sexta-feira, 7 de Janeiro de 2011

ELES AÍ ESTÃO DE VOLTA, OS NACIONAIS


Passada que está a Quadra Festiva, regressam os Campeonatos Nacionais de Hóquei em Patins e com eles jogos de grau de dificuldade acrescida para algumas das equipas Ribatejanas. Começando pelo escalão maior, o SC Tomar recebe no Jacome Ratton o Candelária SC, 4º classificado e apenas com um derrota e uma das equipas segunda as palavras de Nuno Lopes está com a manutenção assegurada a par da Oliveirense, ficando FC Porto e SL Benfica para a disputa do ceptro e as restantes doze para lutar pela manutenção «(...) Quanto à manutenção, acho que a Oliveirense e o Candelária estão fora do grande pote de 12 equipas que vão lutar jogo a jogo até ao último apito.(...)». Assim sendo antevê-se um jogo difícil para a equipa verde e branca, que terá que apelar a toda a concentração, aliada à técnica e finalização e funcionar num todo para poder levar de vencida a equipa Açoriana.


Na 2ª divisão sul, o líder da tabela classificativa HC "Os Tigres" desloca-se a Oeiras para defrontar a equipa da AD Oeiras num jogo com inicio marcado para as 1800 horas. A equipa de Jorge Godinho defronta o 4º classificado, ex-primodivisionário, num jogo difícil, num pavilhão onde o publico é incansável no apoio à sua equipa e que funciona como 6º jogador. Recorde-se que estas duas equipas já se defrontarem esta época, mais propriamente no Torneio das Vindimas, organizado pelo HC "Os Tigres" tendo a equipa da linha vencido por 4-2, relegando a equipa da casa para a disputa do 3º e 4º lugar. Assim sendo será um jogo de "tripla" mas de extrema importância para a equipa azul e branca que após este jogo, recebe no fim de semana seguinte o HC Turquel.


Em Ourém pelas 2100 horas terá inicio o jogo que porá frente a frente J. Ouriense e AA Amadora, numa partida onde a equipa orientada por Hélder  Santos parte como favorito para a obtenção dos 3 pontos e já conhecedora do resultado em Oeiras poderá subir à quarta posição, ou mesmo à terceira caso o Paço de Arcos tropece em Campo de Ourique. A equipa da Amadora que apenas fez um ponto fora de casa (3-3 no BIR), é no entanto uma equipa "incomoda" que por norma "vende" caro as derrotas, no entanto a jogar perante o seu publico e no Municipal de Ourém a Juventude parte nitidamente na frente.


Na 3ª divisão a ACR Santa Cita regressa a casa depois do desaire em Odivelas, para receber o HC Lourinhã numa partida onde parte na "pole-position" para garantir o triunfo e manter a liderança e esperar que o FCO Hospital "caia" no Entroncamento para aumentar a diferença pontual para o vice-líder. No entanto e como todos sabemos não existem vencedores antecipados e a equipa da Lourinhã costuma ser um "osso" duro de roer quando se desloca a Santa Cita. A equipa de Luís Miguel Cunha que viu no inicio da semana o seu pupilo David Vieira ser atingido por uma bola que lhe partiu a cana do nariz, podendo ser um elemento com que não possa contar para este embate, tem no entanto trunfos suficientes para atingir o objectivo principal, a vitória e a manutenção da liderança.


No Entroncamento jogam terceiro e segundo classificados, e a equipa de Cajé/Barros Simões depois da vitória em Vale de Lobos quererá de certeza regressar às vitórias perante o seu publico, ciente no entanto que do outro lado está uma equipa que apenas conheceu o sabor da derrota uma vez e que está recheada de jovens talentos e que não viram a cara à luta e que querem manter-se nos lugares de subida. A equipa alvi-negra por seu turno para além do desejo de regressar às vitórias, tem o objectivo de não deixar fugir os dois primeiros classificados e manter intactas as aspirações à subida, e nesta ultima jornada da 1ª volta a equipa da Cidade Ferroviária a jogar no Albano Mateus que tem estado sempre muito bem composto e com os adeptos a apoiar do primeiro ao ultimo minuto, poderá manter vivos esses intentos.

Fotos de arquivo: Barros Simões

1 comentário:

Anónimo disse...

UFE Vamos limpar tudo