segunda-feira, 28 de Maio de 2012

CHANCELA DA MANUTENÇÃO ESTAVA EM T. VEDRAS

Cientes da importância do jogo e que podiam confirmar em Torres Vedras a permanência na I Divisão, a equipa de Nelson Lourenço entrou concentrada e confiante no seu real valor.


Com Joaquim Carpelho (Setúbal) e Luís Inácio (Ribatejo) auxiliados por Luís Barbosa (Setúbal) as equipas apresentaram os seguintes cinco iniciais:

AE Física D - Ricardo Miranda (gr), Alan Fernandes, Samuel Lima, Carlos Godinho e Ricardo Pereira
Treinador: Vítor Fortunato

HC "Os Tigres" - André Azevedo (gr), Luís Querido, Diogo Lã, Carlitos e Carlos Trindade
Treinador: Nelson Lourenço

Foi uma 1º parte equilibrada, com as equipas a encaixarem-se uma na outra e com os guarda-redes a sobreporem-se aos atacantes, e só à passagem do minuto 16, German Dates conseguiria abrir o marcador. Até ao intervalo oportunidade flagrante desperdiçada por Alan Fernandes na marcação de um livre directo após azul a Luís Querido.

Intervalo: AE Física D 1  -  HC "Os Tigres" 0


A 2ª parte começa com os Tigres à procura da reviravolta e em 9 minutos passam a vencer por 1-2, com golos de Pedro Vaz (que não tinha sido utilizado nos últimos jogos por lesão) e Diogo Lã. A equipa da casa ainda no decorrer do minuto 9 viria a empatar a partida (2-2). Seria depois o "blue time" com Vítor Fortunato a ver o cartão azul e João Beja a imitá-lo. German Dates que havia marcado o 1º golo do jogo desperdiça a oportunidade de colocar de novo a sua equipa na frente ao falhar um livre directo. Seria Ricardo Pereira a fazer o 3-2 na marcação de um penalti decorria o minuto 13 e nesse mesmo minuto German Dates colocava a Física a vencer por 4-2.

A equipa de Almeirim não atirou a toalha ao chão e no minuto seguinte Luís Querido fazia o 4-3. O jogo entrou na fase decisiva com a equipa Ribatejana a precisar de um golo para pontuar mas ainda com cerca de 10 minutos para jogar, não podia entrar em loucuras, mas sim continuar a jogar com cabeça, atacar pela certa e defender bem, e como o jogo não estava muito rápido todas as jogadas podiam ser bem pensadas, e quando faltavam 02'50'' para terminar Carlitos fez o golo do empate (4-4). Até ao apito final foi segurar o resultado que podia ter sido desfeito quase no final, quando Ricardo Pereira na marca de grande penalidade não aproveitou soberana oportunidade.

Final: AE Física D 4  -  HC "Os Tigres" 4


Jogo muito disputado, jogado a velocidade moderada e com um resultado que se aceita pelo que as equipas produziram durante os 50 minutos. A Física pode queixar-se da falta de aproveitamento dos lances de bola parada. Com este empate a equipa de Almeirim confirmou a permanência na I Divisão.

A dupla de arbitragem teve alguns erros, quase todos em prejuízo da equipa Ribatejana, ficando na retina o golo anulado aos Tigres, e a repetição do penalti que deu o 3-2, pois segundo as regras se o jogador marca sem ser feita a sinalética pelo arbitro é falta contra a sua equipa e não a repetição do castigo máximo.

Crónica: José João P.C.
Fotos de arquivo: João Beja e Almeirinense Tv

1 comentário:

Augusto disse...

Parabéns a todos os Atletas,um grupo forte,unido e inteligente que com competência fez o que pelos vistos lhe foi pedido.Parabéns ao Treinador Nelson Lourenço,um grande homem e excelente técnico que acredita e motiva os rapazes duma forma que só ele sabe.O Professor Ricardo Salgado,dignissimo Preparador Físico e conselheiro espiritual do grupo.Competentissimo!Só quem não os conhece pode duvidar.
Por último,a quem reuniu esta Equipa para atacar a época 2011/2012.Um grande "artista" que conseguiu "vender sonhos" ao preço da uva mijona,conseguindo os fins trapaçando nos meios.Parabéns.
Uma palavra para a claque "Ultra Almeirim"que vi em alguns jogos fora de casa,sempre de forma educada,simpática,a apoiar os Tigres até ao limite.Foram grandes.
Como adepto da modalidade sei que apesar de atípico foi maravilhoso.Vamos agora atacar a Taça!Parabéns.