domingo, 22 de Abril de 2012

UNIÃO E SANTA CITA EM ALTAS...!!!

Foi um sábado repleto de emoções, com o União FE a garantir a subida à II Divisão, o Santa Cita quase a carimbar a manutenção, e os Tigres a deixarem fugir a vitória a 39 segundos do final.


Na I Divisão a jogar em Valongo os Tigres tinham pela frente (e o jogo veio a comprovar isso) dois adversários, a AD Valongo e o arbitro Paulo Rainha (Minho). Entrou melhor a equipa da casa e chegaria ao 1-0 resultado com que se chegou ao intervalo. A equipa dos Tigres daria a volta ao marcador com João "Janeka" Silva a restabelecer a igualdade e Carlos Trindade a fazer o 1-2. O Valongo repôs de novo a igualdade, mas a equipa de Nelson Lourenço queria a vitória e Diogo Lã colocava de novo os azuis e brancos na liderança do marcador 2-3. A 39 segundos do final e depois de um jogo inteiro a inclinar o rinque para o lado do Valongo, Paulo Rainha conclui a sua brilhante actuação (mais uma a prejudicar os Tigres, e depois de que se passou em Braga, continua a ser nomeado para os jogos da equipa de Almeirim, depois admira-se a ANAHP de serem criadas suspeições em relação a certos resultados) assinalando uma falta e no respectivo livre directo a AD Valongo faz o 3-3, resultado com que terminaria a partida. De salientar ainda e como não podia deixar de ser, "o suspeito do costume" depois de em Braga ter expulso Janeka, ontem manteve o ritmo e expulsou Carlitos. Com este resultado os Tigres continuam na 11ª posição com 24 pontos, 6 acima da linha de água. Na próxima jornada a equipa de Nelson Lourenço recebe no Alfredo Bento Calado a AA Espinho que ontem causou a surpresa da jornada ao vencer no seu reduto o FC Porto por 8-4 e assim entregar a liderança do campeonato ao SL Benfica.


Na II Divisão Sul, o SC Tomar  foi derrotado por 8-2 em Turquel e acabou por fazer parte da festa da subida da equipa Turquelense. A equipa de Nuno Lopes que está a fazer uma 2ª volta abaixo do que demonstrou na 1ª e abaixo do real valor da equipa, acabou derrotada pelo seu "carrasco" dos últimos anos (seja em Tomar, seja em Turquel) e ao intervalo já perdia por 6-1. A 2ª parte jogada em ritmo mais baixo e com os "Brutos dos Queixos" mais à espera que o cronometro esgotasse os minutos do que em repetir a exibição da 1ª parte acabaram por fazer um parcial de 2-1 e construir uma vitória folgada sobre um SC Tomar que como foi dito não demonstrou o seu real valor e acabou por sair vergado a uma goleada. Com esta derrota a equipa Leonina caiu para a 4ª posição com 42 pontos. Na próxima jornada o SC Tomar recebe no Jácome Ratton o aflito Parede FC.


Em Santa Cita a equipa de Luís Miguel Cunha deu mais um passo rumo à manutenção que com esta vitória está quase, quase conseguida. A jogar frente ao 6º classificado HC Sintra a equipa de Santa Cita chegou ao intervalo a vencer por 2-1. A 2ª parte continuou a mostrar um Santa Cita em dia inspirado e a mostrar aquilo que realmente tem capacidade para fazer, levando-nos até a perguntar «onde andou esta equipa na 1ª volta» e chegaria ao 4-2, resultado que se manteria durante muito tempo. O HC Sintra não aproveitou um livre directo resultante das faltas de equipa e a jogar em power-play chegaria ao 4-3, quando diga-se em abono da verdade a equipa de Santa Cita teve inúmeras oportunidades para chegar ao 5-3. A equipa da casa controlou o golo de vantagem e garantiu os 3 pontos em jogo. Numa partida como boa arbitragem de José LaSalette e Carlos Miguel  de Aveiro o Santa Cita foi superior e soube controlar a partida sendo um justo vencedor. Tiago Pereira (2), Nuno Nobre e Rui Alves foram os marcadores de serviço. Com esta vitória o Santa Cita subiu á 10ª posição com 24 pontos, 11 acima da linha de água. Na próxima jornada a equipa de Luís Miguel Cunha desloca-se até à Parede para defrontar o Sporting CP.


Na III Centro, o União FE foi vencer o AC Sismaria ao Pavilhão de Marrazes e garantiu a subida à II Divisão depois de duas épocas a terminar na 3ª posição. A equipa de Miguel Jerónimo sabia que apenas uma vitória garantia esse objectivo, assumido publicamente pela Direcção no inicio da época, no entanto tinha pela frente uma equipa a quem bastava apenas o empate para conseguir o objectivo subida no ano de estreia no hóquei, e que foi durante a maior parte do campeonato o líder e que a duas jornadas do final tinha 5 pontos de avanço sobre o União que na altura ocupava a 3ª posição. Com um grande numero de adeptos Unionistas nas bancadas incansáveis a puxar pela sua equipa Marco Bento fazia o 0-1. A equipa da casa empataria a partida 1-1, mas antes do intervalo Marco Bento bisava e colocava de novo a sua equipa na frente do marcador 1-2. O AC Sismaria sabia que o empate era suficiente e restabelecia de novo a igualdade 2-2. Chegou então a vez de João Capitolino bisar e colocar o União a vencer por 2-4 e com os dois patins na II Divisão, mas o jogo não terminaria sem que João Mendes fizesse o 2-5 final. O União acaba a prova em igualdade pontual com o A Alcobacense CD mas com a desvantagem no confronto directo com a equipa da Capital da Maça que ontem empatou 4-4 em São Miguel frente ao União Micaelense, ficando o amargo de boca dos 8 pontos perdidos no Albano Mateus e que dariam para se ter festejado a subida muito antes e agora estar na discussão do Campeão Nacional da III Divisão.

Fotos de arquivo: Barros Simões, João Beja e TM Fotografia

4 comentários:

mg disse...

Só é pena nos últimos 5 minutos o União ser empurrado para a 2ªa divisão e o Sismaria para fora dela por um Sr do apito chamado Gonçalo Correia (tal como na semana anterior em Alcobaça fez o Sr. Paulo Carvalho). E mais estranho ainda o observador de arbitragem ser do Entrocamento e tratar adeptos e pessoas integrantes da estrutura da União por "tu" à porta do pavilhão, sem demonstrar imparcialidade que lhe é exigida!!

Luís Brízida disse...

Que para o ano que voltemos a ter amargos de boca iguais aos deste ano. Força UFE!!!!!!!!!!!!!!!!!
Parabéns UFE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Luís Brízida disse...

É preciso não esquecer que para alguns entendidos no final da 1ª volta já o UFE não era favorito.
Subimos, estamos radiantes, e por muito que tentem não nos vão estragar a festa!
PARABÉNS UFE!!!!!!!

Augusto disse...

O texto é absolutamente correto e verdadeiro.Estive lá e garanto que depois da roubalheira de igreja do árbitro Raínha,os Tigres não podem ficar calados,de forma nenhuma.Vi e cumprimentei o Pres do Cons Nac de Arbitragem,o Sr Agostinho,antes do jogo,procurei-o depois do jogo mas já tinha saído,para lhe dizer que estas nomeações não são inocentes,e não são.Realço a atitudo do grupo,treinador incluído,porque o Nelson é como um pai para os rapazes.Direito á indignação é necessário,para mostrar que estes jovens(e muito jovens com valor)só por não representarem outro Clube estão esquecidos pela Federação,vergonhosamente.A experiencia dos mais velhos,ajuda e tem ajudado a criar um clima de estabilidade controlada,que esperemos termine com a manutenção assegurada brevemente.O futuro,esse,terá que ser muiiiiiito repensado!

Abraço
AM