segunda-feira, 31 de Janeiro de 2011

REPORTAGEM - TIGRES DE ALMEIRIM


O Diário desportivo "Record" publicou ontem na sua edição on-line uma reportagem de vídeo, que pode ser vista aqui, sobre o HC "Os Tigres". A reportagem foi efectuada no decorrer e no final do HC Tigres vs HC Turquel e contem entrevistas com Carlos Taborda, presidente da colectividade, Jorge Godinho, treinador, Bruno Ribeiro, atleta e Drex um dos elementos da claque "Ultras-Almeirim".

DUELO IBÉRICO NA PRIMEIRA FASE


Portugal e Espanha, eternos rivais no hóquei em patins, vão defrontar-se na primeira fase do Torneio de Montreux, que decorre entre 20 e 24 de abril, na Suíça.
Portugal jogará com a Espanha o encontro que decidirá o vencedor do grupo. Esperamos, naturalmente, ficar em primeiro lugar, numa partida que será diferente da final do Campeonato da Europa", desejou Rui Neto, selecionador nacional.
O técnico realçou o facto da Seleção ser detentora do troféu e de entrar sempre no campo "para ganhar", mas reconheceu qualidades aos adversários: "Argentina e Espanha são sempre formações fortes. França e Angola lutarão pelo segundo lugar".
Além da Espanha, Portugal vai defrontará no Grupo A a Alemanha e o HC Montreux, enquanto o Grupo B será disputado entre Argentina, França, Angola e Macau.
O selecionador português divulgará os convocados a 31 de março, estando previsto um estágio de cinco dias a partir de 15 de abril.

In Record on-line

domingo, 30 de Janeiro de 2011

2º TORNEIO INTER-ZONAS

O Torneio Inter-Zonas é um acontecimento importante na vida desportiva e na evolução dos jogadores enquanto homens e atletas. Este evento, além de promover um ambiente de competição saudável e cooperante, é um projecto que promove a observação e evolução dos demais atletas participantes, já que é também um encontro de muitos treinadores, pais e dirigentes.

O torneio consiste numa pequena competição com o formato de "Final-Four" entre quatro conjuntos de atletas, provenientes de quatro selecções que dividem o Distrito de Lisboa: Centro, Oeste, Cascais e Sintra. A competição é disputada entre todas estas selecções zonais, a nível masculino e feminino e inclui a participação de jogadores que estejam escalonados no 2º ano de Infantis ou no 1º ano de Iniciados.


Este ano, toda a atenção que este evento merece é também congratulada com transmissão televisiva de que vai ser alvo, levada a cabo pela AP Lisboa TV, a televisão oficial da Associação de Patinagem de Lisboa, ao longo de todo o fim-de-semana, assegurando a transmissão de todos os jogos e desenvolvendo vários espaços de opinião e várias rúbricas ao longo de todo o evento. A transmissão é feita em directo no site: http://www.aplisboa.com/

Como tal, e porque considero que todos vocês constituem importantes agentes de comunicação no nosso mundo do hóquei em patins, venho então pedir-vos que divulguem o evento nos vossos espaços de comunicação assim que tiverem oportunidade, em prol do sucesso do mesmo e de uma maior visualização de todos os atletas.

Informação: Pedro Gonçalves - APLisboa TV

TIGRES SOFREM NA PAREDE


Para o SC Tomar a 2ª volta do Nacional da 1ª divisão, começou como a 1ª, ou seja com uma derrota com contornos de goleada. Desta feita e a jogar perante o seu publico a equipa de Nuno Lopes foi incapaz de levar de vencida a equipa que viajou da cidade dos Arcebispos e pode diz-se que o SC Tomar viu Braga por um canudo e os três pontos incluídos. Começou melhor a equipa verde e branca que inaugurou o marcador por Nuno Domingues aos 8 minutos do primeiro tempo, a partir daqui só deu Braga que ao intervalo já vencia por 1-4. O SC Tomar ainda viria a reduzir novamente por Nuno Domingues na altura para 2-6, para o ver o Braga chegar ao 2-8 e já em cima do apito final Tiago Barros estabeleceria o resultado final 3-8. Com esta derrota o SC Tomar manteve a 9ª posição com 18 pontos e na próxima ronda desloca-se ao recinto do FC Porto.


Na 2ª Divisão Sul os Tigres venceram na Parede pela margem mínima (2-3), num jogo onde a equipa de Jorge Godinho acabou com o coração nas mãos e a "tremer". Bruno Januário, Rui Cova e Carlos Trindade apontaram os golos da equipa azul e branca, ao passo que Gonçalo Ferrão (ex-Tigres de Almeirim) fez o primeiro golo da equipa da casa e a assistencia para o segundo golo. Para a história fica a vitória da equipa da Capital da Sopa da Pedra que aumentou a distância para o 4º classificado AD Oeiras que foi surpreendido em casa pelo vizinho Paço de Arcos que mantém a 2ª posição com 40 pontos, mais um que os Tigres e menos um que o líder Turquel que venceu o HC Sintra por 7-2. Na próxima jornada os Tigres recebem o Algés, com os ouvidos colados em Paço de Arcos, onde se disputa o jogo da jornada CD Paço de Arcos vs HC Turquel.


Em Algés a Juventude Ouriense continuou a senda das derrotas e desta feita pela margem mínima (4-3). A equipa da casa que na primeira volta já havia ameaçado tendo inclusive estado na frente do marcador, consentido perto do final o empate 4-4, desta feita não facilitou e venceu mesmo a equipa de Hélder Santos. Pela equipa Ouriense marcaram Pedro Almeida, Filipe Almeida e João Capitolino. A J. Ouriense mantem a 5ª posição com 29 pontos, e na próxima jornada recebe o CACO.


Na 3ª Divisão Centro, a ACR Santa Cita não aproveitou o jogo em atraso para se isolar na liderança da classificação e empatou (3-3) no recinto do GDR "Os Lobinhos". Com este empate a equipa de Luís Cunha soma 28 pontos os mesmos que AA Coimbra e mais dois que FCO Hospital o próximo adversário em jogo marcado para dia 05 de Fevereiro pelas 1800 horas no Pavilhão de Santa Cita.

Para a mesma zona o União recebe no próximo dia 05 igualmente às 1800 horas no Albano Mateus o FC Bom Sucesso.
 
Fotos: Tiago Barros, J. Ouriense, Barros Simões; Zig

sábado, 29 de Janeiro de 2011

INICIADOS FCB VENCEM REGIONAL DE AVEIRO


A equipa de Iniciados do FC Bom Sucesso recebe amanhã no seu pavilhão o HC Viseu, para o ultimo jogo do Regional da AP Aveiro. A equipa de Aradas conta por vitórias todos os jogos realizados (13 jogos x 13 vitórias x 98 golos marcados x 23 sofridos x 39 pontos), Com o titulo de campeão já no "bolso" resta agora saber se os jovens do FC Bom Sucesso fazem o pleno.
Fica o convite para todos os amantes da modalidade, sócios e adeptos do Bom Sucesso se deslocarem ao Pavilhão, amanhã pelas 1100 horas e assistirem à festa de consagração do Campeão Regional de Aveiro e presenciar um feito que ficará gravado a ouro no historial do clube no caso de vitória.

Cartaz retirado do Blog "FCB - Hóquei"

1º CENTRO DE TREINOS DA SELECÇÃO NACIONAL


Aí está a primeira convocatória para o Centro de Treinos da Selecção Nacional, tendo em vista os Europeus Feminino e de Sub-17 e o Mundial de Sub-20. Os estágios terão lugar no Pavilhão Municipal do Luso dias 07, 08 e 09 de Fevereiro para a Selecção Nacional Feminina e 14. 15 e 16 para os Sub-17 e Sub-20.

Nota: Clique na imagem para ampliar

sexta-feira, 28 de Janeiro de 2011

AJUDEM O HOCKEY CLUB SINTRA

O Hockey Club de Sintra atravessa a maior crise de sempre, um momento financeiro muito grave e de gestão desportiva de tal modo ruinosa que não há memória na história deste notável...

Depois da saída do capitão, do sub-capitão e treinador adjunto, que bateram com a porta (homens com mais de década e meia de emblema ao peito) e, segundo consta, de mais alguns que se seguirão brevemente, está agora comprometida a participação da equipa sénior no embate frente ao Turquel no próximo sábado e talvez para o resto da época desportiva 2010-2011, já que dos seis seniores disponíveis, dois são guarda-redes deixando o plantel somente com 4 jogadores de campo, facto que não augura um futuro risonho à equipa, neste campeonato nacional da 2ª Divisão Zona Sul.

A falta de cumprimento dos compromissos assumidos para com os jogadores, treinadores e mecânico que, nalguns casos, acumulam cerca de 15 ou mais meses de ordenados em atraso, a constante ausência da direcção junto do plantel e a impotência e incapacidade demonstrada para resolver obrigações, são as causas do mal estar geral que alastra por todos os intervenientes desportivos dentro do Clube, o que obriga a decisões extremadas com consequências desportivas imprevisíveis até final da época em curso.

Uma equipa sénior que se orgulha de ser composta em cerca de 80% por atletas formados no Clube e que tem como objectivo a formação (que, aliás, recomeçava a fazer justiça à tradição e que por sinal acaba de conquistar mais um título Distrital em Infantis), não pode deixar amargurada sócios, pais, jogadores, treinadores, seccionistas e mecânico, que assistem impotentes a este desmoronar anunciado.

À Direcção exige-se que esteja à altura das suas obrigações e compromissos, não deixando o Clube cair num poço sem fundo que o aproxima dum fim inglório. Para onde queremos levar este Clube com uma tradição tão rica e honrosa, cheia de sucessos e glória? O Hockey Club de Sintra não pode ser maltratado... Quem assumiu o compromisso de servir o Clube tem de zelar por ele como seu filho fosse...

A TODOS, PEÇO: AJUDEM O HOCKEY CLUB DE SINTRA...!

Da responsabilidade de um Sócio que prefere não se identificar...

Texto extraído na íntegra do site “Clube União Micaelense

AMANHÃ COMEÇA A 2ª VOLTA

Esperam-se momentos como este amanhã no Jacome Ratton
Amanhã dia 29 de Janeiro, é dado "o tiro" de partida para a segunda volta dos Nacionais da 1ª e 2ª Divisão. Em Tomar pelas 1800 horas o Sporting local recebe o HC Braga, numa partida dirigida por Luís Inácio e Gonçalo Correia, e António Gameiro como 3º arbitro. A equipa de Nuno Lopes ocupa a 9ª posição com 18 pontos, os mesmos do adversário de amanhã que se encontra na posição imediatamente acima. Na 1ª volta a equipa Nabantina foi derrotada na Cidade dos Arcebispos por um expressivo 7-3, agora a jogar perante o seu publico, com um pavilhão que à imagem de outros jogar deve estar cheio, espera que os verde e brancos levem de vencida o adversário, ou seja e adaptando um proverbio antigo «que os de Braga vejam os 3 pontos por um canudo».

Uma imagem que se espera ver repetida várias vezes na Parede
Na 2ª Divisão Sul os Tigres depois da vitória em Nafarros, deslocam-se desta feita até à Parede para tentarem levar de vencida  equipa da linha e somarem mais 3 pontos e tirarem partido do jogo grande da jornada o AD Oeiras versus CD Paço de Arcos. A equipa de Jorge Godinho parte como favorita para o encontro frente a um Parede FC longe das épocas anteriores, apenas com 3 vitórias e 3 pontos apenas acima da linha de água, no entanto a jogar perante o seu publico terá certamente uma palavra a dizer e dificultar os intentos de quem de Almeirim viaja à procura da vitória. Na primeira volta os Tigres venceram por um conclusivo 7-1.

Em Ourém mora o 5º classificado da 2ª Divisão Sul
A Juventude Ouriense tem uma saída complicada até Algés, para defrontar o 8º classificado com 22 pontos e que na 1º volta veio empatar a Ourém 4-4. Para além do valor da equipa de Algés, a J. Ouriense irá encontrar também uma equipa bem apoiada pelo seu publico que funciona como 6º jogador. Recorde-se que na ultima jornada a equipa de Ourém foi derrotada na Vila Presépio pelo Alenquer por 5-2, ao passo que o Algés empatou na Parede 4-4. Um jogo difícil em perspectiva, mas no qual se espera que a equipa da Juventude ponha em ringue toda a sua classe e colectivo e traga para Ourém os 3 pontos.

João Martins, um dos esteios da equipa de Santa Cita
Por fim apesar de na 3ª Divisão apenas haver jogos na Zona Sul para acerto de campeonato, a ACR Santa Cita põe as contas em dia e desloca-se até Vale de Lobos para defrontar o GDR "Os Lobinhos" em jogo referente à 13ª jornada e que em caso de vitória colocará de novo a equipa de Luís Miguel Cunha na liderança com mais dois pontos que a AA Coimbra. David Vieira recentemente operado ao nariz, já se encontra recuperado e poderá ser uma das opções do treinador para este embate frente ao 10º classificado.

Fotos: Barros Simões, Luís, João Filipe e João Martins

DAVID COSTA NOS TRABALHOS DA SELECÇÃO

David Costa, atleta do SC Tomar foi seleccionado por Jorge Lopes para o 1º Centro de Treinos da Selecção Nacional de Sub-17 que terá lugar nos dias 14, 15 e 16 de Fevereiro, no Luso, com vista à preparação para o Campeonato da Europa 2011.
O atleta Leonino que esta época se sagrou campeão regional de Juvenis, vê assim reconhecido o seu trabalho, e mantendo o nível que já nos habituou esta será a primeira de muitas convocatórias para as selecções nacionais.

TREINAR À TERÇA E SUPORTAR AS DESPESAS

Depois da 1ª jornada das "Jornadas 2011" em Veteranos, o Cartão Azul deu um salto até à Cidade Templária, para falar com João Rui, um dos atletas da equipa de Veteranos do SC Tomar que à imagem da passada época participa mais uma vez neste evento, que vem mostrar a vitalidade e longevidade do Hóquei em Patins.
CA - Quais os objectivos dos Veteranos do Sporting Tomar para estas Jornadas 2011?
JR - Este ano houve atraso na nossa inscrição nas "Jornadas 2011", devido à demora em organizar o nosso orçamento, isto porque todas as despesas (combustível, portagens, alimentação) com a deslocação aos jogos, essencialmente para a zona da Grande Lisboa, são inteiramente suportadas pelos jogadores. No entanto, a paixão pelo hóquei é maior que tudo e os objectivos são os mesmos dos anos anteriores, divertirmo-nos e reencontrarmos o pessoal com quem jogamos há alguns anos atrás. Sobre isso, é de louvar o facto do SCTomar ter tido jogadores em quase todas as equipas de veteranos que jogaram em Tomar.
CA - A preparação para este campeonato passa por mais treinos durante a semana, ou resume-se ao treino de sexta-feira à noite com a tradicional 3ª parte?
JR - Só treinamos à terça feira, porque é o dia em que temos o pavilhão disponível. Às terças, limpamos as dobradiças e ferrugem dos atletas, mas principalmente divertimo-nos. Somos 16 elementos, com idades compreendidas entre os 35 e 56 anos. Sendo de salientar que, vêem aos treinos atletas a morar fora de Tomar (Entroncamento e até Alcobaça). Após o empenho durante o treino, há que levar muito a sério a 3ª parte, que é mais que merecida, com umas minis e umas bifanas.


CA - O Parede FC vencedor em título, arranca como o grande favorito para a reconquista do troféu, ou existem outros fortes candidatos?
JR - Sim é verdade, este ano as equipas estão a levar mais a sério as "Jornadas". O mercado de transferências está ao rubro, há troca de jogadores entre equipas (com muito dinheiro a circular). Embora seja de lamentar a falta de 2 equipas importantes (Sintra e Turquel) que este ano não vão entrar por falta de disponibilidade de alguns dos seus atletas, damos as boas vindas às 2 novas equipas a entrar neste Torneio, o Odivelas e o Grândola.
CA - Costuma-se olhar para estas equipas de veteranos e dizer que se trata de um “grupo de excursionistas” que vai com o intuito de se divertir um pouco e fazer uma grande exibição na 3ª parte. Achas que estas Jornadas 2011 vêem mudar essa opinião?
JR - Não. O espírito vai ser o mesmo. Para além de divertirmo-nos, é claro que vamos entrar em campo para GANHAR, jogando com todo o pessoal.
CA - Para terminar e entrando um bocado na brincadeira e levando a pergunta para a tua área profissional, diz-me quantos litros de mouchão gastam os veteranos do SCT por jogo?
JR - Bem o pessoal gosta mais de umas Grades de Minis, antes, no intervalo e, no fim do jogo.

Os Veteranos do SC.Tomar querem agradecer ao Cartão Azul e principalmente a ti, Francisco Gavancho, por tudo que tens feito pelo Hóquei em Patins, ao longo de todos estes anos.

Fotos: Blog "Veteranos SC Tomar"

quinta-feira, 27 de Janeiro de 2011

JUNIORES DO SC TOMAR SAGRAM-SE CAMPEÕES


Um ponto bastava à equipa de Pedro Nobre para festejar o titulo que fugia das cores Leoninas quase há uma década. A equipa verde e branca que partiu para esta fase como outsider, pois o favoritismo recaía na equipa do HC Turquel, soube contornar as dificuldades e apenas somou uma derrota, precisamente em Turquel na 2ª jornada, 9-5 foi o resultado final. A partir daqui e de vitória em vitória nomeadamente a goleada em casa ao Turquel por 7-1, que colocava a equipa de Pedro Nobre em vantagem numa possível igualdade pontual, a equipa Nabantina chegou na liderança e conquistou o tão ambicionado titulo de Campeão Regional.
Pode consultar a classificação final, assim como todo o historial do Regional de Juniores aqui, num trabalho do site "Hockey Total".

Foto: Carlos Emídio Martins

LEÕES DE VOLTA ÀS VITÓRIAS


Depois de 3 jogos a marcar passo, veio finalmente a vitória para a equipa de Nuno Lopes. Frente ao Limianos a formação leonina soube ter o discernimento para dar a volta a um resultado desfavorável e vencer de forma folgada a equipa de Ponte de Lima.
Os leões tomarenses entraram no jogo de forma muito passiva, mas ainda assim conseguiram inaugurar o marcador logo aos 2 minutos por Gonçalo Santos, mas depressa entraram em ritmo de passeio e com isso se aproveitou a equipa nortenha que aos poucos foi tomando conta do jogo. Foi pois sem surpresa que Pedro Alves aos 7 minutos empatava a partida. A equipa leonina como que anestesiada, não deu sinais de inconformismo, continuando num jogo lento e previsível, permitiu ao Limianos adiantar-se no marcador a 3 minutos do intervalo.


Inicio da 2.ª parte e eis que é o Limianos que aumenta para 1-3, com 4 minutos decorridos. Foi a partir de aí que se começou a ver um Sporting diferente e para melhor. Com Rui Alves e João Lomba a assumirem o jogo, e a darem o exemplo aos seus colegas, empurraram a equipa do Norte para a sua defensiva, e com isso beneficiou o jogo leonino e o espectáculo. Favinha aos 6 minutos faz o 2-3  e anima as hostes leoninas. 3 minutos depois é a vez de Rui Alves por o público a vibrar ao fazer o empate na partida.
Com o Sporting transfigurado para melhor, com 15 minutos de decorridos João Lomba numa jogada individual passa por todos os que lhe aparecem no caminho e entrega de bandeja a Favinha que não perdoa e põe o Sporting a vencer por 4-3.Mas uma desatenção da defesa leonina, permite o empate aos Limianos logo no minuto seguinte.
Entra-se então numa fase de jogo algo confusa por parte das duas formações, mas a reentrada de João Lomba perto dos 20 minutos, acabaria por ser decisiva para o desenrolar do jogo até ao final da partida.
Com a “estrica” toda o jovem leão, seria o desequilibrador do encontro, pois foi do seu stick que nasceram as melhores oportunidades, das quais permitiu aos seus colegas irem aumentando o marcador para a equipa de Nuno Lopes. Gonçalo Favinha de LD aos 20´, Gonçalo Santos também de LD aos 22´, João Lomba numa jogada individual com um pormenor técnico delicioso a fazer o 7-4 e em mais uma jogada iniciada por João Lomba com este a oferecer a Favinha o 8.º golo leonino.


Estava assim consumada uma vitória que pelo resultado final parece ter sido fácil, mas teve que ser muito suada e trabalhada, frente a uma equipa de Ponte de Lima, que só nos minutos finais foi incapaz de suster o ritmo muito alto imposto pelos jogadores leoninos neste segundo período.
Pela 2.ª parte realizada, o SC Tomar mereceu a vitória, pois mostrou atitude e muita garra para dar a volta ao resultado. Mas seria injusto não destacar o jogo de Rui Alves, muito activo e seguro na defensiva leonina, e em particular a noite endiabrada de João Lomba que provavelmente terá realizado o seu melhor jogo com a camisola do Sporting de Tomar.

SC TOMAR: Fábio Guerra (gr), Gonçalo Santos (2), Nuno Domingues, Gonçalo Favinha (4), Esteves; Orlando Fernandes, Ivo Silva, Rui Alves (1), João Lomba (1), Márcio Ornelas (gr)

Crónica: António Sirgado
Fotos de arquivo: Barros Simões

quarta-feira, 26 de Janeiro de 2011

REGIONAIS CHEGARAM AO FIM


Terminaram este fim-de-semana os Regionais de Infantis a Juniores organizados pelas Associações de Coimbra (Iniciados e Juvenis), AP Leiria (Juniores) e AP Ribatejo (Infantis).
Os grandes vencedores para a época 2010-2011 foram HC Santarém em Infantis, Águias da Memória (Iniciados) e Sporting Clube de Tomar em Juvenis e Juniores.
As provas que tiveram inicio nos finais de Setembro passado, tiveram o seu epilogo no passado fim de semana, com o HC Santarém, o Águias da Memória e Sporting Clube de Tomar a confirmarem o titulo regional em Infantis, Iniciados e Juniores respectivamente, depois de na anterior semana o SP. C Tomar ter garantido a uma jornada do final da prova o título em Juvenis.
Em Juniores o SC Tomar recebia o BIR e embora o empate chegasse para conquistar o titulo que fugia à quase uma década ao Clube Tomarense, encontrou pela frente um conjunto que dificultou ao máximo o trabalho da formação leonina e só quase no final do tempo regulamentar é que os pupilos de Pedro Nobre puderam respirar de alivio e em sequência festejar o almejado titulo regional com o resultado final a cifrar-se em 5-4 para os Tomarenses.
O HC Santarém a precisar de pelo menos empatar, não teve dificuldades de maior em levar de vencida a equipa local por 6-3, renovando assim o Titulo Regional de Infantis.
Num jogo onde a equipa do SC Tomar nada tinha a perder ou a ganhar, uma vez que a sua posição na classificação não se alteraria, procurou surpreender a formação Escalabitana, mas esta vinha com a lição bem estudada e não se deixou surpreender chegando ao intervalo a vencer por 4-1. Embora tivesse permitido a aproximação dos leões até ao 3-4 depressa se distanciaram no marcador, confirmando o seu favoritismo nesta prova.


Em Alcobaça, jogava-se a Final Four de Iniciados, com o Águias da Memória e HC Santarém a abrirem as hostilidades, na primeira ½ final da manhã. A equipa de Memória venceu pela margem mínima, 2-1 uma jovem mas irrequieta formação de Santarém. Na outra ½ final, o ACR Santa Cita venceu após grandes penalidades a equipa do HC Turquel, num jogo onde a incerteza do resultado foi levada até ao final do jogo e prolongamento. Nas penalidades a equipa de Paulo Lopes foi mais certeira relegando assim a formação orientada por João Simões da luta pelo titulo regional.
No primeiro jogo da tarde a formação Turquelense venceu de forma folgada a equipa de Santarém, que mostrou em Alcobaça ser a mais frágil das que vão disputar o Nacional da categoria.
O jogo da final opunha a equipa oriunda de Memória, os “Águias” ao ACR Santa Cita. A formação do Distrito de Leiria com um jogo mais musculado e a pressionar constantemente os jogadores de Santa Cita, venceu por 4-2 o referido encontro, conquistando assim o Titulo Regional da categoria, o primeiro no historial do “CRC Águias da Memória”.
Nos Juvenis já com o 1.º lugar garantido para o SC Tomar, esta última jornada tinha como ponto de interesse, saber quem acompanharia o SC Tomar, FCO Hospital, HC Turquel e J. Ouriense ao Nacional. Em Almeirim jogava-se 5.º lugar da tabela classificativa e que apurava a vaga em aberto para o Nacional. Tigres ou Santa Cita jogavam esse posto. A equipa orientada por Jorge Godinho, venceu o encontro frente ao Santa Cita por 3-2, carimbando dessa forma o lugar em aberto para a prova maior do hóquei em patins.
Como notas de destaque nestes campeonatos, pela positiva, a conquista pelo” Águias da Memória” do Titulo de Iniciados, o bis do SC Tomar (Juvenis e Juniores), e o 2.º título consecutivo do HC Santarém em Infantis. Também destacar o HC Turquel pela feito de meter 4 equipas no Nacional, e o J. Ouriense por conseguir pela primeira vez meter 3 formações na montra maior do Hóquei.
Pela negativa, a A Académica de Coimbra que pela primeira vez de uns anos a esta parte, não conseguiu meter uma das suas equipas no Nacional.


Também com poucos motivos para sorrir, terão os responsáveis do HC Turquel que viram fugir pelos dedos os Títulos Regionais em disputa, isto num Clube que tem a formação como alicerce maior o excelente trabalho que desenvolve em prol do hóquei.
Resta acrescentar que das 18 equipas apuradas para os Nacionais, o Ribatejo terá a presença de 10 equipas, Leiria de 6 e Coimbra de 2 formações.

JUNIORES
1.º- SC TOMAR; 2.º- HC TURQUEL; 3.º- BIR; 4.º- J OURIENSE

JUVENIS
1.º-SC TOMAR; 2.º- FCO HOSPITAL; 3.º- HC TURQUEL; 4.º J OURIENSE; 5.º “TIGRES” ALMEIRIM

INICIADOS
1.º- ÁGUIAS MEMÓRIA; 2.º- ACR SANTA CITA; 3.º- HC TURQUEL; 4.º HC SANTARÉM

INFANTIS
1.º- HC SANTARÉM; 2.º- HC TURQUEL; 3.º- SC TOMAR; 4.º- LAGONENSE FC; 5.º- J OURIENSE

Crónica/Fotos: Carlos Emídio Martins

CURSO DE ÁRBITROS NA AP LISBOA


A Associação de Patinagem de Lisboa vai levar a efeito um Curso de Árbitros de Hóquei em Patins, que terá o seu inicio no próximo dia 29 de Abril de 2011. Os interessados poderão fazer a sua inscrição até dia 20 de Abril, através do telefone: 213931710, ou enviando um email para info@aplisboa.com

A 1ª VOLTA VISTA POR RUI ALVES

Depois de André Azevedo do HC "Os Tigres" ter feito o balanço da 1ª volta e a antevisão da 2ª, o Cartão Azul foi ter com Rui Alves jogador que trocou o União FE pelo SC Tomar tendo assinado uma bela exibição no passado sábado frente aos Limianos. Fica aqui a opinião do Rui.
CA - Ao chegar ao final da 1ª volta que análise fazes da mesma?
RA - Boa tarde Francisco, no final desta primeira volta a análise que faço é que estamos a fazer um bom trabalho, a cumprir todos os objectivos que tínhamos delineado até aqui e a mostrar que realmente somos capazes e temos equipa para lutar pela manutenção. Nesta 1ª volta mostramos que somos uma equipa forte a jogar em casa e muito permissivos nos jogos fora de portas, temos que procurar encontrar um equilíbrio que nos permita nos jogos fora lutar até ao fim dos jogos, que acho que foi onde falhamos nesta 1ª volta.
CA - Qual a antevisão para a 2ª volta?
RA - O que aí vem vai ser muito mais difícil do que aquilo que foi a 1ª volta, porque agora é que tudo se vai começar a decidir, se no final desta volta ficarmos nos quatro últimos lugares descemos na mesma de divisão e de nada vai servir dizermos que em certas alturas do campeonato tivemos bem e que até chegamos a meio em 8º lugar se isso não se traduzir na manutenção no final. Por isso, nesta segunda volta temos que ainda mais diariamente nos treinos para que todos os sábados lutemos arduamente pelos pontos que é aquilo que queremos e para tal, como já disse anteriormente, temos que encontrar um equilíbrio nos jogos fora de casa para que também aí contra se calhar o que se espera também seja possível amealhar alguns pontinhos.


CA - Quais os objectivos do SC Tomar, e os teus?
RA - O objectivo do SC Tomar não é novidade para ninguém, é amealhar o máximo de pontos possível nesta segunda volta para no final do campeonato garantir que vamos continuar entre os melhores e a trazer bons jogos à cidade de Tomar, dignificando assim a camisola que vestimos, a instituição e a cidade que representamos.
Os meus objectivos passam por ajudar ao máximo esta equipa naquilo que eu puder e sei, para que no final sejam alcançados os objectivos colectivos e ao mesmo tempo ir ganhando pessoalmente experiência e aprender jogando contra os melhores e ao lado dos melhores.
CA - Na tua opinião quem são os verdadeiros candidatos ao titulo?
RA - Na minha opinião o campeonato vai decidir-se entre o SL Benfica e o FC Porto. O SL Benfica este ano está muito mais forte que nos últimos anos, está a jogar muito bem, mas tem pela frente um FC Porto que nos últimos 9 anos ganhou sempre, também uma belíssima equipa e que na 1ª volta até foi ganhar à Luz. Por isso penso que tudo se vai decidir entre estes dois clubes que vão ter um duelo interessante de seguir até ao final do campeonato. Pode-se juntar aqui a Oliveirense que que irá certamente tentar também lutar pelo lugar cimeiro da tabela, mas penso mesmo assim que estão uns furos abaixo do SL Benfica e do FC Porto.

Fotos: Rui Alves e Barros Simões

terça-feira, 25 de Janeiro de 2011

ODIVELAS VOLTA ÁS VITÓRIAS


O GC Odivelas recebeu no seu pavilhão a formação do FC Bom Sucesso para mais um jogo do Campeonato Nacional da 3ª Divisão Zona Centro. O jogo era de elevada importância para os da casa, pois vinham de duas derrotas consecutivas e a moral estava a cair a pique.
O inicio do jogo foi dividido, tendo os jogadores da casa acusado a pressão de terem de ganhar enquanto os visitantes jogavam livres de pressão. Os primeiro 5 minutos de jogo foram jogados nesta toada, até que a equipa forasteira numa jogada de insistência inaugura o marcador pelo nº 3, faltavam vinte minutos para o fim da primeira parte. Este golo serviu para acordar os da casa que assumiram as despesas do jogo e as mais valias técnicas começaram a vir ao de cima, não foi de estranhar que passados apenas 2 minutos o GC Odivelas empatasse a partida, para quase de seguida passar para a frente do marcador. Os da casa controlavam o jogo, criavam oportunidades e ainda facturaram por mais duas vezes até ao intervalo, os visitantes comandados pelo seu capitão tentavam lançar contra ataques que poucas vezes criavam perigo na baliza dos locais, chegando ao intervalo com o placard a assinalar 4-1 a favor dos da casa.


Na segunda parte o jogo foi completamente controlado pelo GC Odivelas mercê do golo madrugador de António Saraiva que serviu para retirar a pressão de cima dos ombros do da casa e desanimar por completo os forasteiros. O GC Odivelas começou a rodar a equipa a medida que ia concretizando. O FC Bom Sucesso na segunda parte pouco ou nada fez, marcando apenas em duas ocasiões, num remate de longe onde o guarda redes local fica mal na fotografia e num livre directo. Estes golos não afectaram em nada a equipa da casa que geria o resultado e criava inúmeras oportunidades. O jogo chegou ao fim com o marcador a assinalar 9 3 para os da casa, resultado que não sofre qualquer contestação, pois o GC Odivelas após os 5 minutos iniciais pegou no jogo e controlou-o, deixando os jovens jogadores do FC Bom Sucesso com pouco espaço para desenvolver o seu hóquei.
Na próxima jornada o GC Odivelas descola-se a Vialonga para defrontar a equipa local, num jogo que se prevê muito complicado a imagem da primeira volta. O jogo realiza-se no dia 05 de Fevereiro

NOTA POSITIVA : Para a reacção dos jogadores do GC Odivelas após o golo sofrido; Para os ULTRA que apesar de em numero reduzido fizeram-se sentir e por último para a Arbitragem que soube impor as regras sem prejudicar o espectáculo e sem dar nas vistas.

Pelo GC Odivelas jogaram e marcaram :

5 inicial : Paulo Nunes (GR); Hugo Alcobia (1); João Rocha; Pedro Gomes (4) e André Costa (1)
Jogaram Ainda : Bruno Brito; João Montez (1); Rui Chorincas (1) e António Saraiva (1)
Não utilizado : Ângelo Almeida (GR)

Pode ver ou rever o jogo aqui num trabalho do Odivelas TV

Crónica de Paulo Nunes

SÉRIE C DOS NACIONAIS JOVENS


Agora que os Regionais chegaram ao fim, e foram conhecidas as equipas que vão disputar os Nacionais dos respectivos escalões, o Cartão Azul faz apresenta uma previsão do que poderá vir a ser a composição da Série C, onde irão estar integradas as equipas do Ribatejo e Leiria. As equipas apuradas da AP Coimbra, Lagonense em Infantis e FCO Hospital em Juvenis deverão ficar na Série B.

A 1ª VOLTA VISTA POR ANDRÉ AZEVEDO

Com os nacionais da 1ª e 2ª divisão a chegarem ao final da 1ª volta, o Cartão Azul, foi ter com André Azevedo, guarda redes, que trocou o C Stella Maris pelos Tigres de Almeirim, já com a época a decorrer, para saber qual a análise que o guardião azul e branco faz à 1ª volta e a antevisão do que será a 2ª volta.
CA - Ao chegar ao final da 1ª volta que análise faz da mesma?
AA - Fizemos uma 1ª volta muito positiva, temos uma equipa jovem e com vontade de vencer, estamos no caminho certo.
Tivemos duas derrotas que não contávamos ter, mas há que realçar que o campeonato tem equipas para os lugares cimeiros muito equilibradas. Acabámos o ano com apenas uma derrota, não serve de desculpa, mas penso que a paragem da época Natalícia, veio quebrar um pouco o rendimento da equipa.
CA - Qual a antevisão para a 2ª volta?
AA - Para a segunda volta, esperamos um campeonato muito difícil, que exige o máximo de concentração em todos os jogos, mais ainda nós jogos que podemos pensar que possam ser mais acessíveis. Perdemos os pontos que eram possíveis perder, para alcançar o nosso objectivo. Agora resta-nos trabalhar unidos todos os dias para que possamos vencer jogo a jogo.


CA - Quais os objectivos do HC "Os Tigres", e os seus?
AA - Os objectivos do HC "Os Tigres" é vencer todas as semanas, é para isso que trabalhamos. Se subimos ao escalão máximo, não sabemos, mas trabalhamos todos os dias para que seja possível chegar ao fim do Campeonato em 1º lugar. Todos nós queremos o melhor para a equipa e para o Clube, assumimos que queremos ser Campeões Nacionais da 2º Divisão, quem não quer!
Os meus objectivos são, poder ajudar a equipa ao máximo. Estou tranquilo, quero trabalhar como tenho vindo a trabalhar. Peço saúde para desempenhar o meu papel da melhor forma. Espero ser Campeão Nacional da 2º Divisão, mais um vez.
CA - Na sua opinião quem são os verdadeiros candidatos à subida?
AA - Em minha opinião, as equipas candidatas á subida são quatro. HC " Os Tigres " , CD Paço de Arcos, HC Turquel, AD Oeiras. Todas elas têm vontade e potencial para acabar em 1º lugar, vejo uma segunda volta de alto nível competitivo. Desejo boa sorte a todos, que vença o melhor.

Fotos: André Azevedo

segunda-feira, 24 de Janeiro de 2011

VETERANOS - JORNADAS 2011 - RESULTADOS


O Pavilhão da Amadora acolheu a 1ª jornada das "Jornadas 2011" em Veteranos e o detentor do titulo Parede FC estreou-se a empatar frente ao rival CD Paço de Arcos. O SC Tomar folgou esta jornada, mas promete aparecer em força na próxima que terá lugar no dia 13 de Fevereiro em Odivelas.

Parede FC, campeão em titulo
Foto: Luís Duarte

EQUIPAS APURADAS PARA OS NACIONAIS


Nota: Clique na imagem para ampliar

HC SANTARÉM CAMPEÃO REGIONAL DE INFANTIS


Os Infantis do HC Santarém sagraram-se campeões Regionais. A equipa  Escalabitana necessitava de 1 ponto para concretizar este objectivo, e não se cingiu a esse ponto e para não deixar duvidas foi a Tomar vencer o Sporting local por 3-6. A equipa da Capital Ribatejana repete assim o titulo regional conquistado em 2009/2010.

Para além da equipa do HC Santarém, também seguem para os nacionais as seguintes equipas: HC Turquel (AP Leiria), SC Tomar e J. Ouriense (AP Ribatejo) e Lagonense (AP Coimbra)

domingo, 23 de Janeiro de 2011

CRC ÁGUIAS CAMPEÃO REGIONAL DE INICIADOS

A cidade de Alcobaça foi o palco escolhido pela AP Coimbra para a realização da  final-four do Campeonato Regional de Iniciados. Águias da Memória, Santa Cita (Grupo “A”) e HC Turquel “B” e HC Santarém (Grupo “B”) foram as equipa que carimbaram o passaporte para este final four, e que entre si disputavam a conquista do  Regional de Iniciados. A equipa do CRC Memória foi a mais forte e arrecadou o troféu e o respectivo titulo regional:

CRC Memória – HC Santarém = 2-1
ACR SCita – HC Turquel = 2-2 (tempo normal) + 3-2 (g.p) = 5-4
HC Turquel – HC Santarém = 7-2 (3º. e 4º lugar)
CRC Memória – ACR SCita = 4-2 (final / 1º. e 2º lugar)

Para terminar resta referir que a AP Ribatejo que tinha dois clubes presentes (HC Santarém e ACR Santa Cita), não se fez representar, o que vem mais uma vez reforçar a ideia que o hóquei nesta Associação continua a navegar em águas interiores em detrimento de outra vertente que essa sim, navega em alto mar e a todo o vapor.

DUAS VITÓRIAS VERSUS DUAS DERROTAS

Gonçalo Favinha teve mais uma noite inspirada
Acabar a 1ª volta em 8ª lugar com 18 pontos depois de uma vitória suada frente aos Limianos é este o registo do SC Tomar, no regresso à divisão maior do hóquei patinado português. Hoje no Jácome Ratton a equipa verde e branca entrou a vencer, mas viu a equipa de Ponte Lima chegar ao intervalo na frente (1-2) e aumentar para 1-3 antes dos 10 minutos. Depois a equipa de Nuno Lopes "arregaçou as mangas" e vestiu o "fato de macaco" e virou o marcador, que viria de novo a ficar empatado (4-4), para de seguida dar a "sapatada" final rumo à vitória por 8-4, com Gonçalo (Favinha) & Gonçalo (Santos) a marcarem seis dos oito golos.

João Filipe e João Patrício foram marcaram pelas respectivas equipas
 Na 2ª Divisão Sul, os Tigres regressaram às vitórias com um esclarecedor 2-7 em Nafarros e deram uma "stickada" nos maus resultados, terminando a 1ª volta na 3ª posição e com as ambições intactas. A equipa de Jorge Godinho esteve sempre na frente do marcador com João Patrício a revelar-se como o elemento com a pontaria mais afinada ao apontar três dos sete golos azuis e brancos. A equipa da casa foi assim incapaz de contrariar o maior "poder de fogo" da equipa que viajou de Almeirim e averbou mais uma derrota que os mantém abaixo da linha de água.
A Juventude Ouriense na deslocação à Vila Presépio acabou por receber "cinco prendas" e zero pontos, mas manteve a 5ª posição com 29 pontos. A equipa de Hélder Santos foi incapaz de impor o seu hóquei perante um S Alenquer B bem organizado e que perante o seu publico não deixou fugir a hipótese de averbar mais três pontos e começar a consolidar o objectivo manutenção. João Filipe foi o autor dos golos da equipa Ouriense.

Pedro Sousa marcou os golos Unionistas
Na 3ª Divisão Centro o União continua a sua queda na tabela classificativa e já vai na 6ª posição a oito pontos do líder à condição e adversário desta noite AA Coimbra. A equipa alvi-negra foi incapaz de retomar orumo das vitórias perante um adversário de olhos postos na subida e desejoso de "vingar" a goleada sofrida no Entroncamento (8-3), e diga-se em abono da verdade que conseguiu ambos os objectivos, pois assumiu a liderança e goleou por 7-2. PP foi o autor dos golos da equipa do União FE.
Destaque também para a segunda derrota consecutiva do FCO Hospital, desta feita em casa (6-8) frente ao ultimo classificado AF Arazede.
A ACR Santa Cita adiou o jogo frente aos Lobinhos que será disputado no próximo dia 29 em Vale de Lobos, altura em que a Zona Norte e Centro folgam para acertar calendário com a Zona Sul.

sexta-feira, 21 de Janeiro de 2011

TOMAR, TIGRES E UNIÃO PROCURAM VITÓRIAS


No dia destinado à reflexão antes das eleições Presidenciais, os pavilhões espalhados por esse país fora recebem mais uma jornada dos nacionais de hóquei em patins, e começando por Tomar o pavilhão Jácome Ratton acolhe o jogo relativo à 15ª jornada, ultima da primeira volta e que colocará frente a frente o SC Tomar (11º classificado com 15 pontos) e a AD Limianos (10º classificado igualmente com 15 pontos). Este jogo reveste-se de enorme importância para ambas as equipas pelo facto de uma derrota, ou mesmo um empate poder fazer cair para a zona de despromoção, ao passo que uma vitória poderá significar uma subida de vários degraus na tabela classificativa, aliado ao aumento dos índices de confiança para a 2ª volta.


Em Nafarros, freguesia do concelho de Sintra, a equipa local recebe os Tigres de Almeirim, que após duas derrotas consecutivas frente a dois candidatos á subida, AD Oeiras (5-1) e HC Turquel (5-6) tentará regressar às vitórias e não deixar fugir o líder Turquel (+ 2 pts) e CD Paço de Arcos (+ 1 pt). A equipa de Jorge Godinho parte como favorita para a obtenção da vitória frente ao 14º classificado, no entanto fica a expectativa para ver se já foram digeridas as derrotas e alguma contestação em torno de Jorge Godinho, e se estes dois factores poderão afectar o rendimento da equipa azul e branca.


A Vila Presépio vai ser palco do jogo entre o S Alenquer B e a Juventude Ouriense, onde a equipa de Hélder Santos irá tentar acabar a primeira volta com uma vitória, sabendo de antemão que irá encontrar uma equipa constituída por bons jogadores, alguns de bom recorte técnico e bem orientados. A equipa Ouriense independentemente do resultado irá terminar a primeira volta na 5ª posição, logo atrás do grupo de favoritos á subida.


Por fim na 3ª Divisão Centro, Coimbra recebe o jogo da jornada que colocará na disputa dos três pontos a AA Coimbra e o União FE. A equipa alvi-negra que se encontra numa fase menos boa, a que aos maus resultados sem tem juntado abandonos e castigos, tem neste jogo uma boa oportunidade de elevar os níveis psicológicos para o resto do campeonato e pressionar o seu adversário, no entanto os Academistas apenas a 2 pontos da liderança e a um do lugar que dá acesso à subida e a jogar perante o seu publico, quer para além da vitória, "vingar" a goleada sofrida no Entroncamento.

Fotos de arquivo: Barros Simões

SIMPLESMENTE ACONTECEU


Há uns anos atrás, o Dr. Sérgio Ribeiro, pela surpresa do que viu e pelo carinho que de imediato sentiu, chamou a um grupo de miúdos que praticavam hóquei, “Os putos do Hóquei”.
Foram, na minha opinião, a alma do hóquei de formação do J.O. Com trabalho árduo, muito suor, mas sempre com a alegria de jogar hóquei, trilharam um caminho de sucessos desportivos, que paralelamente os ajudou também a crescer como homens, que hoje são.


Desde então, felizmente, não pararam de aparecer novos miúdos, que aproveitando o trilho desbravado, fizeram o “favor” de nos darem muitas alegrias, e de nos deliciarem com o seu jogo.
Mais uma vez, isso voltou a acontecer.
Este fim-de-semana, os Infantis do hóquei em patins do J.O. carimbaram, frente aos “Águias da Memória”, o seu passaporte para o Nacional, juntando-se assim aos Juvenis e Juniores que já o haviam conseguido anteriormente.


É algo, que para os pergaminhos do Clube é inédito e ao mesmo tempo demonstrativo do bom trabalho que se tem vindo a realizar. É nossa esperança que assim continue e quem sabe, que se melhor.
Aos atletas, queremos apenas dirigir uma palavra de muito apreço pelo que conseguiram, pela forma como respeitaram e dignificaram a camisola que envergam, e que agora, nesta nova etapa desta longa caminhada, o continuem a fazer, independentemente dos bons ou maus resultados. Sobretudo que os valores humanos, a camaradagem, o espírito de grupo estejam sempre subjacentes.

Texto/Fotos: Carlos Clemente
Extraído na integra do Blog "Juventude Ouriense OK"

quinta-feira, 20 de Janeiro de 2011

QUE HÓQUEI TEMOS, QUE HÓQUEI QUEREMOS

No seguimento da rubrica "Que Hóquei temos, que Hóquei queremos?", Carlos Emídio Martins deslocou-se a Santa Cita para ouvir Rui Pedro Cunha e a Santarém para falar com Francisco Mogas. Deixamos aqui dois excertos de ambas as entrevistas que podem ser lidas na integra no Blog "Hóquei Regional".

HR – A necessidade de se adaptarem os Campeonatos, fruto das alterações impostas pela Federação, levou a que se começassem a disputar provas Regionais em conjunto com Leiria e Coimbra. Na sua óptica quais a vantagens e desvantagens deste modelo de competição?
RC - Estive presente nos sorteios realizados em Leiria na época passada, quando pela primeira vez realizámos campeonatos Regionais com Leiria e Coimbra . Aproveitei a ocasião para dar os parabéns pela decisão aos responsáveis das três associações presentes. Mais de um ano passado mantenho a mesma opinião. Este é o caminho correcto, embora, o tempo e a experiência vivida me leve a pensar que pudemos e devemos reflectir sobre o modelo competitivo por forma a melhorar o conceito actual. De forma muito sintetizada julgo que deveríamos organizar os convívios de Benjamins e Escolares numa primeira fase a nível Regional visando reduzir as despesas de deslocação para os pais e clubes e poupar as crianças de tenra idade a grandes deslocações. Na segunda fase, esta já de âmbito Regional, olhando exclusivamente para o interesse dos atletas, deveríamos, sem complexos, agrupar as equipas por grau de desenvolvimento na modalidade evitando jogos e resultados desnivelados, bem como todos inconvenientes que os mesmos acarretam quer para as crianças que perdem quer para as que ganham. Ao nível de Infantis, Iniciados, Juvenis e Juniores, deveríamos tentar encontrar uma solução para que o Campeão Regional fosse apurado com base na regularidade e não premiando a equipa que se encontra melhor no fim-de-semana da final-four. Penso ainda que esta reflexão deveria ser feita numa primeira fase ao nível técnico (na ausência de directores técnicos nas associações estas indicariam dois treinadores para o efeito) e só depois uma proposta comum sairia para aprovação superior ao nível dos dirigentes.
 Pode ler a entrevista de Rui Pedro Cunha na integra aqui.

HR- Com a alteração dos quadros competitivos nas camadas jovens, houve necessidade de envolver as 3 Associações para a realização dos Campeonatos. Que ilações se podem tirar desta “parceria” inter associativa?
FM- Apesar do aumento de custos para os clubes que a junção das 3 associações acarreta foi sem dúvida a coisa mais acertada nos últimos 15 anos no que diz respeito ao hóquei regional. A médio longo prazo os resultados serão fabulosos. A mentalidade do Português normalmente é pensar pequenino pois somos um país diminuto. Também aqui se verifica a mesma coisa. Como é que é possível num país tão pequeno ter 12 associações. Se pensar a sério e em prol da modalidade as associações deveriam juntar-se e constituir uma única – Associação de Patinagem do Centro ou outro nome qualquer pois o nome é irrelevante. Importante é o trabalho que se realiza. Vejamos a aberração e o dispêndio de tempo e energias – existem pelo menos três pessoas que fazem na sua respectiva associação os calendários de jogos e toda a logística relativa às provas. Será que haverá esta necessidade. Até agora o que é que as Associações têm feito para o desenvolvimento das modalidades? No hóquei patins apenas gerem os campeonatos e de ano para ano esta é a rotina e não passa daqui. Que contributo deram as associações para o aparecimento de clubes para a modalidade. Antes pelo contrário, na região centro do País os dedos das duas mãos não chegam para contar as equipas que têm acabado com a modalidade.
Pode ler a entrevista de Francisco Mogas na integra aqui.