quinta-feira, 31 de Maio de 2012

DAR O NOSSO MÁXIMO E ESTAR A 110%

A Académica de Coimbra que na época passada subiu à II Divisão, encontra-se em posição bastante incomoda na tabela classificativa depois da derrota no passado sábado em Sines por 6-3 frente a um adversário directo na luta pela manutenção. Com duas jornadas para disputar, os Estudantes deslocam-se no próximo sábado a Santa Cita para defrontar uma equipa que já garantiu a manutenção, naquele que poderá ser o jogo da época. Fomos até Coimbra para falarmos com Bruno Cruz e tentar saber como está a ser encarado o jogo na Aldeia Ribatejana do Hóquei em Patins.
CA - Bom dia Bruno, obrigado pela tua disponibilidade. Como está a ser encarado o jogo em Santa Cita?
BC – Bom dia! Desde já, agradeço de novo a oportunidade para divulgar o hóquei em patins, neste caso em especial, a Académica de Coimbra. Relativamente à questão que colocou, é um jogo crítico, sabemos disso e estamos a trabalhar com a máxima seriedade durante a semana para podermos trazer os 3 pontos de Santa Cita.
CA - O facto do Santa Cita já ter garantido a permanência poderá jogar a vosso favor, pelo facto da equipa Ribatejana jogar descontraída, ou pelo contrário pode ser um factor contra?
BC – É uma pergunta complicada, pois por um lado se eles estivessem a lutar pela manutenção havia nervosismo de ambas as partes, por outro lado, o facto de o Santa Cita já ter garantido a permanência pode jogar com mais tranquilidade. Obviamente que vamos jogar sob pressão, mas estamos preparados para isso. Vamos entrar com muita concentração e tentar repetir o resultado da primeira mão contra o Santa Cita, onde conseguimos uma excelente vitória.
 

CA - A derrota em Sines veio complicar as contas Academistas, ou essas mesmas contas têm vindo a ser complicadas com pontos perdidos indevidamente e em jogos onde tiveram tudo para pontuar?
BC – Sem dúvida que veio complicar as contas. Sabíamos que se tivéssemos ganho, a manutenção seria praticamente certa. Fomos para Sines desfalcados, tivemos de nos socorrer dos nossos juniores para poder levar uma equipa completa. Aproveito para dar os parabéns aos juniores que estiveram presentes nesse jogo, que apesar da derrota, fizeram um excelente jogo e nunca viraram a cara à luta. É claro que, as várias lesões e pontos mal perdidos durante a época ditam o lugar que ocupamos actualmente.
CA - Olhando para o calendário o Parede FC que está logo acima da linha de água com um ponto de vantagem sobre a AAC, acaba por ter o calendário teoricamente mais difícil, S Alenquer B (fora) e BIR (casa), o HC Vasco da Gama joga fora em Nafarros e recebe o SC Tomar, a AAC depois de Santa Cita recebe o lanterna vermelha. Sem querer entrar em futurologia achas que o Parede é a equipa em pior situação, ou acabam por ser vocês pelo facto de estarem abaixo da linha de água?
BC – Não quero fazer previsões, mas confesso que já fiz essas contas várias vezes, contas essas que não valem de nada se não fizermos a nossa obrigação. Depende de nós próprios e vamos trabalhar bastante para sairmos vencedores dos dois jogos que faltam.
 

CA - Bruno mais uma vez obrigado pela tua disponibilidade, e fica o espaço aberto para alguma mensagem que queiras deixar aos adeptos da AAC e a todos os visitantes do CA. Um abraço e até sábado
BC – Que os nossos adeptos não deixem de acreditar na nossa equipa, e deixar o nosso compromisso de que vamos dar o nosso máximo e vamos estar a 110% nestes dois jogos que faltam para conseguirmos a tão desejada manutenção, que esta ACADÉMICA DE COIMBRA tanto merece. Aproveito para desejar as melhoras ao nosso capitão que se encontra a recuperar uma grave lesão no pé, e um abraço para todos os meus companheiros de equipa que tão bem me receberam neste meu primeiro ano na AAC … Força Briosa!!!

Fotos: Bgc Web

Sem comentários: