quinta-feira, 30 de Junho de 2011

RUI ALVES ASSINA PELA ACR SANTA CITA

Rui Alves que a época passada representou o SC Tomar, é reforço da equipa da ACR Santa Cita, que na próxima época disputará a zona Sul da 2ª Divisão Nacional. A transferência do jogador foi confirmada ao Cartão Azul por um Director do Clube Santacitense.


Rui Alves que nasceu para a modalidade no União FE, é assim uma mais valia para o clube de Luís Miguel Cunha, que com a sua qualidade tecnico-táctica e experiência primodivisionária, irá certamente ser um dos pilares para que a equipa da Aldeia Ribatejana do Hóquei em Patins, atinja os seus objectivos na próxima época.

Foto: Fotos da Curva

COMECEI A PATINAR AINDA NÃO TINHA 1 ANO

Depois da entrevista com Freddy, o Cartão Azul volta a entrevistar um jovem Ribatejano de seu nome Valério Silva que se iniciou na modalidade com a camisola alvi-negra do União FE e que agora representa a equipa de Infantis do Sporting CP, que no próximo fim-de-semana irá disputar a F4 em Barcelos. Novamente de volta ao Tojal e com a inestimável colaboração do pai do atleta, caro Amigo Marco Valério Pedro, elaboramos a entrevista que se segue:
CA - Valério, sei que o hóquei patins faz parte da tua vida desde pequenino. Lembras-te das tuas primeiras patinadelas?
VS- Comecei a patinar ainda não tinha 1 ano de idade (contam os meus pais). A minha família é uma família de hoquistas (o meu pai, padrinho, primos todos são atletas do hóquei, o meu avô foi árbitro de hóquei durante 35 anos). O meu pai como hoquista que é e foi quando nasci fez-me uns patins com um chassi e uns ténis número 24 (e ficavam-me largos!!). Contam os meus pais que calçavam-me os patins e eu equilibrava-me e patinava, descalçavam-me e queriam que eu andasse e eu sentava-me no chão a brincar com os patins. Quando fiz 2 anos ofereceram–me um stick (tick, como gostava de chamar) e a partir daí todos os dias quando o meu pai chegava do trabalho íamos “treinar” para o parque na zona verde no Entroncamento. Aos 4 anos de idade comecei a treinar no UFE (o meu clube de coração) com o Cajé. Aos 5 anos fiz o meu primeiro Torneio como capitão de equipa de Bambis, sangrando-me o jogador revelação e o melhor marcador do Torneio.

CA –Valério corria o ano de 2007 (26 de Novembro), e recordo-me que publiquei um post sobre ti intituladoQuem tem medo do miúdogostaria de saber se tens alguma opinião sobre toda aquela situação?
VS – Desde já, Sr Francisco deixe-me agradecer-lhe por ter acompanhado e interessado pela minha evolução desde essa data, publicando posts ao longo dos anos sobre mim. Quanto a toda aquela situação que se gerou à minha volta, na altura e até acerca de 1 ano atrás desconhecia, porque os meus pais nunca comentaram comigo, sempre me salvaguardaram de todos os rumores. À cerca de 1 ano pude começar a estar na internet à vontade durante 1 hora por semana, foi aí que ia sempre ao seu blogue, e por curiosidade comecei a ver os posts antigos até que chegou a este...e fartei me de rir, porque era tão pequenino e falavam de mim como se fosse um adulto. 
CA - Entretanto em 2008 saíste do UFE e ingressas-te no Sporting Clube de Portugal, porque é que se deu essa saída ?
VS – Saí do UFE porque fomos morar para Lisboa, ainda tentámos durante cerca de 3 meses, na altura o meu pai era o meu treinador no UFE e eu adorava treinar com os meus colegas, durante a semana fazia alguns treinos aqui num pavilhão e depois à sexta-feira e sábado treinava no UFE e jogava ao domingo...era muito cansativo. No fim da época, em Junho o meu pai viu na internet os treinos de captação no Sporting Clube Portugal e no último fim-de-semana de treinos de captação lá fui eu com o meu pai com o saco ao Tojal. Ao fim do primeiro treino convidaram – me a ir na semana seguinte para treinar com a equipa, e fui, no final do treino foi comunicado aos meus pais que o SCP estava a contar comigo e que em Agosto nos contactavam para ir para a Academia do Sporting iniciar a pré-época.


CA - Como foi o teu ingresso no Sporting Clube Portugal?
VS – Fui muito bem recebido, inicialmente pelo Eng. Gilberto Borges que carinhosamente quando cheguei à Academia abraçou-me, e disse-me....”então campeão, estás pronto?” De seguida, tratou que me dessem um saco do SCP, todo o equipamento e encaminhou-me para junto da minha equipa e do meu treinador Quim Zé. Comecei a treinar nessa tarde... até hoje, já lá vão 3 anos. A minha equipa (porque até hoje continuamos os mesmos 5) acolheu-me muito bem, no inicio chamavam-me Valentino Rossi em fez de Valério. Depois em Setembro de 2008 voltei ao UFE, o SCP foi convidado para a apresentação das equipas e o UFE fez-me uma surpresa entregando-me um cachecol e um trofeu de gratidão. O ano passado SCP foi convidado pelo UFE para o torneio de encerramento onde joguei nos escolares e fui chamado aos Infantis, sangrando-me o melhor marcador do torneio. Fico sempre feliz de jogar naquela casa que também já foi um bocadinho a minha.
CA – Esta época a tua equipa - Infantis do SCP foram Vice-Campeões distritais, tendo agora conseguido a qualificação para a Final Four de apuramento do Campeão Nacional. Qual o balanço que fazes da presente época?
VS – A presente época é o resultado de todo o trabalho que temos vindo a desenvolver ao longo dos últimos anos, estou no SCP à 3 anos, no primeiro ano fomos vice-campeões distritais de escolares, no segundo ano fomos campeões distritais de escolares, este ano fomos vice campeões distritais e estamos apurados para a final four. Somos 5 jogadores que já jogamos juntos à 3 anos conjuntamente com o meu treinador QuimZé que nos treina à 3 anos também e com os restantes jogadores que foram integrando a equipa. Somos uma equipa muito forte e unida.


CA - Quais as tuas expectativas para esta Final Four?
VS – Temos treinado muito, e acredito que somos uma equipa muito forte, fruto como também já disse do trabalho que temos feito nos últimos anos. Trabalhamos todas as semanas com o nosso treinador, e “levamos muito na cabeça”, mas também é preciso, porque só assim aprendemos e crescemos. Quero aproveitar esta oportunidade para agradecer ao meu treinador QuimZé por toda a dedicação e empenho com que nos treina e nos ensina a sermos melhores homens e atletas e também quero agradecer ao seu filho Gonçalo Alves pela enorme paciência, ajuda e ensino que nos transmite nos nossos treinos. E como o nosso Capitão Bernardo nos disse “temos que acreditar em nós, que vamos conseguir e na Final Four.  VAMOS PINTAR O GALO DE VERDE”.
CA - Valério, por último deixo-te aqui a oportunidade de deixares uma mensagem ou algo que pretendas acrescentar a esta entrevista.
VS – Agradeço ao Sr. Francisco por me ter dado esta oportunidade, e por todo o apoio que dá à divulgação do hóquei e no próximo domingo VAMOS PINTAR O GALO DE VERDE.

NR: O meu sincero agradecimento ao Amigo Marco Valério Pedro, pela enorme colaboração para que esta entrevista fosse possível, o meu sincero obrigado.

quarta-feira, 29 de Junho de 2011

SC TOMAR VENCE ENCERRAMENTO DE JUVENIS

A equipa de Juvenis do SC Tomar venceu no passado dia 26 de Junho de 2011 a F4 do Torneio de Encerramento.


A prova organizada pela AP Leiria, teve o seu final no Pavilhão Municipal de Alcobaça, onde AA Coimbra (1º Série A), SC Tomar (1º Série B), HC "Os Tigres" (1º Série C) e J. Ouriense (2º Série B, mas o melhor 2º classificado) disputaram a conquista do ceptro.

Resultados:

AA Coimbra 1  -  HC "Os Tigres" 11
SC Tomar 7  -  J. Ouriense 7 (2-0 nos penalties)

3º/4º Lugar: AA Coimbra 3  -  J. Ouriense 8
Final: SC Tomar 5  -  HC "Os Tigres" 4


Os jogos foram dirigidos por Orlando Ramos, Vítor Roxo, Paulo Carvalho e António Peça

Fotos. Blog "Os Mestres do Jogo"

HOMENAGEM A ALFREDO ANAIA

Na próxima quinta-feira, dia 30 de Junho de 2011 irá ser realizada uma noite de homenagem a Alfredo Anaia com a realização de dois jogos no pavilhão do Complexo Desportivo do FC Alverca.

 
O Sporting Clube de Portugal irá defrontar o CD Paço de Arcos a partir das 21:00, e cerca de uma hora depois, por volta das 22:00, os veteranos do FC Alverca irão defrontar o Sporting Clube de Tomar.


A APL TV irá transmitir os dois jogos:

- CD Paço de Arcos X Sporting CP (Seniores)

- FC Alverca X SC Tomar (Veteranos)

Estes jogos servirão de mote para a sentida e merecida homenagem póstuma que será a feita a Alfredo Anaia, ex-treinador e atleta que muito deu ao hóquei em patins e em especial ao Futebol Clube de Alverca. Esta grande nome da patinagem portuguesa faleceu à cerca de 1 ano, vítima de doença prolongada.

Juntem-se a esta grande festa do hóquei e ajudem-nos a fazer com que esta merecida homenagem chegue ao maior número de pessoas possível. Passem mais um serão na companhia da APLisboa TV, numa emissão especial com muitos convidados, muita emoção e muita festa!

Informação: Pedro Gonçalves - Produção - APLisboa TV

JOGO SOLIDÁRIO EM OEIRAS

Jogo solidário junta antigas glórias e actuais estrelas em Oeiras


Antigas glórias e actuais estrelas do hóquei em patins vão reunir-se num jogo de exibição da modallidade, no dia 2 de Julho, às 18h30, no pavilhão da Associação Desportiva de Oeiras. De âmbito solidário, o jogo, integrado no torneio infantil da ADO, reverte a favor do Centro Nuno Belmar da Costa. A iniciativa tem o apoio da Junta de Freguesia de Oeiras e da Câmara Municipal de Oeiras.

Os nomes das “antigas glórias” já confirmados são Cristiano, Franklin Pais, Vítor Bruno, Xana, Sobrinho, Paulo Alves, Paulo Almeida, Ramalhete, Luís Ferreira, Rui Lopes, José Carlos, Rocha e Filipe Gaidão.
Do lado das “actuais estrelas” vão marcar presença Edo Bosh, Reinaldo Ventura, Filipe Santos, Tó Neves, Ricardo Pereira, Tiago Rafael, Pedro Alves, Ricardo Barreiros e Vítor Fortunato.
Em campo vão estar ainda ex-jogadores da Associação Desportiva de Oeiras (ADO), como Carvalho, Vítor Rosado, José Rosado, José Pereira, Cristóvão, Piteira, Salema e Pedro Carvalho.

In Desporto na Linha

terça-feira, 28 de Junho de 2011

DAVID ABREU RUMA A FRANÇA

David Abreu, ex-Tigres de Almeirim, é o mais recente emigrante do hóquei em patins português. Na próxima temporada, vai jogar na equipa francesa do SPRS Ploufraganais.
 

A equipa do SPRS Plofraganais anunciou ontem a contratação de David Abreu, um jovem e conceituado avançado que jogou, esta temporada, no Hóquei Clube Tigres de Almeirim. Natural de Alverca, passou ainda pelo Sport Lisboa e Benfica (juniores). Foi internacional pela selecção nacional de juvenis, em 2003.

Como sénior, representou a Associação Desportiva de Oeiras, tendo sido um dos pilares da equipa que subiu à Primeira Divisão em 2007/08, pela mão de Paulo Garrido, tendo na altura conquistado também o título de campeão nacional do segundo escalão. Em 2008/09, mais uma temporada brilhante em Oeiras, com uma equipa amadora a atingir o surpreendente quinto lugar, antes de, em 2009/10, voltar a descer ao "inferno" da segunda divisão.

Esta temporada, David Abreu também foi parte integrante do plantel da equipa ribatejana que conquistou o título de campeã nacional da segunda divisão, sob o comando de Jorge Godinho.

A opção por França explica-se, como noutros casos, por motivos financeiros e, no caso de David Abreu, também profissionais. O SPRS Ploufraganais costuma participar na Taça CERS, algo que não deverá acontecer na próxima temporada, já que a equipa terminou o campeonato francês desta temporada no 7º lugar.

In Mundo do Hóquei
Foto de arquivo: Barros Simões
Titulo: Cartão Azul

MAIS DIFÍCIL A ENTREVISTA QUE O HÓQUEI

Frederico Neves, Freddy como gosta de ser chamado é jogador da equipa de Infantis do Sporting CP que no próximo fim-de-semana disputa em Barcelos a F4. O jovem Ribatejano que se iniciou nos Tigres de Almeirim pela mão de João Santos na época 2002/2003 como Bambi, representou a equipa da Cidade da Sopa da Pedra até à época 2007/2008 ultimo ano de Benjamim. Já como Escolar ingressa no Sporting CP. Com um sentido de baliza acima da média, tem vindo a refinar a sua veia goleadora e nesta época já apontou 104 golos (39 no Nacional) e tem nesta F4 para além de tentar a conquista do Titulo Nacional a oportunidade de se sagrar o principal artilheiro da Nacional de Infantis, versão 2010/2011. O Cartão Azul deu um salto até ao Tojal, onde com a inestimável colaboração do pai do atleta, caro Amigo Neves, elaboramos a entrevista que se segue:
CA - Frederico, sei que te iniciaste na patinagem muito cedo. Consegues lembras-te das tuas primeiras patinadelas?
FN - As minhas primeiras patinadelas foram no Hóquei Clube Os Tigres, tinha dois anos e meio. Recordo-me dos meus patins, eram patins da Chico e com esses patins andei  cerca de um ano à volta do pavilhão de Almeirim, só depois passei para os patins de correia. Também me recordo do meu primeiro treinador (João Santos ), hoje treinador do HC Santarém. Lembro-me de ser treinado pelo Treinador Augusto Godinho que me ensinou a patinar, e depois pelo treinador Luís Peralta, que me levou ao meu primeiro torneio de Bambis do Entroncamento, onde ganhei a minha primeira taça, foi um espectáculo. Hoje, alguns desses meus colegas ainda jogam, como é o caso do Rodrigo Godinho(Paço de Arcos), Miguel Rodrigues(H.C Santarém), Cristóvão Saraiva(H.C. Os Tigres) e Afonso Santos(Alenquer).


CA - Começaste então a aprendizagem no HP no Hóquei Clube Os Tigres. O que te levou a sair de Almeirim para o Sporting Clube de Portugal?
FN - A competição do Ribatejo é completamente diferente da competição de Lisboa e talvez por isso tenha saído para o Sporting Clube de Portugal, e talvez porque os meus primos lá estavam (Bernardo e Diogo Neves). Na altura, lembro-me que fizemos muitos jogos com clubes de Lisboa entre os quais o Sporting Clube de Portugal. Nesses jogos tive boas prestações tendo depois no Verão de 2007 aparecido o convite da parte do Sporting (Sr. António Rocha e Engº. Gilberto Borges), para ingressar na equipa de Benjamins na época seguinte. Lembro-me que após termos falado em família sobre o assunto, chegámos à conclusão que a competição da nossa região era completamente diferente da região de Lisboa, onde existiam 22 clubes e talvez por isso me tenha transferido para o Sporting. Depois a influência dos meus primos foi importante.


CA - Como foi o teu ingresso no clube da Capital? Para ti, quais as principais diferenças entre a competição no Ribatejo e Lisboa?
FN -  Na primeira semana foi um pouco difícil mais depois fiquei à vontade, pois os meus colegas ajudaram-me na integração. Recordo-me que quando cheguei ao Sporting a equipa de benjamins à partida não seria muito forte. As pessoas comentavam mesmo que não iria entrar em competição. Nessa época chegamos à última jornada com um ponto de diferença sobre o PA tendo precisamente na última jornada em casa do PA perdido o título. Marquei nesse jogo o meu golo nº 100 nessa época. Neste momento posso dizer que grande parte desta equipa de benjamins foi no ano passado Campeã Distrital de Escolares e vai agora disputar a Final Four em Barcelos. Ao chegar ao Sporting notei que os pais levavam o hóquei em patins muito mais a sério, onde a competição saudável está sempre presente. Para ter um exemplo é impensável um atleta não ir a um treino porque se portou mal na escola. Depois em Lisboa, como disse à pouco, existe em competição 22 equipas, todas a lutar pelo titulo lisboeta, sendo o ritmo de jogo muito mais elevado. 


CA - Na presente época os Infantis do SCP foram Vice-Campeões, tendo agora conseguido a qualificação para a Final Four de apuramento do Campeão Nacional de forma brilhante sobre o Paço D’ Arcos, actual Campeão Nacional. Qual o balanço que fazes da presente época?
FN -  Excelente, a equipa de infantis do SCP é talvez a equipa mais nova do Campeonato Nacional, sendo formada por três atletas que são Infantis de 2º Ano, quatro Infantis de 1º ano e três Escolares. Julgo que aquilo que esta equipa conseguiu este ano, ninguém estava à espera. Fomos Vice-Campeões Distritais sem que tivéssemos perdido com o campeão (H. C. Sintra). Esta qualificação para a Final Four em Barcelos foi o momento mais feliz da minha vida como hoquista por ter sido num jogo de tudo ou nada e logo frente ao PA, actual Campeão Nacional em titulo. É também um prémio para toda a equipa, desde atletas, a treinadores, a seccionistas e pais. Como tal o balanço que faço da presente época só pode ser muito positivo. 


CA - O Sporting Clube de Portugal, tem nos últimos anos marcado uma presença assídua nas Finais Four, sendo considerado por muitos uma das melhores Escolas de Formação, sendo que, em todas as competições que entra é para ganhar. Quais as tuas expectativas para esta Final Four, quer em termos colectivos, quer individuais?
FN - Em termos colectivos, o mais importante, é a equipa ser Campeã Nacional e em termos individuais tenho como objectivo ser o melhor marcador nacional. Mas, o mais importante é a equipa ganhar. Esta equipa é composta por excelentes jogadores, muito fortes, e os Sportinguistas podem contar que, todos juntos vamos fazer tudo para sermos Campeões Nacionais. Se perdermos fica uma época feliz, com muitos outros objectivos alcançados.
CA - Frederico, por último deixo-te aqui a oportunidade de deixares uma mensagem ou algo que pretendas acrescentar à presente entrevista, que não tenha sido referenciado.
FN - Queria agradecer a todos que me ensinaram a ser aquilo que sou hoje, enquanto criança e enquanto hoquista, principalmente aos treinadores André Vital e Xavier, salientando nestes últimos tempos o treinador Mário Almeida do H.C. Os Tigres que me tem dado um apoio excelente, e por fim ao meu actual treinador Joaquim Alves (Quim Zé) que nestes últimos 3 anos me tem ensinado muito do que sei hoje. Por último agradecer aos meus colegas de equipa a forma como se empenharam nesta qualificação para a Final Four e agora na preparação destas duas finais. Queria também agradecer ao Sr. Gavancho esta entrevista, que é bem mais difícil que jogar hóquei…Obrigado, Freddy (Frederico Neves) BORA LÁ EQUIPA!!!!!


NR: O meu sincero agradecimento ao Amigo Neves, pela enorme colaboração para que esta entrevista fosse possível, o meu sincero obrigado.

Fotos: Freddy

segunda-feira, 27 de Junho de 2011

PORQUE RECORDAR É VIVER

No próximo fim de semana em Barcelos o Sporting CP disputa a F4 dos Nacionais de Infantis e Juvenis. Num excelente trabalho de AJ Neves aqui ficam os melhores momentos da F4 2007/2008, disputada no mítico Casablanca em Paço de Arcos.

BRAGA E PORTO VENCEM EM CASTRO VERDE

HC Braga garante título de campeão


O HC Braga conquistou o título de campeão nacional de iniciados ao derrotar o Benfica por 4-3, em Castro Verde. Miguel Vieira foi o grande herói dos minhotos, ao garantir a vitória no Golo de Ouro, depois de marcar dois tentos no tento regulamentar. José Carvalho apontou o outro tento dos minhotos.

Nos encarnados, Pedro Ferreira bisou, enquanto João Sardo colocou as equipas empatadas a três golos no final do tempo regulamentar.

Por outro lado, o Stuart Carvalhais terminou a época na terceira posição, ao derrotar o FC Porto por 4-3.

Goleada do FC Porto vale título de campeão


O FC Porto revalidou o título de campeão nacional de juniores, ao derrotar o Benfica por 7-3 no Pavilhão Municipal de Castro Verde. Os dragões foram mais fortes, mereceram o triunfo que só no início da segunda parte foi contestado pelos encarnados.

A equipa de Renato Almeida entrou melhor na partida e, rapidamente, chegou ao 3-0, com bis de Henrique Magalhães e o outro golo a pertencer a Rafa, deixando o adversário perturbado. Apesar das oportunidades criadas, o Benfica não conseguiu reduzir a desvantagem e voltou a sofrer mais um golo, desta vez por intermédio de Tomás Castanheira.

Na segunda parte, o FC Porto voltou a entrar bem e não precisou muito tempo para concretizar o quinto golo, novamente por Rafa. O Benfica conseguiu, então, a sua melhor fase, tendo marcado dois tentos, por João Beja e Miguel Rocha. No entanto, o FC Porto não se intimidou, concretizou mais dois golos, por João Souto Silva e Tomás Castanheira, depois de os encarnados terem atenuado a desvantagem por Miguel Rocha.

O HC Braga terminou a Final-Four do Campeonato Nacional de juniores na terceira posição, depois de ter derrotado o Alenquer e Benfica por 5-4.

Fotos: Blog "Patinando no Alentejo"
Informação: Pedro Santos, assessor de Imprensa da FPP

domingo, 26 de Junho de 2011

LOBINHOS VENCEM TAÇA PORTUGAL FEMININA

Lobinhos festeja dobradinha


O Lobinhos garantiu a conquista da Taça de Portugal, ao derrotar o Turquel por 3-2 no Pavilhão Municipal de Vila Nova de Fôz Coa. Inês Vieira apontou o tento do triunfo, na sequência da recarga a uma grande penalidade no prolongamento. Ou seja, a equipa de Cristiano Agulhas voltou a ser feliz no Golo de Ouro, tal como aconteceu ontem, e, por isso, junta a Taça ao Campeonato Nacional.

Num jogo bem disputado, em que a incerteza sobre a identidade do vencedor pairou até ao final, Rita Paulo, que formou uma dupla temível com Inês Vieira foi, novamente, uma das grandes protagonistas do Lobinhos, com um bis, perante um adversário que se mostrou bastante incómodo e sempre com qualidade suficiente para merecer o troféu. Rita Lopes e Gisela Honório assinaram os golos do conjunto treinado por Luís Rosa.

Foto: Blog GDR "Os Lobinhos" - Hóquei Feminino
Informação: Pedro Santos, assessor de Imprensa da FPP

FAVINHA É REFORÇO DO HC "OS TIGRES"

Gonçalo Favinha (ex- SC Tomar) será reforço dos Tigres de Almeirim, para a próxima época. A transferência do "artilheiro mor" da equipa da Cidade dos Templários foi confirmada ao Cartão Azul por Carlos Taborda, Presidente do clube Almeirinense.

Recorde-se que Gonçalo Favinha ingressou no clube verde e branco na época de 2009/2010 vindo do Porto Santo SAD, sendo o regresso a um clube por onde já tinha passado nas épocas de 2000/2001 e 2001/2002, transferindo-se depois para a J. Ouriense onde actuou até à época de 2006/2007 tendo dado o seu contributo para a subida da equipa Ouriense à 1ª Divisão Nacional. HC Braga em 2007/2008 e Porto Santo SAD 2008/2009 foram os outros clubes representado pelo atleta.

Em Almeirim espera-se que Favinha faça aquilo que de melhor sabe, ou seja marcar golos. Na passada época apontou 43 golos ao serviço do Tomar sendo o 6º melhor marcador da 1ª Divisão. Depois de Carlitos e Diogo Lã (ex-Cascais), os Tigres de Almeirim continuam a reforcar-se para conseguirem a manutenção no mais alto patamar do hóquei patinado português. Segundo informações chegadas ao Cartão Azul no inicio da próxima semana serão em principio apresentados mais 3 reforços que irão completar o plantel da equipa da Cidade da Sopa da Pedra.

Fotos de arquivo: Barros Simões/Cartão Azul
Montagem: Gonçalves Bolinhas

10 CAMPEONATOS CONSECUTIVOS É OBRA...!!!

INFANTIS DE S. CITA TRIUNFAM EM GRÂNDOLA

A equipa de infantis da ACR Santa Cita, venceu a II Taça Grândola em Hóquei em Patins.


Os jovens da Aldeia Ribatejana do Hóquei em Patins venceram o primeiro jogo frente ao A. Alcobacense por 6-4, após marcação de grandes penalidades.


Da parte da tarde foi e perante a equipa da casa HCP Grândola os jovens de Santa Cita novamente com recurso à marcação de grandes penalidades venceram por 3-2, e trouxeram o "caneco" para o Ribatejo. Para a história fica a conquista do Torneio, mas para o presente fica a eficácia na marcação dos castigos máximos, cada vez mais importantes nas decisões dos jogos.

Foto: Maria Marques

TORNEIO OEIRAS CAPITAL PORTUGUESA DO HP

A AD Oeiras vai levar a efeito entre os dias 28 de Junho e 03 de Julho a 1ª edição do Torneio "Oeiras Capital Portuguesa do Hóquei em Patins" destinado aos escalões de Bambis, Benjaminis e Escolares. O HC Santarém será o representante do Ribatejo nos escalões de Benjamins e Escolares.

 

sábado, 25 de Junho de 2011

GUARDA-REDES...!!!

Barros Simões continua com o seu génio fotográfico a proporcionar-nos instantes fabulosos desta modalidade que é o hóquei em patins, e desta feita ficam os registos de uma das posições mais emblemáticas da modalidade, ou seja a de guarda-redes.












Fotos: Barros Simões

sexta-feira, 24 de Junho de 2011

A ÉPOCA QUE ACABOU, O FUTURO E O HÓQUEI


O Cartão Azul vai publicar a partir de 03 de Julho uma série de entrevistas com jogadores de vários clubes do nosso panorama hoquista. Vamos tentar saber como decorreu a época que findou, quais os objectivos para o futuro e o que pensam do estado actual da modalidade. Nomes como Miguel Dantas (CD Paço de Arcos), Paulo Nunes (GC Odivelas), Samuel dos Santos (HC Turquel), João Mendes (União FE), Rui Oliveira (ACR Santa Cita), Carlos Trindade (HC "Os Tigres) entre outros dirão de sua justiça.

HC SANTARÉM DIVULGA TREINADORES

O HC Santarém divulgou hoje de manhã, através do seu Presidente, Francisco Mogas o nome dos técnicos com que o clube da capital Ribatejana irá contar na época 2011/2012 para atingir os objectivos propostos.


No inicio de Setembro, Direcção, Treinadores, Atletas e Pais irão efectuar uma reunião, para delinear as linhas mestras e de orientação para o clube e para cada escalão. São estes os técnicos que irão representar o HC Santarém:

Benjamins e Escolares: Francisco Mogas

Infantis e Iniciados: Luís Santos

Juvenis e Juniores: Carlos Filipe (ex- União FE)

Guarda-redes: André Vital

J. GODINHO EM ENTREVISTA AO BEST HÓQUEI

Jorge Godinho o treinador que levou a equipa do HC "Os Tigres" da 3ª Divisão à conquista do Nacional da 2ª Divisão e consequente subida ao patamar mais elevado do hóquei patinado Português, concedeu a Tiago Silva, administrador do Blog "Best Hóquei" uma entrevista, onde faz um balanço da pretérita época, mas onde não ainda nada sobre o seu futuro como treinador, e ainda faz os agradecimentos a todos aqueles que o ajudaram nesta passagem pela equipa azul e branca de Almeirim.
TS - O campeonato acaba de terminar, que balanço faz?
JG - Um balanço muito positivo. Um campeonato interessante, com grandes treinadores a virem dar outro interesse ao campeonato da 2ºdivisão. Equipas equilibradas, bons trabalhos e jogadores com qualidade, destacaram-se 4 equipas (Tigres, Paço de Arcos, Turquel e Oeiras) que lutaram por 2 lugares de acesso à 1ºdivisão.
TS - Quais eram os objectivos da equipa no início da época?
JG - O objectivo era ficar entre os 5 primeiros lugares, fomos uma equipa que veio da 3ª divisão, mantivemos a base da equipa, reforçamo-la com jogadores de muita qualidade e com experiencia de subidas de divisão e fomos trabalhando semana a semana com objectivo sempre de ganhar. Os jogos foram surgindo, a equipa foi ganhando, foi melhorando e foi traçando objectivos ainda melhores.
TS - A sua equipa consegue o primeiro posto na classificação e a subida de divisão, sonhava por este feito há muito tempo?
JG - Sim, sonhava e tinha noção que tínhamos equipa para tal. Não o assumimos claramente porque tinha noção que era importante resguardar a equipa, agora com este plantel qualquer treinador arriscava-se a subir, respeitando como é óbvio todos os adversários.


TS - Na Taça de Portugal, a equipa do HC “Os Tigres” ficou pelo caminho nos 16 avos de final ao perder em Paço de Arcos, sente que podiam ter feito mais nesta prova?
Sim, claro que podíamos e devíamos ter feito mais na Taça de Portugal. Só que foi um jogo com algumas nuances visto que uma semana depois jogávamos com o mesmo adversário (Paço de Arcos) e no mesmo, local um jogo muito importante para o campeonato.
Como tal, alteramos algumas acções para esse jogo pensando que o jogo do campeonato era muito mais importante. E correu bem.
TS - Uma época é uma espécie de “montanha russa”, existe momentos maus e momentos bons, consegue-me dizer um momento que marca a época a nível positivo e a nível negativo?
JG - Positivo, sem dúvida o intervalo do jogo em Paço de Arcos para o campeonato, o que se sentiu lá dentro foi uma coisa que mexeu muito com todos, fizemos uma 2ª parte em grande e no fim disse a alguém que já tínhamos subido de divisão e hoje recordamos isso com orgulho. Negativo, sem dúvida a entrada do ano 2011,tenho a minha culpa na planificação dos treinos mas houve quem teve também na estrutura do clube. Sofremos duas derrotas seguidas (Oeiras e Turquel), que nos abanou e lembro-me perfeitamente que houve alguém que gritou bem alto que exigia a minha saída. Fico grato aos jogadores que me seguraram e à direcção que manteve a confiança em mim.
TS - Sei que não irá treinar a equipa de Almeirim na próxima época, apesar disso, pode-nos adiantar saídas ou entradas que podem acontecer no plantel?
JG - Isso não o posso fazer, só a direcção o poderá dizer.
TS - É público que não irá ser o treinador para a próxima época, quer-nos dizer o porquê de abandonar o “barco” depois de conseguir um feito em Almeirim?
JG - Eu não abandonei o barco, nunca o faria, houve um dirigente que fez tudo para alterar o rumo da equipa técnica e não aceito que uma determinada pessoa que está no hóquei há um ano que venha dar-me lições de como gerir uma equipa, um balneário e tudo o que gira à volta de uma equipa de hóquei. Aceito que queira aparecer, ser falado, mas sem denegrir quem cá está e o que não gostei foi isso. Podem pensar em mudar de rumo técnico, está no seu direito e eu respeito, mas tentar mudar a opinião de toda a massa associativa e de quem nos acompanhava mais directamente, só para haver alguma razão para a mudança, aí é que já não aceito. Felizmente sempre falei verdade com os jogadores, sempre estiveram a par de tudo e dai haver uma confiança e uma cumplicidade entre jogadores e treinadores que nos uniu e que veio a ser a chave principal deste sucesso.
TS - Já tem propostas na “mesa” para uma nova aventura?
JG - Não, houve algumas sondagens, desde já agradeço, mas só penso nisso quando não houver mais nenhum jogo para realizar. Gosto de me concentrar só nos meus jogadores, em como ajuda-los a estarem preparados para o próximo jogo. Depois logo se verá, com certeza que vou estar ligado ao hóquei.


TS - Quer deixar alguma mensagem?
Agradecer a todos aqueles que apoiaram a equipa. Aqui entrará sempre os ULTRAS ALMEIRIM, foram inexcedíveis no apoio à equipa, grande abraço a todos eles. Agradecer ás minhas equipas de Juvenis e Juniores que oriento com todo o gosto e que foram importantes nos treinos dos Seniores, ajudaram e muito. Agradeço à C. M Almeirim todo o apoio que nos deram, sempre disponíveis para ajudar, quer a malta do pavilhão quer a responsável pelo desporto. À equipa técnica, Sérgio Pacheco (prep. físico), João Simões (massagista) e Sal (mecânico). À direcção, Jorge Ribeiro, Filomena Ribeiro, Artur Castro, Néo Godinho, muito Obrigado! Ao Presidente Carlos Taborda agradeço todo o apoio que me deu no fim as coisas não andaram como todos desejaríamos mas não quero ter a razão agora, talvez um dia mais tarde me dê razão. Nem sempre devemos ir pelos caminhos mais fáceis!! Abraço a todos os Almeirinenses

Entrevista de Tiago Silva - Blog "Best Hóquei"
Fotos de arquivo: Barros Simões
Titulo: Cartão Azul

quinta-feira, 23 de Junho de 2011

VETERANOS DO SC TOMAR VENCEM NO SEIXAL

A equipa de Veteranos do SC Tomar venceu o 1º Torneio José Marques que se realizou no Pavilhão do Seixal.


Torneio disputado no sistema quadrangular contou com a presença das equipas dp CD Paço de Arcos, AA Amadora, CUF e SC Tomar. No jogo da manhã a equipa verde e branca venceu o CD Paço de Arcos por 8-2. No jogo da final a equipa Nabantina bateu desta feita a AA Amadora por 4-2. Para os 3º e 4º lugares a vitória sorriu À equipa da CUF que relegou o histórico PA para a ultima posição.

De salientar que a equipa da Cidade Templária jogou com seus antigos jogadores que residem na zona da grande Lisboa, em virtude dos jogadores que normalmente jogam pelos veteranos do SCT não poderem estar presentes.

Fotos: João Rui - Blog "Veteranos SC Tomar"

O RESULTADO CERTO TERIA SIDO O EMPATE

O Pavilhão Jácome Ratton recebeu o ultimo jogo do Torneio de Encerramento que opôs a equipa da casa SC Tomar e a J. Ouriense.


Carlos Fagulha foi o arbitro da partida e as equipas apresentaram-se da seguinte forma:
SC Tomar - Carlos Silva (gr), Luís Flores, Edgar Costa (c), Pedro Martins, João Adrião, Tiago Godinho, David Costa, Francisco Neves e João Massa (gr)
Treinador - Pedro Nobre

J. Ouriense - Luís Marujo (gr), Luís Silva, André Domingues, Tiago Reis, António Brito, Dinis Santos, Ivo Oliveira (c) e Ricardo Guerra (gr)
Treinador - Hélder Santos


Primeira parte equilibrada com o primeiro golo a aparecer aos 5' 34'' para a equipa da casa, numa seticada colocada de Luís Flores, que Luís Marujo foi incapaz de deter. O capitão Ivo Oliveira empatou para a equipa de Ourém numa jogada de 3x2 com 8' 02'' decorridos. Seria Pedro Martins passado cerca de um minuto e meio a colocar novamente a equipa verde e branca na frente do marcador. O intervalo não chegaria sem que a equipa forasteira fizesse novamente o empate, desta feita por Dinis Santos, que "dispara" de fora da área e a bola a sofrer um ressalto e a trair o guardião Leonino.

Intervalo: SC Tomar 2  -  J. Ouriense 2  (Faltas: 2 - 3)


A segunda parte começa de novo com o equilíbrio a ser a nota dominante, mas a equipa da J. Ouriense mostrava com o passar dos minutos, mais afoita e Nuno Domingues deu cor a esse ascendente passando a sua equipa para a frente do marcador (2-3) aos 5' 33''. Continuou a equipa de Hélder Santos com sinal mais na partida e chegaria ao quarto golo por intermédio de Luís Silva, que mal teve tempo de festejar pois passados poucos segundos Carlos Fagulha mostra-lhe o cartão azul e David Costa chamado a marcar, permite por duas vezes a excelente intervenção de Luís Marujo. Com cerca de 13' jogados e no espaço de pouco mais de um minuto a equipa verde e branca repõe a igualdade, com David Costa a bisar. A equipa de Ourém não baixou os braços e continuou na procura da vitória e Tiago Reis coloca novamente a sua equipa na frente (4-5), estavam decorridos 14' 10''. Seria Edgar Costa a empatar novamente a contenda (5-5). 


Com pouco mais de 4' para jogar, o jogo tornou-se incaracterístico e os jovens atletas já jogavam mais com o coração do que com a cabeça, e seria num lance em que o arbitro assinala falta a seu favor que David Costa se dirige ao mesmo em termos menos próprio e vê o cartão azul. Na marcação do livre directo o jogador Ouriense foi incapaz de bater o guardião do SC Tomar, e  o empate teimava em manter-se, quando já contavam os últimos 10'', Luís Silva faz a 10ª falta de equipa e David Costa, salta do banco para marcar o livre directo e desta feita não desperdiça a oportunidade, fazendo o golo da vitória.

Final: SC Tomar 6  -  J. Ouriense 5  (Faltas: 3 - 10)


Num jogo equilibrado, a derrota acaba por ser um castigo pesado para a equipa Ouriense, pelo que ambas as equipas apresentaram o empate teria sido o resultado acertado. O arbitro da partida acabou por fazer um trabalho com altos e baixos, assinalando algumas faltas para uma equipa, e a deixando por assinalar o mesmo tipo de falta para a outra, acabou por ser uma exibição um pouco abaixo do que Carlos Fagulha nos tem habituado.

Crónica: Luís Soares
Fotos: João Massa

LUÍS "MELÃO" É O PRIMEIRO REFORÇO

O União Futebol Entroncamento assegurou o primeiro reforço para a próxima temporada desportiva. Após ter dado prioridade à renovação com os atletas da temporada passada, foi a vez de assegurar o primeiro reforço para a nova época. Trata-se de Luís Santos, conhecido no mundo do Hóquei por "Melão", guarda redes de reconhecida categoria, que está assim de volta ao União depois de uma primeira passagem pelo clube durante 3 época. Segundo informações que o Cartão Azul teve acesso, o plantel não se encontra fechado, reservando-se a Direcção de informar das possíveis contratações quando as mesmas estiverem concretizadas.

INFANTIS DE SANTA CITA EM GRÂNDOLA

A equipa de Infantis da ACR Santa Cita vai estar presente na II Taça Grândola em Hóquei em Patins.


O Torneio terá lugar no próximo sábado dia 25 de Junho e decorrerá sob a forma de quadrangular. A equipa de Rui Nunes conjuntamente com a equipa da casa HCP Grândola, HC Portimão e A. Alcobacense. O jogo de manhã será contra a equipa de Alcobaça e o inicio está marcado para as 1200 horas. Com inicio às 1600 horas terá lugar a disputa do jogo de atribuição do 3º e 4º lugar e uma hora depois terá inicio a final.

Foto: Ana Évora

UNIÃO TROUXE O 4º LUGAR DE GRÂNDOLA

O União FE acabou terminou a participação na II Taça Internacional de Grândola de Hóquei em Patins que se realizou no passado fim de semana na ultima posição, fruto de um empate e duas derrotas.


A equipa de Barros Simões empatou no 1º jogo (1-1) frente ao HCP Grândola. No domingo de manhã os alvi negros foram incapazes de levar de vencida a LMR Algés e acabaram derrotados por 8-6. No ultimo jogo realizado pelas 1600 horas nova derrota desta feita frente ao Seixas HC por 3-2.

Termina assim a época da equipa Unionista, agora venham as merecidas férias. Recorde-se que a maioria dos jogadores já renovou para a próxima época.

Classificação Final
1º - HCP Grândola  -  7 pontos
2º - Seixas HC  -  6 pontos
3º - LMR Algés  -  3 pontos
4º - União FE  -  1 ponto

Foto de arquivo: União FE

quarta-feira, 22 de Junho de 2011

NÉLSON LOURENÇO É O NOVO TIMONEIRO

O turquelense Nélson Loureço é o novo treinador da equipa do HC “Os Tigres” de Almeirim, precisamente o clube que “colocou fora da subida” á 1ª Divisão o Hóquei Clube de Turquel, sucedendo assim a Jorge Godinho.


É um treinador já com experiência depois de ter treinado na formação do Sport Lisboa e Benfica onde conseguiu excelentes resultados, regressando depois ao Hóquei Clube de Turquel onde levou na época passada a equipa de Juniores ao 3º lugar no Campeonato Nacional e esta temporada foi o adjunto de Paulo Baptista no comando da equipa sénior da equipa da “aldeia do hóquei” na 2ª Divisão. É um projecto aliciante para o treinador turquelense visto que irá liderar a equipa de Almeirim na estreia no primeiro escalão do hóquei patinado português.


Nélson Lourenço já sabe que o clube de Almeirim assegurou a renovação de: André Azevedo, Carlos Trindade, Bruno Ribeiro e Rui Cova. O Desporto Leiria também pode confirmar que os HC “Os Tigres” já asseguraram os reforços Diogo Lã e Carlos Martins (ex-GDS Cascais) que trarão qualidade ao plantel para o ataque á 1ª Divisão Nacional.

Gonçalo Ferreira - Desporto Leiria
Fotos de arquivo: Barros Simões
Titulo: Cartão Azul