobrevivente dos cinco violinos do Hóquei em Patins, morreu na madrugada de domingo, em Lisboa, com 84 anos.
Ao longo de toda a carreira, José Correia dos Santos jogou sempre no Paço de Arcos (Palo de Arcos Hóquei Clube, até 1944, e Clube Desportivo de Paço de Arcos, a partir de 1945, depois da fusão). Será na Igreja de Paço de Arcos que o seu corpo repousará em vigília, a partir das 17 horas. Também de lá sairá o funeral, às 11 horas desta segunda-feira, para o cemitério de Oeiras.
Correia dos Santos foi internacional português, capitão da Selecção nacional de hóquei, e com Emídio Pinto, António Raio, Edgar e Jesus Correia formou os «cinco violinos do hóquei».
Jogou hóquei em patins durante 19 anos, e passou também pelos campos de futebol com as camisolas do Paço de Arcos, do Estoril Praia e da CUF. Despediu-se oficialmente do hóquei em 1956, mas a pedido do clube continuou a jogar até 1960, altura em que tinha já 36 anos.

Correia dos Santos (Esquerda), Jesus Correia (Direita)
Dele escreveu Vítor Santos, antigo chefe de redacção de A BOLA, que era a maior fábrica de golos do Mundo.
A prová-lo, um impressionante currículo no qual foi 158 vezes internacional português, marcando 307 golos. Pela Selecção de Lisboa marcou 84 e pelo Paço de Arcos dizia ter perdido a conta a partir dos 2700.
Foi oito vezes campeão nacional, conquistou seis campeonatos do Mundo e outros tantos da Europa, para além de vários outros troféus e condecorações.

In Jornal "A Bola"

HÓQUEI JOVEM - CAMPEONATOS REGIONAIS


Antes de entrar na quadra natalícia realizou-se a 3.ª jornada e última da 1.ª volta das fases finais de Juniores, Juvenis e Infantis, com as classificações a ficarem cada vez mais clarificadas dando já indicações das equipas que irão lutar pelos primeiros lugares.
Em Juniores, o SC Tomar arrancou uma vitória preciosa em Valado de Frades, perante o BIR por 7-6, isolando-se na segunda posição. a um ponto do líder Turquel.
Quanto ao HC Turquel após o empate registado na 1.ª jornada frente ao BIR no reduto destes, averbou duas vitórias nos restantes encontros , a última das quais frente ao Ouriense por 7-3, o que os catapultou para a liderança com mais um ponto que o seu mais directo adversário, o SC Tomar.

Nos Juvenis, nota de relaçe a vitória do Turquel em Oliveira do Hospital por 3-2, quase que sentenciando o destino do FCO Hospital, e mantendo acesa a discussão pelo primeiro lugar com o Tomar que no passado Sábado venceu o J. Ouriense por 5-1, mantendo a invencibilidade e a liderança do grupo C com mais 3 pontos que os Turquelenses.No grupo D onde se disputa um lugar que dará acesso ao Nacional, o Tigres de Almeirim, sofreu uma derrota inesperada em casa do Santa cita, equipa que ainda não tinha averbado qualquer vitória nesta fase. Quando se julgava que a equipa Ribatejana já estaria com meio patim no Nacional, fruto da vitória em Coimbra frente à Académica, eis que este precalço vem pôr quase tudo na estaca zero.

Em Infantis a luta pelo primeiro lugar está praticamente entregue ao Santarém e ao Turquel. A formação da capital Ribatejana, venceu por 4-2 a equipa de Turquel, isolando-se na liderança do grupo “D” enquanto o Tomar conta por derrotas os jogos realizados nesta fase.
No grupo “E”, Águias e Lagonense praticamente garantiram as restantes duas vagas que ainda estão em disputa para o acesso ao nacional da categoria. Com o J. Ouriense a averbar derrotas nos jogos disputados, dificilmente conseguirá inverter o panorama a seu favor.
Resta-nos esperar pelo inicio do próximo ano para assistir às lutas e decisões que se aproximam, tanto pela luta aos títulos das diversas categorias, como pelo acesso aos lugares que ainda restam para o Nacional.

JUNIORES
1.º-HC TURQUEL, 7; SC TOMAR, 6; BIR, 4; J. OURIENSE, 0

JUVENIS
1.º- SC TOMAR, 9; HC TURQUEL, 6; FCO HOSPITAL, 3; J. OURIENSE, 0

INFANTIS
1.º-HC SANTARÉM, 6; HC TURQUEL, 3; SC TOMAR, 0

Pode consultar todos os resultados e classificações aqui num trabalho do site "Hockey Total"

segunda-feira, 20 de Dezembro de 2010

VENCER SEM CONVENCER EM NOITE VIRIL


A equipa do BIR, com excelentes executantes e alguns jovens de qualidade dominou por completo a primeira parte do jogo, e o empate 2-2 ao intervalo acaba por ser lisonjeiro para a equipa de Jorge Godinho, que apesar de muitos nomes individuais acabou por não mostrar conjunto.
A 2ª parte foi um jogo quezilento com muitas provocações até mesmo com algumas agressões de ambas as partes que passaram ao lado á  equipa de arbitragem, os Tigres com muita posse de bola mas sem soluções, tendo como mais valia o individualismo de uma equipe bem recheada de valores que com alguns bons pormenores conseguiram atingir o desejado pelos adeptos, que foi a concretização de mais dois golos.
Uma vez mais podem agradecer ao ultimo reforço das redes de Almeirim pois esteve soberbo na defesa de duas grandes penalidades e da 10ª e 15ª falta no segundo tempo sem contar com as varias oportunidades da parte do BIR.
O guarda redes do BIR também esteve muito bem foi talvez o melhor elemento desta equipa só não conseguindo mesmo defender o impossível.
Rui Cova entrou a meio da segunda parte e foi com este em campo que a equipa dos Tigres ganhou velocidade e partiu para mais uns belos momentos de hóquei até este ser suspenso após ter reagido a uma agressão que proporcionou  as duas equipas terem um jogador suspenso por dois minutos na mesma paragem de tempo estando a jogar com 3 jogadores de parte a parte.
Ora nesta situação, ambos os Técnicos/Delegados por desconhecimento das regras, deixaram correr o tempo de "power-play" com a ambas as equipas a jogar com menos um jogador, quando o ARTIGO 10º (“POWER PLAY” – DEFINIÇÃO E ENQUADRAMENTO NORMATIVO) ponto 1.2 diz: Sempre que – em simultâneo ou no mesmo momento de jogo – ocorrer a suspensão ou a expulsão definitiva do jogo do mesmo número de Jogadores de cada uma das equipas, a sanção de “Power-Play” não é aplicada, pelo que os Jogadores infractores podem ser substituídos por outros Jogadores.
Isto vem provar que muitas das criticas que são feitas aos árbitros são injustas até pelo facto do desconhecimento das regras por partes dos agentes desportivos e publico na sua maior parte.

Muitos foram os que se deslocaram a ver este grande jogo numa noite muito fria, de realçar a claque que não se calou um só minuto, e a presença de alguns árbitros na assistência.

Crónica: António Ribeiro
Foto de arquivo: Luís

TORNEIO INTER ASSOCIAÇÕES NATAL 2010


O 2º dia do Torneio de Natal - Viseu 2010, trouxe mais uma derrota para a selecção Ribatejana, desta feita frente à selecção do Porto. Com este resultado a equpa de Fernando Vaz quedou-se pela ultima posição. No entanto há que tirar conclusões positivas desta participação até pelo facto de terem estado presentes 3 equipas que lutam ano após ano pela vitória no Inter Regiões, e em particular Porto e Minho com um elevado numero de vitórias. A equipa do Ribatejo acabou por perder os jogos por 2 golos de diferença, o que apesar da derrota em si, demonstra que a equipa pode bater-se taco a taco com qualquer selecção.
A equipa Ribatejana foi constituída por: Carlos Silva (gr), Cláudio Pimpão (gr), Rafael Godinho, Guilherme Cunha, José Marques, Ricardo António, Tiago Godinho, André Graça, Gonçalo Domingues e Francisco Neves
Seleccionador: Manuel Vitorino, Técnico: Fernando Vaz

Pode conhecer todos os resultados assim como a classificação final aqui, num trabalho de Carlos Emidio Martins do Blog "Hóquei Regional".

Foto de arquivo: Blog "Hóquei Regional"

domingo, 19 de Dezembro de 2010

ÁGUIAS FAMINTAS DEVORAM LEÕES


Foi com uma vitória bem expressiva que o SL Benfica presenteou a equipa do SC Tomar neste que foi o ultimo jogo de 2010. A equipa de Nuno Lopes acabou por ser "cilindrada" pela equipa de Luís Sénica por um expressivo, ou quiçá conclusivo 11-0, mais um golo dos encarnados e poderia-se recorrer aquele antigo pregão «Oh freguês à dúzia é mais barato». Pelo SL Benfica marcaram Luís Viana (3), Diogo Rafael (2), Ricardo Pereira (2), Cacau (2), Tiago Rafael e Caio. Com este resultado as "Aguias" continuam lideres, ao passo que os "Leões" continuam na 7ª posição com 15 pontos. A próxima jornada no dia 08 de Janeiro de 2011, trás até ao Jacome Ratton o Candelária SC actual 4º classificado, num jogo com inicio marcado para as 1800 horas.
Na 2ª divisão sul, os Tigres terminam o ano na frente do campeonato depois da vitória (4-2) de hoje frente ao BIR. Leandro Santos (2), David Abreu e Bruno Januário foram os marcadores de serviço da equipa de Jorge Godinho, que chega assim ao final de 2010, com 33 pontos fruto de 11 vitórias e uma derrota (frente à J. Ouriense) e com mais 4 pontos que o 2º classificado HC Turquel. A próxima jornada dia 08 de Janeiro leva a equipa da Capital da Sopa da Pedra até Oeiras num jogo de elevado grau de dificuldade para os azuis e brancos de Almeirim.
Quanto à equipa da Juventude Ouriense que se deslocou a Nafarros, bastou um golo de Filipe Almeida para conseguir os 3 pontos e a manutenção da 5ª posição com 26 pontos. A equipa de Hélder Santos que na próxima jornada recebe em sua casa o AA Amadora, acaba assim o ano de 2010 numa posição tranquila e a fazer um campeonato sem sobressaltos, com uma equipa recheada de valores seguros e conjugando a experiência com a irreverência e juventude e acima de tudo utilizando vários jovens da sua "cantera".

Foto de arquivo: Site "Mundo do Hóquei"

sábado, 18 de Dezembro de 2010

INTER-ASSOCIAÇÕES NATAL 2010 - VISEU

 
Foram duas derrotas em outros tantos jogos o pecúlio da Selecção Ribatejana no Torneio Inter Associações Natal 2010, que decorre este fim de semana em Aveiro e que conta para além da Selecção do Ribatejo, com a anfitriã  de Aveiro, Minho e Porto.
A equipa sob a orientação técnica de Fernando Vaz perdeu o primeiro jogo frente ao Minho por 3-1. No jogo da tarde a equipa do Ribatejo viria novamente a conhecer o sabor da derrota desta feita frente a Aveiro por 5-3. O Seleccionador do Ribatejo, Manuel Vitorino, convocou para este Torneio, os seguintes atletas: Carlos Silva (gr), Cláudio Pimpão (gr), Rafael Godinho, Guilherme Cunha, José Marques, Ricardo António, Tiago Godinho, André Graça, Gonçalo Domingues e Francisco Neves.

Pode consultar os resultados deste torneio, assim como a classificação aqui, num trabalho de Carlos Emídio Martins do Blog "Hóquei Regional"

FEDERAÇÃO MOÇAMBICANA DE PATINAGEM


Depois de sucessivas alegrias vividas ao longo dos anos consubstanciados pelas presenças consecutivas em Campeonatos do Mundo do Grupo A e B, sendo de destacar o Mundial do Grupo B, em Montevideu, Uruguai-2006, onde Moçambique sagrou-se campeão, temos em 2011, o Mundial do Grupo A, em San Juan, Argentina, onde uma vez mais a Selecção Nacional é chamada a demonstrar a sua auto-estima tendo em vista o apuramento para os quartos-de-final, feito alcançado no mesmo país em 2001.

Com este site, ora criado, será uma janela de saída para Moçambique para todo o mundo divulgando o nosso hóquei.

É com esta mensagem que nos é dada as boas vindas ao site, que pode ser visitado aqui.

quinta-feira, 16 de Dezembro de 2010

LAR DOCE LAR


Nada como voltar a casa e ser novamente feliz. Depois de uma derrota copiosa em Cambra, a equipa de Nuno Lopes voltou a ser imperial no seu reduto, vencendo sem apelo nem agravo a formação de Porto Santo por claros 8-4.
Um inicio de jogo por parte das duas equipas com muitas cautelas, procurando acima de tudo salvaguardar o ultimo reduto, o encontro pouco teve de interessante até ao minuto 6 de jogo, quando Favinha numa jogada individual e de excelente recorte técnico enganou o guardião contrario. Estava inaugurado o marcador.
Com Favinha a desequilibrar, sendo um autentico quebra cabeças para a defensiva Madeirense, seria novamente ele a iniciar a jogada que daria o segundo golo, este marcado por Gonçalo Santos que de primeira sticou surpreendendo o guarda redes Portosantense, estavam decorridos 13 minutos de jogo.
O Portosantesense procurou então minimizar os estragos , mas os postes da baliza leonina  assim como o próprio Fábio, foram anulando as investidas forasteiras.
Com o Sporting a jogar em contra atque voltaria a ser Favinha a aumentar a vantagem aos 22 minutos, com uma sticada de meia distância que surpreendeu o guardião espanhol responsável pela baliza Madeirense.
E Favinha, que ontem fez uma primeira parte como há muito não se via, voltaria a pôr o Pavilhão ao rubro quando a um minuto do intervalo, numa jogada onde todo o seu potencial técnico veio ao de cima, marcou o 4.º golo leonino com magia pelo meio.
Mas como não há bela sem senão, logo na saída de bola o Portosantense marcaria o seu primeiro tento quando faltavam 40 segundos para o intervalo.


E se o primeiro período tinha sido excelente por parte dos Leões Tomarenses, pelo menos no que toca ao resultado registado, o começo do segundo tempo não poderia ter melhor inicio. Com um minuto decorrido Favinha não aproveita um LD a beneficiar os Leões. Se isto não bastasse, Nuno Domingues, desperdiça logo no minuto seguinte, uma GP permitindo a defesa do guarda redes contrário.
A equipa de Nuno Lopes entrou então em gestão de esforços, procurando em rápidos contra ataques surpreender a baliza adversária.
E este tipo de jogo foi dando resultados práticos. Ivo Silva não desperdiçou a oportunidade de facturar o 5.º golo através de um LD, havia 7 minutos decorridos.
Com o jogo partido, e onde a velocidade da equipa de José Querido começava a fazer mossa na formação leonina, seria ainda a equipa Tomarense através de Esteves a aumentar a vantagem para 6-1, numa jogada individual e de bom recorte técnico.
Mas quando se esperava que o Tomar soubesse gerir a vantagem no marcador, aproveitando algum desnorte dos jogadores madeirenses, aconteceu o inverso. Foi o Sporting a claudicar tanto defensiva como ofensivamente. Com os atletas leoninos a baixarem a guarda, foi a equipa de José Querido que procurou então, inverter o rumo dos acontecimentos.
O Portosantense fez o 2.º golo aos 16 minutos de jogo numa jogada de insistência. O 6-3 acontece aos 18 minutos numa sticada de meia distância e onde a defensiva leonina não está isenta de culpas.
Ivo Silva não aproveita um LD que o Sporting dispôs havia 20 minutos decorridos. E quem não marca sofre, como diz o povo, e seria o Portosantense a diminuir para 6-4 a diferença no marcador faltavam 2.34 para o terminus da partida.
Pairou então alguma apreensão no muito publico presente, uma vez que a equipa de Nuno Lopes não conseguia reagir aos golos que ia sofrendo.
Mas num ultimo fôlego, e aproveitando a subida da equipa madeirense que começou a acreditar ser possível inverter o rumo das coisas, Ivo Silva não desperdiçou um passe de morte que Favinha lhe endossou fazendo o 7-4 a 2 minutos do final do encontro.
E para terminar em beleza, pelo menos no que toca à exibição de Favinha, este não perdoou quando isolado perante o guardião forasteiro, fez o 8-4 a um minuto do apito do árbitro. Estava assim consolidada a vitória da equipa Tomarense que diga-se em abono da verdade ganhou de forma justa, mas sofreu por culpa própria.

SCTomar: Fábio Guerra (gr), Gonçalo Santos (1), Nuno Domingues, João Lomba, Gonçalo Favinha (4), Ivo Silva (2), Esteves (1), Orlando, Rui Alves e Márcio Ornelas (gr)

Crónica: António Sirgado
Fotos de arquivo: Barros Simões
Titulo: Cartão Azul

SC TOMAR VENCE E TIAGO BARROS PERDE


O SC Tomar goleou ontem em casa o Porto Santo SAD por 8-4 no jogo em atraso relativo à 11ª jornada. A vencer por 4-0 ao intervalo a equipa de Nuno Lopes entrou mais descontraida na 2ªparte permitindo um parcial de 4-4. Gonçalo Favinha com um 4 golos foi o marcador de serviço, Ivo Silva (2), Gonçalo Santos e Esteves apontaram os restantes golos da equipa verde e branca. Com este resultado o SC Tomar subiu uma posição na tabela classificativa sendo 6º com 15 pontos. Em breve a crónica do jogo num trabalho de António Sirgado.
Pode consultar os resultados dos jogos realizados ontem, assim como a classificação aqui, num trabalho de Pedro Jorge Cabral do site Clube União Micaelense.

Fora do ringue e segundo informação chegada à nossa redacção, Ivo Silva ao apontar dois golos, fez com que Tiago Barros rapasse o cabelo. Apostas, é no que dá :)

quarta-feira, 15 de Dezembro de 2010

TOMAR PROCURA VITÓRIA EM JOGO DE ATRASO


O SC Tomar acerta hoje o calendário, ao receber pelas 2100 horas no Pavilhão Jacome Ratton o Porto Santo SAD em jogo referente à 11ª jornada. A equipa de Nuno Lopes que vem de uma pesada derrota (8-1) em Vale de Cambra frente ao lanterna vermelha, e que no próximo sábado joga na Luz frente ao líder SL Benfica, tem hoje perante o seu publico oportunidade de juntar mais 3 pontos ao seu pecúlio, ciente no entanto que pela frente vai encontrar um adversário recheado de bons valores e que em caso de vitória nos dois jogos em atraso sobe à 5ª posição.
Estão assim lançados os dados para mais uma jornada de hóquei em patins em Tomar, e onde se espera que no final os verde e brancos possam sorrir.
Pode consultar a classificação da 1ª Divisão aqui, num trabalho de Pedro Jorge Cabral do site "Clube União Micaelense".

terça-feira, 14 de Dezembro de 2010

REGIONAL ESCALÕES DE FORMAÇÃO - 2ª FASE


O Sporting de Tomar em Juvenis mantém a liderança no Campeonato Regional ao vencer no passado Sábado, a formação do Turquel por 5-3, num jogo muito emotivo, com o destaque a ser repartido pelos guardiões das duas equipas que com um punhado de excelentes defesas evitaram males maiores para as suas equipas.
No outro jogo deste grupo o Oliveira do Hospital goleou o J Ouriense no reduto destes por conclusivos 13-2, igualando assim na tabela classificativa a equipa do Turquel.
Em Juniores o Turquel venceu de forma clara o SC Tomar por 9-5, assumindo a liderança da classificação a par do BIR que na deslocação a Ourém venceu a equipa local por 8-5.
Em Iniciados no Grupo “A” tudo para decidir quando faltam duas jornadas para o "terminus" da prova. Águias da Memória, Santa Cita e SC Tomar lutam pelas duas vagas em aberto para o Nacional. No Grupo “B” tudo mais sereno com o Turquel a dominar sem sobressaltos, e o HC Santarém logo atrás com um pé já no Nacional.


O HC Santarém deu um passo importante na revalidação do titulo Regional de Infantis ao vencer o HC Turquel por 4-2 no passado Sábado isolando-se na liderança da prova. O SC Tomar com derrotas averbadas frente ao Turquel e ao Santarém, praticamente hipotecou as hipóteses de alcançar o 1.º lugar neste escalão.

JUNIORES
HC TUQUEL, BIR, 4 pontos; SC TOMAR, 3; J OURIENSE, 0

JUVENIS
SC TOMAR, 6 pontos; FCO HOSPITAL, HC TUQUEL, 3; J. OURIENSE, 0

INFANTIS
HC SANTARÉM, 6 pontos; HC TURQUEL, 3; SC TOMAR, 0

Pode consultar todas as classificações da 2ª fase, assim como o Regional de Iniciados aqui, num trabalho do site "Hockey Total"

segunda-feira, 13 de Dezembro de 2010

ESTRELAS DE S.CITA NÃO BRILHAM EM ODIVELAS


O GC Odivelas recebeu o ACR Santa Cita (1º Classificado com 8 vitórias e apenas uma derrota) para a 10ª Jornada do Campeonato Nacional da 3ª Divisão Zona Centro e quem pensava que o jogo ia ser desequilibrado enganou-se por completo. Assistiu-se a um bom jogo de hóquei em patins, com jogadas de belo recorte técnico e com um resultado que deixou algumas pessoas com uma “azia” para curar nesta época natalícia.
O jogo iniciou-se com domínio dos visitantes, como lhes competia, tomaram conta da posse de bola e tentavam almejar a baliza do GC Odivelas, apesar de pouco objectivos, limitavam-se a remates de longe, o ACR Santa Cita ia controlando a posse de bola e o perigo rondava mais a baliza dos da casa, que se fechavam na sua defensiva e partiam em contra ataques que ponham os nervos dos visitantes em alta. O Santa Cita numa  jogada rápida chegou ao golo quando o GC Odivelas começava a equilibrar as coisas e pensou-se que estava dado o mote para a vitória dos forasteiros, mas puro engano, o golo sofrido deu mais alento aos da casa e depois de terem sofrido o golo tomaram conta do encontro e o perigo mudou de “campo” rondando por diversas vezes a baliza do Santa Cita. O ACR Santa Cita limitava-se a rematar de longe na maior parte das vezes pelo jogador nº 7 (excelente jogador e excelente carácter) e pouco mais fazia, enquanto os locais criavam perigo junto da baliza com jogadas rápidas de contra ataque e movimentações que deixavam a defesa adversária completamente baralhada, por isso não foi de espantar que o resultado ao intervalo fosse favorável ao GC Odivelas por 2-1 com golos de Pedro Gomes e Ricardo Nunes.


A segunda parte e ao contrario do que se esperava voltou a ter o controlo do GC Odivelas, o ACR Santa Cita não mostrou o porque de estar em 1º lugar e não encontrava soluções para entrar na bem estruturada defesa do GC Odivelas e rematava de longe numa clara intenção de “jogar para o chouriço”. Das poucas vezes que o ACR Santa Cita criou uma jogada com pés e cabeça conseguiu entrar na área do Odivelas e em 2 delas marcou golo (o segundo e o terceiro golo). O Odivelas pesar de ter sofrido o empate a 2, reuniu novamente as forças e chegou mesmo a vantagem de dois golos por intermédio de Pedro Gomes e Bruno Brito, mas deslumbrou-se com o resultado e foi apanhado de surpresa pelo ACR Santa Cita que empatou o jogo a 4 bolas quando faltavam apenas 2 minutos para o fim do jogo. Pairava no ar mais um empate para os da casa, mas André Costa fez questão de mostrar o porque de ser um dos mais perigosos atacantes a actuar na 3ª divisão e na marcação de uma falta voltou a colocar o GC Odivelas em vantagem e a estabelecer o resultado final em 5-4 a favor dos da casa.
Foi uma vitória sofrida, com muito empenho e dedicação, mas se não fosse assim não teria o mesmo sabor. O Campeonato para agora nesta época festiva e só volta no dia 08 de Janeiro de 2011 com um aliciante GC Odivelas vs AA Coimbra.

NOTA POSITIVA: O empenho e a força de vontade dos jogadores do GC Odivelas, os “ultra Odivelas” que foram o sexto jogador em campo e disseram presente sempre que foi necessário e por último para o jogador nº 7 do ACR Santa Cita que mostrou em campo ser um jogador de um nível muito elevado e com um enorme carácter.

NOTA NEGATIVA: Para o mau perder e falta de desportivismo do treinador adversário que no fim do jogo criou uma situação que era de todo evitável. Esse senhor antes de agir deveria de pensar nas coisas que faz, mas como é seu habito demonstrou não ter “estômago” para digerir uma derrota que certamente não contava, pois pelo seu ar altruísta durante o jogo todo pensava que a vitória iria surgir mais cedo ou mais tarde. Como diz o outro “os maus actos ficam para quem os praticam…”  e para o fraco hóquei apresentado pelo 1º Classificado que não mostrou argumentos dentro de campo que justifiquem a classificação que detêm.

Pelo GC Odivelas jogaram e marcaram :

5 inicial : Tiago Marques (GR); Ricardo Nunes (1); Hugo Alcobia; Pedro Gomes (2) e André Costa (1)
Jogaram ainda : João Montez; António Saraiva e Bruno Brito (1)
Não utilizados: Paulo Nunes (gr) e Rui Chorincas

Pode ver ou rever o jogo na integra na GCO TV, que mais uma vez transmitiu em directo graças ao trabalho de João Rocha e Nuno Morais que filmaram o jogo.

Crónica: Paulo Nunes

domingo, 12 de Dezembro de 2010

UNIÃO VOLTA A SORRIR, STA CITA NEM POR ISSO


Foi difícil chegar ao primeiro golo, já muitos minutos tinham passado depois do apito inicial, mas antes do final da 1ª parte ainda havia de chegar o segundo golo. Com 2-0 ao intervalo tudo foi muito mais fácil para a equipa de Jorge Godinho, que no segundo tempo fizeram mais sete golos, consentindo apenas um. Com este resultado obtida na Ilha de São Miguel nos Açores frente ao CD Santa Clara e aproveitando o empate caseiro (4-4) do Oeiras frente ao vizinho Parede, os Tigres além de manterem o 1º lugar com 30 pontos, ainda aumentaram a distância para os segundos classificados AD Oeiras e HC Turquel que já estão a 4 pontos. Pela equipa azul e branca marcaram João (Patigol) Patrício (2), Leandro Santos (2), David Abreu (4) e Ricardo Silva. Pode ver ou rever todo o jogo aqui, num (mais um) excelente trabalho da "Brunim TV".
Em Ourém, a equipa da Juventude sofreu a bom sofrer para levar de vencida a equipa do GD Sesimbra, que chegou a estar na frente do marcador. Aliás como tínhamos alertado na antevisão da partida, esta equipa de Sesimbra é um excelente conjunto, com excelentes e experientes jogadores, bem orientada e o lugar de ocupam na tabela classificativa (10º) não é o reflexo disso. Mas a equipa da J. Ouriense também ela constituída por excelentes jogadores, alguns jovens promissores que se "misturam" com a experiência de outros, aliada à garra que a "cantera" mete em cada partida, com Helder Santos ao leme e a rumar para bom porto, conseguiu dar volta às dificuldades e a desvantagem e no final pode sorrir com a vitória por 6-5, e com mais 3 pontos e a manutenção da 5ª posição com 23 pontos. Marcaram pela equipa Ouriense, Filipe Almeida (2), Pedro Almeida, Eurico Simões, Diogo Oliveira e João Silva.



Na 3ª divisão centro, a surpresa chegou de Odivelas onde o líder ACR Santa Cita averbou a segunda derrota no campeonato, e viu o FCO Hospital (2º classificado), que venceu em casa o FC Bom Sucesso por 5-2) aproximar-se na tabela classificativa, sendo agora apenas um ponto que separa as duas equipas. Quanto ao jogo em si, entrou melhor a equipa de Luis Miguel Cunha a jogar bem a trocar a bola e como resultado desse ascendente Rui Oliveira viria a inaugurar o marcador. A jogar perante o seu público o GC Odivelas não baixou os braços e sob a batuta de André Costa (excelente jogador) viria a dar a volta ao marcador e chegar ao intervalo a vencer por 2-1. Na 2ª parte a equipa de Santa Cita viria a empatar, mas a equipa da casa continuou à procura da vitória e marcaria por mais duas vezes colocando o "score" em 4-2. Foi então a vez do Santa Cita puxar dos galões e voltar a empatar a contenda, 4-4 faltavam cerca de dois minutos por o "terminus" da partida, tempo suficiente para a equipa da casa marcar o golo da vitória e acabar com uma série de empates caseiros. A equipa da Aldeia Ribatejana do Hóquei em Patins continua em primeiro como foi dito anteriormente com 24 pontos. Pelo Santa Cita marcaram Rui Oliveira, Nuno Nobre, Tiago Pereira e André Conde. Pode ver ou rever o jogo aqui, num trabalho do site "GC Odivelas"
Em Vale de Lobos o União FE regressou às vitórias frente ao GDR Lobinhos. 5-9 foi o resultado final para a equipa de Cajé/Simões e um salto na tabela classificativa para a 3ª posição ex-aequo com a AA Coimbra com 19 pontos e a 5 do líder.
A equipa da cidade ferroviária que se debate com algumas lesões no plantel como é o caso de João Mendes e Hugo Saboga, aliada a motivos profissionais de alguns atletas que tem impedido de dar o contributo à equipa soube assim contornar todas essas dificuldades e conquistar os 3 pontos. Pode ler a crónica do jogo aqui, num trabalho do site "EOL - Entroncamentoonline". Agora vem a pausa inerente a esta quadra festiva que atravessamos e o campeonato só regressa dia 08 de Janeiro de 2011, logo com um "escaldante" União FE (3º) vs FCO Hospital (2º), sendo a ultima jornada da 1ª volta.

VETERANOS DO SC TOMAR VENCEM EM CASA


Decorreu, na passada quarta-feira, dia 08 de Dezembro de 2010, no Pavilhão Jacome Ratton, o I Torneio de Hóquei em Patins. O seu objectivo foi homenagear o Hóquei Veterano. Com um pavilhão bem composto, o torneio teve inicio às 10 horas.
O primeiro jogo colocou frente a frente a equipa do SCT e o HC Sintra. A equipa Casa levou de vencida os homens que viajaram de Sintra.
No segundo jogo, entrou em campo a experiente equipa da CUF que tinha como tarefa tentar vencer a ainda jovem equipa do UFE. No entanto, tal facto acabou por não acontecer.
Durante a tarde, disputou-se o 3º e 4º Lugar entre o Sintra e a CUF, com a vitoria a pertencer à CUF. Na Final, entre os vizinhos SCT e UFE, a Vitória coube ao Sporting Clube Tomar.


Os Veteranos do SCT AGRADECEM O EXCELENTE TRABALHO pela DIVULGAÇÃO do HÓQUEI em PATINS a:  Sporting Clube Tomar ,Jornal O Templario, Jornal Cidade Tomar, Cartão Azul, Pluriports, Clube União Micaelense, Mundook, Patinslover e Hoquei Regional.

Classificação
1º SC Tomar
2º U.Entroncamento
3º CUF
4ºHC Sintra

Informação/Fotos: Blog "Veteranos SC Tomar"
Montagem/Titulo: Cartão Azul

sábado, 11 de Dezembro de 2010

A INFORMAÇÃO NEM SEMPRE É CORRECTA


Para quem tem por hábito passar pelos Sites/Blogues para saber quais os jogos que vão decorrer no fim-de-semana, no que diz respeito aos escalões de formação, tem nesta época encontrando alguns problemas para saber ao certo quais serão esses jogos.

Há uns tempos para cá, com o aparecimento do Blogue "Hóquei Regional" a informação disponibilizada melhorou qualitativa e substancialmente e passamos a ter ali uma fonte fidedigna para obter a informação atrás citada. No que diz respeito aos jogos da Juventude Ouriense já o Blogue "Juventude Ouriense OK" vem disponibilizando desde o inicio dos campeonatos a "Agenda da Semana" onde podemos verificar quais os jogos das equipas jovens de Ourém.

Sem querer entrar, nem gerar polémicas, mas sim apenas alertar para o facto, para que o mesmo possa ser corrigido, evitando desta maneira situações que podem gerar confusões, penso que a partir do momento em que a AP Ribatejo disponibilizou os calendários e as classificações, as mesmas devem ser as correctas, as que reflectem as alterações que possam vir a existir nos calendários, seja da ordem dos jogos seja das datas, para que não de azo a situações como já aconteceram em que as equipas estão presentes, mas não o arbitro, pois por "desconhecimento" do jogo ninguém foi nomeado.

Mais uma vez e frisando o facto de este post não ser para gerar polémica, pretendo no entanto com o mesmo, que sirva para alertar quem de direito para a importância da informação disponibilizada no site oficial da Associação seja a correcta e que reflicta todas as alterações que surjam nos jogos dos diversos campeonatos.

Informação: APR - Iniciados Série A
Informação: APR - Iniciados Série B

Nota: Clique na imagem para ampliar

sexta-feira, 10 de Dezembro de 2010

"LOBINHOS" NO REGRESSO ÀS VITÓRIAS???


O SC Tomar adiou o jogo da 11ª jornada frente ao Porto Santo SAD, para o próximo dia 15 de Dezembro, num jogo que terá lugar no Jacome Ratton e com inicio marcado para as 2100 horas. A equipa de Nuno Lopes é o actual 8º classificado com 12 pontos menos um que o adversário que no entanto tem menos um jogo.


Na 2ª divisão sul o líder HC "Os Tigres" desloca-se até ao arquipélago dos Açores, mais propriamente até à Ilha de São Miguel para defrontar o penúltimo classificado CD Santa Clara, num jogo que pode ser visto na "Brunim TV" a partir das 1800 horas. A equipa de Jorge Godinho que hoje voltou a ter Rui Cova à sua disposição depois da reintegração do atleta no plantel, como foi dito anteriormente lidera a zona sul com 27 pontos.


A equipa da Juventude Ouriense tem mais um jogo difícil, desta feita frente ao GD Sesimbra, que apesar da modesta 9ª posição, é sempre um adversário de respeito. A equipa de Hélder Santos terá então que no Municipal de Ourém colocar em jogo toda a sua qualidade aliada para tentar levar de vencida a equipa de Sesimbra e para isso também poderá contar com o seu publico, inexcedível no apoio que dispensa à equipa. A equipa de Ourém é o actual 5º classificado com 20 pontos menos 7 que o líder Tigres.


Na 3ª divisão centro, a ACR Santa Cita tem uma deslocação que poderá revelar-se complicada, se a equipa de Luís Miguel Cunha entrar em facilitismos, pois vai ter pela frente uma equipa aguerrida, bem orientada e onde André Costa poderá ser um verdadeiro quebra cabeças para a defesa de Santa Cita. O jogo com inicio marcado para as 1900 horas poderá ser visto no site do GC Odivelas. O Santa Cita é líder com 24 pontos, mais 4 que o FCO Hospital (2º) e 6 que AA Coimbra (3º).


Por fim o União FE viaja até Vale de Lobos para defrontar o GDR "Os Lobinhos", depois de 3 derrotas consecutivas. A equipa de Cajé/Barros depois de digerido o desaire frente ao Vialonga poderá aproveitar este jogo para voltar ao caminho das vitórias e não perder de vista o trio da frente, sabendo de antemão que irá encontrar um adversário valoroso e com experiência que perante o seu publico tudo fará pela conquista dos 3 pontos. A equipa alvi-negra ocupa a 4ª posição a 8 pontos da equipa de Santa Cita.

Fotos de arquivo: Barros Simões e Luís

RUI COVA REINTEGRADO


Segundo informação recebida no Cartão Azul e de fonte fidedigna, a direcção do HC "Os Tigres" decidiu reintegrar Rui Cova no plantel sénior da equipa. Recorde-se que Rui Cova e Ivo Saldanha tinham sido dispensados pelo clube de Almeirim como foi aqui noticiado.

J. OURIENSE - A OPINIÃO DE CARLOS CLEMENTE

Com os regionais dos escalões de formação na 2ª fase, o Cartão Azul deu um salto até Ourém para falar com Carlos Clemente, administrador do Blog "Juventude Ouriense OK", para falar do desempenho das equipas da J. Ouriense, dos prós e contras deste novo modelo de campeonato, entre outras coisas.
CA - Bom dia Amigo Carlos, e em primeiro lugar obrigado pela disponibilidade. Com Juniores, Juvenis apurados para os Nacionais da categoria, e os Infantis com fortes hipóteses de ocuparem uma das duas vagas ainda em aberto, podemos dizer que foi um regional de sucesso para as cores Ourienses?
CC - Caro amigo, poder-se-á dizer que sim, que é um sucesso. O esforço que tem sido desenvolvido, tanto por esta direcção como pelas as anteriores, com a colaboração de alguns pais, e também por parte dos treinadores, que em conjunto, tentam arranjar soluções para que as dificuldades que se apresentam no dia a dia, e no tempo que atravessamos, de uma crise imensa, tem sido compensado por uma casta de miúdos tanto a nível de Juniores como de Juvenis que de algum tempo a esta parte têm dado algumas alegrias, proporcionando-nos com a sua postura, a presença nos Nacionais.
Nestes dois escalões, a maior parte destes jogadores já se conhecem e tendo eles uma postura competitiva elevada, tem sido louvável a forma como eles vão ultrapassando as dificuldades, sem menosprezo por ninguém e com o respeito que a todos é devido, competindo com o Sporting de Tomar e HC Turquel, clubes com elevado nível estrutural, onde dão á organização e á captação uma especial atenção. Com o tempo espero que o JO também consiga atingir este patamar. Poderia dizer muito mais sobre eles, mas penso que quem acompanha o Hóquei conhece, e sabe dos valores de que falo. Os Infantis, recheados com miúdos com um grande valor, espero que também eles consigam atingir o Nacional.


CA - A equipa de Iniciados acaba por ser a equipa que teve uma prestação menos meritória, qual terá sido o motivo dessa prestação?
CC - Esta equipa, também ela com bons valores, não tem sido capaz de ultrapassar as dificuldades com que se tem deparado, não conseguindo manter a necessária consistência para atingir os resultados que todos gostaríamos.
CA - Com estes resultados nos Juvenis e Juniores podemos dizer que a linha de continuidade tendo em vista a equipa sénior está assegurada no clube?
CC - Em conversa com alguns responsáveis, esse é o objectivo do clube, ter na equipa sénior jogadores que na sua grande maioria sejam oriundos da formação do clube. Actualmente a equipa sénior conta no seu plantel de 13 jogadores, com 6 jogadores da casa (Hélder, João Filipe, Luís, Márcio, Gonçalo e o João André). Alguns deles derivado á carreira académica não podem contribuir com a assiduidade que seria desejável e que os próprios desejariam. Relativamente á continuidade destes jovens (Juniores e Juvenis) rumo á equipa sénior, se a carreira académica o permitir penso que sim a continuidade está assegurada, bastando para isso que se congreguem esforços tanto da parte dos atletas como dos responsáveis do clube. Embora saibamos que não é tarefa fácil.


CA - Sendo o 2º ano que este modelo de Regional está implantado, que prós e contras trouxe o mesmo?
CC - Do ponto de vista da competitividade, foi sem dúvida bastante benéfico, podendo dizer-se mesmo excelente. A rodagem e a experiência que se adquire jogando com equipas de nível superior, permite também elevar os nossos níveis de competitividade e performance, transformando-se, por vezes, em agradáveis surpresas. A nível de organização entre Associações, bem como a nível individual das mesmas, têm de melhor muito, apesar do esforço que se lhes reconhece. Não podemos, de forma alguma, assistir a situações de, pura e simplesmente, não haver árbitros nomeados para jogos do escalão de Juvenis, e noutros casos aparecerem 2 árbitros para apitar o mesmo jogo. Espero que se vá evoluindo no sentido de sanear este tipo de situações, que em nada dignificam o hóquei.


CA - Agora que começaram as segundas fases, quais as equipas que partem na "pole-position" para a conquista dos respectivos escalões?
CC - Depois de saber os resultados da 1ª Jornada, continuo a manter a mesma ideia que tinha. A nível de juniores o HC Turquel, pelo seu historial e também pela equipa que apresenta será o principal favorito, mas penso que os outros 3 concorrentes terão uma palavra a dizer, a ver vamos!!! Nos Juvenis, e pela ordem natural das coisas, o Oliveira do Hospital é o principal favorito, mas tanto o Turquel, como o Sporting Tomar poderão também eles, ter uma palavra a dizer, colocando o meu JO como um outsider que as outras equipas não poderão menosprezar.
Nos Iniciados, os "Águias" da Memória, será o conjunto com mais qualidade para vencer o Campeonato, contado logo de seguida e mais uma vez com a forte oposição do Turquel. Nos Infantis, mais uma vez o Turquel e o HC Santarém, apresentam-se como favoritos a esta prova, inclinando-me mais para o HC Santarém, por ser praticamente a mesma equipa que o ano passado foi Campeã.

Fotos: Blog "Juventude Ouriense OK"