sábado, 31 de Março de 2012

NOITE DE QUATRO GRANDES GUARDA-REDES


A.P. Ribatejo 2 – A.P. Aveiro 3


Pavilhão da Juventude Salesiana: 21h; 102 pessoas, 14 graus, nuvens e temperatura amena.

APR: 1 – Cláudio Pimpão, 2 – Gonçalo Domingues, 3 – Rúben Fonseca, 4 – Tiago António, 5 – Gonçalo Vicente, 6 – João Alves, 7 – José Marques ©, 8 – Diogo Marante, 9 – Viriato Reis 10 – Carlos Silva (sub-cap.)
APR Treinador: Manuel Vitorino

APA: 1 – Bernardo Moreira, 2 – Pedro Coelho, 3 – Jorge Almeida, 4 – Tiago Almeida (sub-cap.), 5 – Manuel Coimbra ©, 6 – Sérgio Soares, 7 – André Ventura, 8 – João Cruz, 9 – Luís Pinheiro e 10 – Tiago Rodrigues
APA Treinador: Filipe Rosmaninho

Árbitros: Miguel Guilherme, Jorge Ventura e Jorge Carmona

A Associação de Patinagem de Aveiro fez o que lhe competia, controlar a partida, sempre em cima do Ribatejo. Mas foram os ribatejanos que, contra a corrente do jogo, inauguraram o marcador através de João Alves, passando a partida a ganhar um maior fôlego. Os rapazes dos “ovos-moles” mostraram grande inconformismo, com o golo sofrido, pressionando, atacando e stickando de longe. Mas o Ribatejo batia-se com unhas e dentes para manter o resultado, e foi conseguindo à custa de muita concentração e atitude. Na verdade nesta primeira parte a Associação de Aveiro não conseguiu o ascendente que lhe competia, porque a bom da verdade defrontou um adversário cheio de garra e determinação que teve no seu guarda-redes, Carlos Silva, o maior obstáculo. Manuel Coimbra, jogador de Aveiro, empatou a partida a 30s do fim da primeira metade e deixou a sua equipa ir mais tranquila para o intervalo.


Na segunda parte os aveirenses vieram determinados a rectificar o resultado. Contudo, os ribatejanos não desceram as guardas e ofereceram resistência, mas foi Aveiro através de Jorge Almeida que fez o 1-2 adiantando-se no marcador. Logo de seguida, Gonçalo Domingues empatou novamente o encontro. O 2-2 voltou a dar o equilíbrio à partida. Os jovens de Aveiro adiantaram-se no marcador através de Pedro Coelho que fez o 2-3 dando a vitória à sua equipa. Um resultado injusto para o adversário que foi enorme. O mais indicado para esta partida seria o empate mas os jogos têm disto, não é uma questão de justiça, é sim uma questão de golos.

Estivemos na presença de quatro excelentes guarda-redes que fizeram a diferença nas suas equipas. São eles os culpados pela magreza de golos na partida, num jogo onde a nota dominante foi o equilíbrio do princípio ao fim. Excelente jogo de hóquei.

O melhor da A.P. Ribatejo: Viriato Reis foi um quebra-cabeças, ora à frente, ora atrás, foi um poço de trabalho, enquanto teve pulmão Aveiro não vingou. Carlos Silva também merece destaque, foi enorme.
O melhor da A.P. Aveiro: Manuel Coimbra foi de todos o mais esclarecido e sereno, numa equipa algo trapalhona.

A equipa de arbitragem esteve bem, sem casos a registar, excepto algumas bolas altas que passaram em branco. Nota 19.

Crónica/Fotos: AP Lisboa

sexta-feira, 30 de Março de 2012

TENTAR CELEBRAR A PÁSCOA A SORRIR...!!!

Será possivelmente um sábado com chuva que irá receber os jogos dos Nacionais da I, II e III Divisão antes da folga para a Páscoa, e onde se espera que as equipas saiam dos seus jogos com motivos para sorrir durante a esta quadra festiva.
 

Na I Divisão e depois de falta de comparência que a equipa dos Tigres fizeram na passada quarta-feira na Ilha do Pico, Açores em jogo relativo à 16ª jornada, os azuis e brancos de Almeirim deslocam-se até Barcelos para defrontar o Óquei Clube actual 7º classificado com 25 pontos. A equipa de Nelson Lourenço que ocupa a 10ª posição com 20 pontos tem assim mais um difícil teste pela frente, frente a um dos históricos do hóquei nacional e que na 1ª volta venceram em Almeirim por 2-3 num jogo extremamente equilibrado e onde a vitória poderia ter caído para qualquer um dos lados. José Pinto e Domingos Carvalho do Porto tendo como auxiliar Joni Faria do Minho serão os árbitros da partida que tem inicio marcado para as 21:00 horas.
 

Na II Divisão Sul, depois de ter folgado na ultima jornada o SC Tomar recebe no Jácome Ratton o S Alenquer B. Em igualdade pontual na tabela classificativa (38 pontos), mas com a turma de Nuno Lopes com menos um jogo, prevê-se um jogo equilibrado à imagem do da 1ª volta que terminou com um empate 4-4 com um final electrizante, apesar do factor casa poder ser decisivo para os verde e brancos conquistarem os pontos em disputa. A equipa Leonina com jogadores mais experientes, mas agora órfãos de Tiago Monteiro terão pela frente uma equipa maioritariamente constituída por seniores de primeiro ano e alguns juniores mas com muita qualidade e que poderão ser um verdadeiro quebra-cabeças para a equipa de Nuno Lopes. Fernando Cabaço de Lisboa e Luís Barbosa de Setúbal irão dirigir a partida que terá o seu inicio às 18:00 horas.
 

Em Sines a ACR Santa Cita têm um jogo importante na fuga aos últimos lugares pois tem pela frente o penúltimo classificado, mas o HC Vasco da Gama têm uma palavra a dizer na luta pela manutenção. Com 14 pontos a equipa de Luís Miguel Cunha parte ciente que uma vitória coloca um "fosso" de 7 pontos para a linha água e funcionará com "alavanca" psicológica para o que falta do campeonato e se levarmos em linha de conta que a equipa de Santa Cita recebe em casa o lanterna vermelha UDC Nafarros e na ultima jornada a AA Coimbra, este jogo poderá mesmo ser considerado como jogo chave. Recorde-se que na 1ª volta a  equipa de Sines venceu por 5-8, um jogo que foi a surpresa dessa jornada, o que só por si será um factor importante para a equipa do Vasco da Gama que tentará repetir o feito e aproximar-se da equipa Ribatejana e quiçá sair da zona de despromoção, pois os adversários directos têm jogos complicados, a AA Coimbra recebe o Sporting CP ao passo que o Parede FC desloca-se a Sesimbra. Com inicio marcado para as 18:00 horas o jogo será dirigido por Joaquim Lagarto e José Capelo do Alentejo.
 

Por fim na III Divisão e depois da vitória expressiva sobre o SC Marinhense (10-1) o União FE desloca-se até Peniche para defrontar o C Stella Maris que vêm de uma derrota que já não se usa em Alcobaça (21-4). A 2 pontos da 2ª posição ocupada pelo A Alcobacense CD e a 5 do líder AC Sismaria só a vitória interessa ao conjunto de Miguel Jerónimo numa jornada onde Alcobacense se desloca à Lourinhã e o AC Sismaria recebe o C.U. Micaelense já com José Júlio Soares quase a 100%, jogos estes que antecedem o "escaldante" A Alcobacense CD vs AC Sismaria da próxima jornada e que muito poderá trazer no que diz respeito a alterações na tabela classificativa, mas para isso os alvi-negros têm de estar ao seu melhor para vencer uma equipa aguerrida, bem orientada e com bons jogadores e que de certeza quererá perante o seu publico provar que a derrota no passado fim-de-semana não passou de um dia mau em que tudo correu mal. O jogo tem inicio marcado para as 18:00 horas e será dirigido por Luís Inácio do Ribatejo.

Fotos de arquivo: Fotos da Curva, Luís Castelo e Barros Simões

AO 2º JOGO A 1º DERROTA COM A. SANTOS NO APITO

A.P. Lisboa 6 – A.P. Ribatejo 2


Pavilhão da Juventude Salesiana: 12h; 142 pessoas, 14 graus, nuvens e chuva
APL: 1 – João Lopes, 2 – Rafael Lourenço, 3 – Gonçalo Pinto, 4 – Gonçalo Nunes, 5 – Gonçalo Conceição ©, 6 - Ricardo Damásio, 7 – Henrique Pereira (sub-cap.), 8 – Pedro Jordão, 9 – Diogo Neves e 10 – Rogério Silva
APL Treinador: Luís Moreira -Tikinho

APR: 1 – Cláudio Pimpão, 2 – Gonçalo Domingues, 3 – Rúben Fonseca, 4 – Tiago António, 5 – Gonçalo Vicente, 6 – João Alves, 7 – José Marques ©, 8 – Diogo Marante, 9 – Viriato Reis 10 – Carlo Silva (sub-cap.)
APR Treinador: Manuel Vitorino

Árbitros: Jerónimo Moura, António Santos e Júlio Teixeira

A partida começou num ritmo vertiginoso onde a equipa de Lisboa, disposta a resolver cedo a partida, desperdiçou por duas vezes uma grande penalidade. Penalidade essa que foi repetida devido ao guarda-redes, Cláudio Pimpão, não estar devidamente colocado na linha de golo. No minuto seguinte, Gonçalo Conceição fez o 1-0 numa jogada individual. Apesar da grande pressão ofensiva dos lisboetas, o Ribatejo não se deixou amedrontar e gradualmente foi-se chegando à baliza de Lisboa que se mostrava perdulária na hora de finalizar. Lisboa dominava mas não conseguia fazer evoluir o marcador, o tempo ia passando e Diogo Neves tirou um coelho da cartola, com um excelente golo de oportunidade, quebrando assim a barreira do primeiro golo. Estava feito o 2-0. O jogo prosseguiu numa toada rápida muito por causa de Lisboa que insistia em não tirar o pé do acelerador, mas em frente ao guarda-redes ribatejano perdoava. Um resultado magro ao intervalo, muito por culpa própria dos lisboetas que não conseguiam marcar.


As equipas vieram do intervalo ainda com mais gás, mas isso não se traduziu nem em golos nem em qualidade, mas sim em velocidade e muitas “piscinas”, diminuindo as prestações das duas equipas que produziam um jogo muito rápido. Ao jeito dos ditados populares podemos dizer que foi mais: ‘’Muita parra e pouca uva’’. O Ribatejo reduziu para 2-1 num golo de bonita execução de Gonçalo Domingues que não deu hipóteses ao guarda-redes João Lopes. Viriato Reis fez o 2-2 num golo do meio da rua onde o guarda-redes lisboeta é mal batido, mas que premeia algum inconformismo da equipa ribatejana, feliz na concretização ao contrário dos lisboetas. O jogo passou a ter uma toada de equilíbrio até Ricardo Damásio fazer o 3-2, numa bola subtilmente colocada ao segundo poste. O jogo passava novamente por uma fase de grande equilíbrio com ataques sucessivos de parte a parte, mas golos nem vê-los. A 10ª falta e consequente livre directo a favor de Lisboa não foi transformada em golo por Gonçalo Nunes que foi muito infeliz. A equipa da casa nunca desistiu ou desacelerou, sendo sempre a mais perigosa e a mais ofensiva, mas mais do que isso não conseguiu. Gonçalo Nunes a 30s do fim veio dar mais verdade ao marcador fazendo o 4-2, penalizando assim, justamente, a equipa do Ribatejo que não foi para a cabine sem sofrer mais dois golos de Gonçalo Conceição, o 5-2 uma “picadinha” de grande penalidade e o 6-2, numa jogada muito rápida do lado direito que ele tão bem sabe concretizar.
Lisboa só se pode queixar de si própria. Não transformou as oportunidades criadas mas foi sempre a equipa que mais atacou e fez por merecer o resultado final. O Ribatejo teve sempre uma palavra a dizer e fez “a vida negra” aos lisboetas. Uma segunda parte estonteante num belíssimo jogo de hóquei proporcionado pelas duas associações. O resultado final é um pouco enganador.

O melhor da A.P. Lisboa: Pedro Jordão por ter sido o mais cerebral dos colegas, não esteve em correrias desnecessárias e transmitiu maior serenidade.
O melhor da A.P. Ribatejo: Gonçalo Domingues foi o mais inconformado de toda a equipa e foi quem mais perigo fez chegar à baliza lisboeta.

A equipa de arbitragem não teve o mesmo critério nas faltas para os dois lados, acabando a equipa do Ribatejo por sair prejudicada. Em termos gerais estiveram bem, não havendo "casos" nem se dá pelos árbitros.

Crónica/Fotos: AP Lisboa
Titulo: Cartão Azul

ESTREIA COM DIREITO A GOLEADA

A.P. Ribatejo 16 – A.P. Açores 1


Pavilhão da Juventude Salesiana: 23h15; 57 pessoas, 11 graus à noite, e já chove no Estoril

APR: 1 – Cláudio Pimpão, 2 – Gonçalo Domingues, 3 – Rúben Fonseca, 4 – Tiago António, 5 – Gonçalo Vicente, 6 – João Alves, 7 – José Marques ©, 8 – Diogo Marante, 9 – Viriato Reis 10 – Carlos Silva (sub-cap.)
APR Treinador : Manuel Vitorino

APA: 1 – Rafael Falcão, 2 – Pedro Simas, 3 – Francisco Matias, 4 – Hugo Castro, 5 – Bruno Soares ©, 6 – Rafael Teves, 7 – Carlos Bicudo (sub-cap.), 8 – Diogo Rosa, 9 – Ricardo Luz e 10 – Artur Leito
APL Treinador: Carlos Guimarães

Árbitros: Jerónimo Moura, António Santos e Júlio Teixeira

Os Açores entraram destemidos e com grande garra, mesmo com os problemas que tiveram de atrasos de viagem, não tiveram pudor nenhum em inaugurar o marcador através do seu capitão Bruno Soares que fez o 0-1. O Ribatejo acusou o toque e balanceou-se no ataque, e equilibrando a partida com um golo de José Marques que fez o 1-1 e deu o empate merecido. Que Tiago António desfez e fez o 2-1, para logo na jogada seguinte novamente José Marques faz o 3-1 e Viriato reis o 4-1, três minutos diabólicos que partiram os açoreanos, que viram a goleada a ser alargado com o 5-1 de Gonçalo Vicente, e o 6-1 por Gonçalo Vicente de uma forma repentina. Até ao intervalo os açorianos conseguem quebrar o ímpeto ribatejano não sofrendo mais golos.


No recomeço e ao segundo 4, o Ribatejo sobe para 7-1 através de Gonçalo Domingues que isolado não perdoou. Uma penalidade convertida por José Marques faz o 8-1, e Gonçalo Domingues o 9-1 e o 10-1, dando algum descanso aos ribatejanos e fazendo o seu treinador rodar a equipa. José Marques faz o 11-1 e a equipa não desacelera, fazendo notar-se na cara dos ilhéus a contagem decrescente para o final. O 12-1 e o 13-1 aparecem normalmente pelo dois excelentes golos de Viriato Reis. Diogo Marante faz o 14-1 numa jogada de insistência e Gonçalo Vicente o 15–1 a três minutos do final, para de seguida Diogo Marante fixar em 16-1 a goleada final.

Um jogo de sentido único e uma goleada normal face à desigualdade de forças em ringue. Os Açores foram humildes e dignos derrotados e o Ribatejo cumpriu a sua obrigação num jogo demasiado fácil, que não deu para aferir melhor o seu potencial.

O melhor da A.P.Ribatejo: Gonçalo Domingues foi um jogador que “varreu” o ringue a toda a largura, enchendo a equipa de ânimo e incentivo.
O melhor da A.P.Açores: O capitão Bruno Soares foi aquele que mais trabalhou e que foi brindado com o único golo da sua equipa.

A equipa de arbitragem não teve trabalho com o jogo, passando despercebida, nota máxima.

Crónica: AP Lisboa
Fotos: Torneio Inter-Regiões 2012 - Hóquei em Patins (Facebook)

quinta-feira, 29 de Março de 2012

INTER-REGIÕES AOS OLHOS DO RIBATEJO E DO PORTO

Começa hoje a 36ª edição do Inter-Regiões que este ano será disputado no pavilhão da A.J. Salesiana entre 29 de Março e 01 de Abril.


O Cartão Azul falou com Miguel Jerónimo, treinador da AP Ribatejo e Hélder Antunes, treinador-adjunto da AP Porto para saber a sua opinião sobre este evento. Tencionamos publicar ainda hoje a opinião de Luís Moreira "Tikinho" treinador da AP Lisboa.

CA - Qual a antevisão que fazes desta edição do Inter Regiões?
MJ - Antevejo um torneio muito competitivo, onde as equipas ditas favoritas ao título terão algumas dificuldades para se assumirem. Acho que cada selecção tem as suas armas e fará de tudo para dificultar a vida às tais seleções favoritas. Quanto ao que aguardo, deste inter regiões, espero que seja bem disputado e com grandes jogos de hóquei em patins.
CA - Este novo esquema é mais benéfico para a competição, ou só se chegou a ele pelo facto de Algarve e Madeira não participarem?
MJ - A meu ver, só se chegou a este modelo de competição pelas desistências referidas. No entanto, se é mais ou menos benéfico, penso que só no final deste torneio “experimental” se poderá chegar a uma conclusão. Na minha opinião, penso que será mais exigente para os atletas, pois penso que o nível de competitividade, também, aumenta com este modelo.
CA - Numa fase em que os atletas estão no gozo das férias da Páscoa, não seria de levar em conta um Inter Regiões onde jogassem todos contra todos?
MJ - Realmente, para a evolução e crescimento dos atletas a nível desportivo, esse seria o modelo ideal, mas não nos podemos esquecer que se jogassem todos contra todos realizar-se-iam mais jogos, o que alongava os dias de torneio e consequentes custos monetários à sua organização. Mas, sem dúvida que nesse modelo, o vencedor do torneio teria que ser a equipa mais regular em prova, o que traria uma competição mais exigente e justa.
CA - Quais são na tua opinião os favoritos à vitória final?
MJ - À partida todos partem na mesma posição pontual, mas penso que as seleções de Lisboa, Porto e Minho são sempre as principais favoritas, quanto mais não seja pela quantidade de “matéria-prima” que possuem nos seus distritos. Embora, muitas vezes quantidade não seja sinónimo de qualidade, no entanto ajuda muito.
CA - Obrigado pela colaboração e disponibilidade. Para terminar alguma mensagem que queiram deixar aos visitantes do Cartão Azul?
MJ - Espero que este espaço informativo continue a realizar o bom trabalho que tem feito, em prol desta modalidade e que os seus leitores, aqui pudessem deixar mensagens de apoio à nossa Seleção do Ribatejo, pois o vosso apoio será precioso. Abraço!

CA - Qual a antevisão que fazes desta edição do Inter Regiões?
HA - Antevejo um inter regiões muito equilibrado e muito bem disputado. Penso que há selecções que irão surpreender pela positiva, nomeadamente selecções menos favoritas. Quem pensar que há somente uma ou duas seleções fortes estará um pouco enganado. Cada selecção com os seus argumentos e com as suas "armas", poderá surpreender positivamente e penso que haverá algumas surpresas.
Espero muitos jogos equilibrados desde a fase de grupos até aos jogos que ditarão a classificação final, como espero também um inter regiões muito mais táctico que técnico.
CA - Este novo esquema é mais benéfico para a competição, ou só se chegou a ele pelo facto de Algarve e Madeira não participarem? Numa fase em que os atletas estão no gozo das férias da Páscoa, não seria de levar em conta um Inter Regiões onde jogassem todos contra todos?
HA - Este quadro competitivo exigirá muito a todos os atletas e a todas as equipas, porque obriga todos a realizarem entre 5 a 6 jogos em apenas 4 dias e onde as temperaturas que se verificam actualmente, poderão fazer com que a exigência física seja brutal e assim sendo, o espectáculo da modalidade fique um pouco comprometido. É preciso relembrar que estamos a falar de jovens amadores e não de profissionais.
Penso que o quadro competitivo apesar de não ser o ideal é positivo, no entanto penso que se os jogos fossem realizados em dois pavilhões e permitisse outro horário de jogos a todas as equipas, faria com que todos tivessem mais tempo de repouso e consecutivamente, todos pudessem estar mais "frescos" em todos os jogos e sem baixar a qualidade do espectáculo.
Um sistema de todos contra todos, obrigaria a que a prova fosse disputada ao longo de mais dias e com isso os custos de organização aumentariam o que poderia não ser viável, no entanto, iria fazer com todas as equipas se "conhecessem" em campo e permitiria que o vencedor fosse a equipa mais regular da prova.
Talvez, na minha opinião, a opção de duas séries a apurar os dois primeiros de cada série para um sistema final four e as restantes equipas a serem emparelhadas para disputar do 5º ao 10º, mas em dois pavilhões diferentes seria a opção mais válida.
CA - Quais são na tua opinião os favoritos à vitória final?
HA - Penso que todas as equipas são favoritas à partida, porque todos partem em igualdade com o mesmo número de jogos para realizar e o mesmo número de pontos, no entanto,existe uma vantagem para Lisboa e para o Minho, atendendo ao facto de uma ser a equipa anfitriã, a outra ser a campeã em título e ambas possuírem bons plantéis.
CA - Obrigado pela colaboração e disponibilidade. Para terminar alguma mensagem que queiram deixar aos visitantes do Cartão Azul?
HA - Desejo que o Cartão Azul continue a realizar o excelente trabalho que tem realizado em prol da modalidade e que todos os seus visitantes possam saber tudo sobre o inter regiões neste espaço e que possam também comparecer no inter regiões para bem da nossa modalidade.

ARTIGOS DE OPINIÃO - SPORT TEJO

Quinzenalmente às quintas-feiras no site "Sport Tejo", o Cartão Azul tem o seu espaço nos Artigos de Opinião.


Pode ler aqui o artigo desta quinzena "Não me dá jeito ir à reunião..." na integra.

A CÉSAR O QUE É DE CÉSAR - PARTE II...!!!

Na semana passada publiquei esta crónica, num momento em que precisei de desabafar com alguém, e claro escolhi os visitantes do Cartão Azul. Ainda nesse dia recebi dois telefonemas do Jornal "O Mirante" um do Jornalista e outro do Director, a explicarem a situação, informando que a mesma se tinha ficada a dever a um lapso do Jornalista e que na próxima edição seria corrigido o erro.

Quando escrevi a crónica não era para que me fossem pedidas desculpas como frisei na mesma, era apenas para desabafar a tristeza que ia na "minha alma" por não ter sido feita qualquer referência ao meu trabalho.

Mas quando se lida com pessoas sérias e com Semanários credíveis os erros são assumidos, corrigidos e como se isso não bastasse ainda são publicados para todos aqueles que leram a crónica saberem que para além do trabalho do Jornalista, houve uma base onde o mesmo se apoiou para o fazer. Por muito pequeno que possa parecer para os visitantes deste espaço, para mim este pequeno gesto tem o tamanho do Mundo e resta-me apenas dizer, parafraseando a personagem interpretada por Herman José o "Diácono dos Remédios" «não havia necessidade» pois tinha ficado esclarecido/satisfeito com os telefonemas.

Pode ler aqui artigo do Jornal "O Mirante"

Foto: Blog "Leonel em ação"

quarta-feira, 28 de Março de 2012

INTER REGIÕES 2012 COM PORTAL NA INTERNET

O XXXVI Torneio Inter-Regiões, competição de hóquei em patins que decorrerá nos próximos dias 29, 30 e 31 de Março e 1 de Abril, já tem um portal na Internet - que pode ser consultado aqui - com toda a informação da prova que conta com 10 Associações de Patinagem (Alentejo, Açores, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa, Minho, Porto, Ribatejo e Setúbal).


E para não perder nenhum detalhe da competição que terá como sede o Pavilhão da A.J. Salesiana (Estoril), pode, também, “gostar” do Inter-Regiões’2012 na rede social Facebook,

Fonte: Diogo Santos - Gabinete de Imprensa da FPP

SETICADAS DA SEMANA...!!!

Rubrica na Rádio Cidade de Tomar, onde são revistos os jogos dos Nacionais da I Divisão, II Sul  e III Centro e os Nacionais dos escalões de formação.

Para ouvir a rubrica de ontem clique no ícone em baixo:

VITÓRIA JUSTA COM "PINCELADAS" DE VERMELHO

O resultado de 8-2 com que o HC Turquel venceu o Vigor da Mocidade acaba por revelar uma diferença que não se verificou em rinque pois a equipa de Turquel vencia ao intervalo por 1-0 e a 8' do final o resultado indicava um empate a uma bola.


Quanto ao jogo em si, a equipa do Turquel a jogar em casa cedo tentou resolver a contenda a seu favor, mas encontrou pela frente uma equipa bem estruturada que tem vindo a crescer jogo a jogo e ao intervalo vencia por 1-0. Na 2ª parte a equipa da freguesia da Fala, Coimbra viria a empatar e o jogo assim se manteve até 8' minutos do final, altura em que a equipa da casa avançou para um vitória que se pode considerar justa, mas com algumas pinceladas de vermelho (cor do equipamento do Sr. Pedro Sousa de Leiria) que ajudaram ao 8-2 final.


Ao final da 1ª volta a equipa do Vigor da Mocidade ocupa a 5ª posição com 4 pontos ao passo que o Turquel é 2º classificado com 9 pontos e decidirá com o Sporting CP quem acompanhará o SC Tomar para a 2ª fase. A equipa do Vigor na próxima jornada desloca-se ao Tojal para defrontar o bi-campeão Nacional Sporting CP que venceu na 1ª volta em Coimbra por 2-12.

Fotos: Gonçalo Batista

terça-feira, 27 de Março de 2012

UNIÃO SOLIDÁRIO FOI UM SUCESSO

Saldou-se num enorme sucesso a primeira iniciativa do Projecto “União Solidário”. A iniciativa 1 alimento – 1 bilhete permitiu a recolha de diversos bens alimentares para entrega à Cáritas local.


Além da recolha efectuada no decorrer do jogo de Hóquei em Patins, que opôs a equipa sénior do União FE à sua congénere do SC Marinhense, foi efectuada uma recolha de alimentos no Hipermercado Pingo Doce durante a manhã e tarde de Sábado.

No intervalo do jogo o Vice Presidente do União, Fernando Vaz, procedeu à entrega simbólica dos bens, à Presidente da Cáritas Entroncamento, Lurdes Aparício, assim como de uma camisola alusiva ao Projecto “União Solidário”. 


A Direcção do União Futebol Entroncamento agradece a adesão dos Unionistas, assim como de todos os que contribuíram para que esta iniciativa fosse um sucesso, não esquecendo as empresas que se juntaram a esta causa: Comtemp (oferta de produtos), EKOS e Pingo Doce (disponibilização de espaço para recolha de alimentos).

Está já em marcha outra iniciativa do Projecto de Responsabilidade Social “União Solidário – a INICIATIVA TAMPINHAS!


Este projecto consiste na recolha de tampas de plástico para posterior entrega a pessoas e instituições para que possam ser entregues a empresas de reciclagem desse material, designadas pela Sociedade Ponto Verde, que em troca enviam o valor correspondente à tonelagem entregue. Esse valor reverte para a aquisição de cadeiras de rodas e para a compra de material ortopédico para quem mais necessita.


Quais as tampas a separar?

Todo o tipo de tampas de plástico, como tampas de garrafas e garrafões de água ou refrigerante, iogurtes líquidos, garrafas de óleo, shampoo, detergentes e vinho. 

 
As pegas dos garrafões de água ou anilhas, que são do mesmo material, também podem ser separadas, assim como embalagens plásticas com os códigos de reciclagem

Fonte: União FE

TERMINOU A 1ª VOLTA DOS NACIONAIS JOVENS

Chegou ao fim a 1ª volta dos Nacionais Jovens e SC Tomar em Juvenis e HC "Os Tigres" em Juniores perfilam-se como sérios candidatos à passagem à 2ª fase que depois decidirá quem segue para as respectivas final-four.


Começando pelos Infantis na Série B a J. Ouriense "bateu o pé" ao líder ACR Gulpilhares e o resultado 8-10 favorável à equipa da freguesia de Gaia, prova que os jovens Ourienses venderam cara a derrota. A jogar perante o seu publico a equipa de Ourém acabou por ser incapaz de levar de vencida um adversário mais maduro e sobretudo com mais "jogos nas pernas" e os golos de Rodrigo Silva (4), José Pereira (2) João Domingues e Leonardo Plácido não foram suficientes para pontuar. De salientar que neste jogo o líder Gulpilhares sofreu tantos golos como os que havia sofrida nas outras 4 jornadas. Com esta derrota a equipa Ouriense mantêm a 5ª posição com 4 pontos e na próxima jornada recebem no Municipal de Ourém o HA Cambra actual 3º classificado com 9 pontos. Na 1ª volta a equipa de Vale de Cambra venceu por 5-3.
Na Série C o SC Tomar foi incapaz de sair vitorioso da deslocação à Vila Presépio e a derrota por 3-1 frente ao S Alenquer B fez a equipa Leonina cair para a 3ª posição por troca com o adversário mas com o mesmo numero de pontos (9). A equipa verde e branca acabou por beneficiar do empate caseiro (2-2) do líder HC Turquel frente ao vizinho BIR e com uma 2ª volta onde recebe no Jácome Ratton o HC Turquel, o S Alenquer B tem em aberto todas as possibilidades de conseguir o apuramento para a 2ª fase. Na próxima jornada a equipa Leonina recebe a AE Física D, recorde-se que na 1ª volta os jovens Leões venceram em Torres Vedras por 5-7.


Em Iniciados Série C, o SC Tomar conseguiu à 5ª jornada a sua 1ª vitória ao vencerem no seu reduto o CRC "Os Águias" por 7-3 entregando a lanterna vermelha aos jovens da freguesia da Memória. A equipa Leonina pode ter tido aqui neste jogo o "click" para uma 2ª volta mais proveitosa a nível de pontos e ambicionar a outro lugar na tabela classificativa. Na próxima jornada os verde e brancos de Tomar deslocam-se até casa do líder o HC Sintra que na 1ª volta venceu no Jácome Ratton por 1-4.
Por seu turno a ACR Santa Cita somou mais um ponto ao seu pecúlio ao conseguir um empate (3-3) em Turquel. A equipa de Santa Cita consegue assim dois resultados positivos antes do inicio da 2ª volta e ocupa a 4ª posição com 4 pontos. Na próxima jornada os jovens Santacitenses deslocam-se até à zona Oeste mais propriamente até Torres Vedras para defrontarem a AE Física D que na 1ª volta venceu no Ribatejo por 4-6.


Em Juvenis e na Série C o SC Tomar continua de vento em popa e fez o pleno na 1ª volta, 5 jogos, 5 vitórias, 15 pontos e o apuramento quase garantido e se for levado em conta que nesta série se encontra o bi-campeão Nacional, Sporting CP mais valor há que dar os jovens Nabantinos. Nesta jornada a equipa de Pedro Lopes não teve dificuldades e na freguesia da Memória, goleou o lanterna vermelha CRC "Os Águias" por 1-9 e somou mais 3 pontos. Numa 2ª volta onde recebe no seu reduto o GD Vialonga, HC Turquel e CRC "Os Águias" a equipa Leonina tem tudo para atingir o 1º objectivo que passa pelo apuramento para a 2ª fase, e aí terá igualmente uma palavra a dizer rumo á final-four. Na próxima jornada a equipa verde e branca recebe o GD Vialonga, equipa que venceu na 1ª volta por 4-6. O outro lugar da série será discutido entre HC Turquel e Sporting CP, partindo a equipa Turquelense na frente em virtude da vitória no recinto dos Leões de Lisboa.


Por fim em Juniores e na Série B o SC Tomar vendeu cara a derrota frente ao FC Porto e o resultado de 5-4 favorável aos Dragões prova a dificuldade dos azuis e brancos para levar de vencida a bem escalonada equipa de Nuno Lopes. Com um empate 2-2 ao intervalo a equipa Leonina chegou estar a vencer na 2ª parte por 2-3 e 3-4 mas a equipa do FC Porto logrou chegar ao 4-4 para a 40'' do fim Telmo Pinto fazer o 5-4 final. Pelo SC Tomar marcaram Pedro Martins, David Costa, Hernâni Diniz e Pedro Vitorino. Com esta derrota a equipa Leonina mantêm a 3ª posição com 7 pontos, e apesar dos 5 pontos que a separam da ACR Gulpilhares 2º classificado, e olhando para as exibições realizadas e para o calendário da 2ª volta onde recebem CI Sagres, ACR Gulpilhares e FC Porto, jogando fora com a Académica e GD Fânzares a equipa Leonina tem continua na corrida para o apuramento. Na próxima jornada os verde e brancos de Tomar deslocam-se até à Cidade dos Estudantes para defrontar a AA Coimbra actual 4º classificado com 6 pontos, na 1ª volta o SC Tomar venceu por 8-4.
Na Série C o HC "Os Tigres" voltaram a vencer desta feita o FC Alverca por 5-8 com 2-3 ao intervalo. Com golos de João Beja (4), Pedro Vaz (2), Bruno Silva e Carlos "Pica" Fonseca a equipa dos Tigres que na 2º parte viu a equipa da casa a dar luta e a não deixar o resultado chegar a mais de dois golos de diferença até aos 5-7, acabaria por conseguir o 8º golo e selar uma vitória difícil e assim manter a 2ª posição com 9 pontos, os mesmos que o líder HC Sintra. Na próxima jornada a equipa de Almeirim desloca-se até Turquel para defrontar o Campeão Regional e actual 5º classificado com 3 pontos, na 1ª volta a equipa dos Tigres golearam por 7-1. Com uma 2ª volta com jogos difíceis para além do de Turquel, há as deslocações a Sintra e Alenquer, no entanto a equipa de Nelson Lourenço parte a par do HC Sintra para esta ultima etapa da 1ª fase na frente para o apuramento.

Fotos: Carlos Clemente, Luís Soares e Pedro Vaz

segunda-feira, 26 de Março de 2012

TIGRES NÃO VOAM PARA A ILHA DO PICO

O Blog Hoquei Minhoto falou com o presidente dos Tigres de Almeirim, Carlos Taborda que em exclusivo confirmou a ausência da sua equipa esta quarta feira na Ilha do Pico onde deveria defrontar o Candelária em jogo em atraso da 16ª Jornada do nacional.


O presidente dos Tigres referiu que a falta de comparecência se deve a não ter jogadores suficientes para a partida, «Para quarta feira só tinha disponíveis três jogadores. O Tigres é um clube amador, onde o presidente trabalha, o treinador, massagista e grande parte dos jogadores trabalham. Restavam os estudantes que mesmo assim não era garantido. Numa altura em que o emprego é importante, a ausência de dois dias é muito complicado para quem trabalha. Para viajarmos o Tigres teria de assumir os dois dias de trabalho de quem falta-se. Faltar dois dias na situação em que o pais vive é muito complicado. A questão financeira também foi ponderada mas não é o principal obstáculo. Não escondo que também pesou na decisão. Ir aos Açores a meio da semana onde as viagens e os hotéis não tem qualquer desconto fica quase por oito mil euros. O Tigres propôs à Federação que o jogo se realiza no dia 1 de Maio. Nessa data podíamos ir e vir no mesmo dia já que tínhamos combinado jogar às três da tarde. A federação entendeu que essa a data era já tardia para o calendário».

A confirmar-se a ausência dos Tigres será a segunda equipa a não comparecer aos jogos na Ilha do Pico depois da formação minhota do Riba D'ave já ter feito falta de comparência

Fonte: Miguel Bastos - Blog "Hóquei Minhoto"
Titulo: Cartão Azul

DIA DE SÃO LIVRE DIRECTO E DE SANTA PENALIDADE

O Santa Cita conseguiu uma vitória (9-6) que teve tanto de justa como de saborosa no passado sábado frente à LMR Algés e se aliarmos a este resultado as derrotas dos adversários directos, podemos dizer que foi um sábado em cheio.


Num jogo onde as “estrelas da companhia” foram Luís Correia e Orlando Ramos, árbitros de Leiria a equipa de Luís Miguel Cunha chegou ao intervalo a vencer por 3-2. A equipa da Linha ainda chegou aos 3-3, mas o crer da equipa de Santa Cita catapultou a mesma para os 9-6 finais e para os 3 pontos. Com esta vitória a equipa da Aldeia Ribatejana do Hóquei em Patins soma agora 14 pontos e “pulou” dois lugares na tabela classificativa e ocupa a 11ª posição.

Nuno Nobre (5), João Filipe, Rui Alves, Zig e Tiago Pereira foram os marcadores de serviço. A maioria dos golos apontados por ambas as equipas surgiu na sequência de bolas paradas (livres directos e penalties) o que vêm de encontro ao “show off” da dupla de Leiria que mostrou azuis a “torto e a direito” fazendo juz à expressão popular “cada tiro cada melro”, ou “cada cavadela uma minhoca”. Sem querer cair no exagero devem ter sido apontados uns 14 livres directos e uns 6 penalties.

A equipa de Algés acabou por ser a mais lesada, tendo em principio que recorrer a atletas Juniores na próxima jornada quando receber o HC Turquel em jogo da 21ª jornada, em virtude de quatro dos seus atletas terem visto a sua licença recolhida pela a equipa de arbitragem a que se junta a expulsão de outro jogador e do treinador da equipa.

Foto: Ana Palricas

domingo, 25 de Março de 2012

TRÊS JOGOS, TRÊS VITÓRIAS...!!!

As equipas Ribatejanas fizeram o pleno ontem à tarde e conseguiram os três preciosos pontos e continuam firmes nos seus objectivos.


Em Almeirim e com o Alfredo Bento Calado mais uma vez bem composto e com os Ultras Almeirim incansáveis no apoio à sua equipa, os Tigres tiveram alguma dificuldade em levar a melhor sobre a bem escalonada defesa do Riba d'Ave e só aos 18' Carlitos abria o marcador, resultado com que se chegou ao intervalo. Na 2ª parte a equipa de Nelson Lourenço chegou aos 3-0 com golos de João Beja e Carlos Trindade, mas a equipa visitante reduziria para os 3-2 colocando a incerteza a  pairar no Pavilhão, mas  Diogo Lã a 20'' do final da partida estabeleceria o 4-2 final. Com esta vitória os Tigres "treparam" para a 10ª posição com 20 pontos. Na próxima jornada a equipa da Capital da Sopa da Pedra desloca-se até Barcelos para defrontar o Óquei Clube.


Na II divisão Sul a ACR Santa Cita fez o que lhe competia e venceu a LMR Algés por 9-6. A equipa de Luís Miguel Cunha com esta vitória subiu dois lugares na tabela classificativa e ocupa a 11ª posição com 14 pontos e já está a 4 pontos da linha de água. Este resultado vem provar que a equipa da Aldeia Ribatejana do Hóquei em Patins tem qualidade e capacidade para se manter na II Divisão. Na próxima jornada a equipa de santa Cita desloca-se até Sines para defrontar o HC Vasco da Gama.


Na III Divisão Centro o União venceu SC Marinhense por 10-1 e mantêm a 3ª posição e continua na luta com Alcobacense e AC Sismaria pelos lugares da subida. No Albano Mateus naquele que foi apelidado de "Jogo Solidário" a equipa de Miguel Jerónimo venceu tranquilamente o lanterna vermelha e ao intervalo já vencia por 5-0 com golos de Marco Bento (3) e Pedro Brazete 2. Na 2ª parte o teor do jogo manteve-se e a equipa alvi-negra foi somando mais golos ao seu pecúlio até atingir os 10-1 finais, na 2ª parte marcaram pelo União Pedro Brazete (2) Chiquinho, Capitolino e Marco Bento. Na próxima jornada o União desloca-se até Peniche para defrontar o C Stella Maris que ontem foi copiosamente goleado em Alcobaça por 21-4.

Fotos de arquivo: João Beja, João Flores e Barros Simões

sábado, 24 de Março de 2012

12ª CLÍNICAS DE VERÃO

Estão oficialmente abertas as inscrições para as 12ª Clínicas de Verão de Hóquei em Patins, destinadas a todos os atletas federados até ao escalão de juniores que se vão realizar nas seguintes datas: 1º Estágio - 16 a 20 de Julho e 2º Estágio - 23 a 27 de Julho, nas instalações do Pavilhão da Escola Secundária Fernando Lopes Graça (Parede). 
 
TAXA DE INSCRIÇÃO:(Por cada estágio e por participante, pagamento efectuado no 1º dia de cada estágio)

REGIME:
» Semi-Internato - 165€ (inclui participação no estágio, refeições e seguro desportivo)
» Internato - 230€ (inclui participação no estágio, alojamento, refeições e seguro desportivo)

DESCONTOS: (não acumulável)
» 20 € se participar nos 2 estágios
» 20€ do total por semana no caso de irmãos
» 20€ num grupo de 5 ou mais atletas do mesmo clube
» 25 € atletas do Parede Futebol Clube

OFERTAS:
» T-shirts Clínicas de Verão
» Diploma de Participação Clínicas de Verão
» Fitas de Porta-Chaves Clínicas de Verão
» DVD com Fotos e Filmes Clínicas de Verão
» Sorteio de Prémios diariamente (incluindo material de hóquei em patins)

Após o êxito alcançado nos anos anteriores, vamos realizar o 6º TORNEIO DE HÓQUEI EM PATINS "CLÍNICAS DE VERÃO" na variante de 3x3, nos dias 21 e 22 de Julho, aberto a todos os escalões desde Bambis até Veteranos.

TAXA DE INSCRIÇÃO:
(Pagamento efectuado antes do 1º jogo da equipa)

Por equipa - 50 €

OFERTAS:
» Medalhas para todos os participantes

PRÉMIOS:
» Equipa vencedora de cada escalão;
» Melhor marcador;
» Guarda-Redes menos batido.

Contactos:
Carlos Pires: 964 054 571
Luís Duarte: 919 328 189
clinicas.verao@gmail.com
http://www.facebook.com/clinicas.verao

OS NACIONAIS ESTÃO DE VOLTA...!!!

Depois da 2ª eliminatória da Taça de Portugal, regressam os Nacionais, e as equipas Ribatejanas a jogarem perante o seu publico, excepto o SC Tomar que folga nesta jornada, partem como favoritas à conquista dos 3 pontos.


Na I Divisão, o HC "Os Tigres" recebe no Alfredo Bento Calado o Riba d'Ave HC penúltimo classificado com 9 pontos. A equipa de Nelson Lourenço tem neste jogo uma oportunidade dourada de somar mais três pontos aos 17 já conquistados e poder sair da zona desconfortável onde se encontra. Num jogo frente a uma equipa do seu campeonato e nitidamente mais fraca, os azuis e brancos têm a obrigação de vencer e "limpar" a má imagem que deixaram na 1ª volta no Parque das Tílias onde foram derrotados por 7-6. Com inicio marcado para as 18:00 horas a partida será dirigida pela dupla Lisboeta Jorge Ventura e Miguel Guilherme auxiliados por Nuno Sousa.


Na II Divisão Sul em Santa Cita, a equipa de Luís Miguel Cunha recebe a LMR Algés actual 10º classificado, num jogo onde apenas a vitória interessa e neste caso por dois factores importantíssimos, se por um lado a soma dos referidos três pontos aos onze que já possuem e assim manterem-se acima da linha de água, por outro lado o factor psicológico que sairá reforçado com uma vitória antes da deslocação a Sines para defrontar o HC Vasco da Gama. Depois da goleada sofrida para a Taça de Portugal frente ao Sporting CP (que antecipou o jogo desta jornada e cedeu um empate caseiro 4-4 frente ao HC Sintra), a equipa da Aldeia Ribatejana do Hóquei em Patins tê neste jogo a oportunidade de regressar às boas exibições aliadas aos bons resultados, ciente no entanto que pela frente têm um adversário com jogadores de qualidade e que podem desequilibrar de um momento para o outro e ainda o factor de ser uma equipa coesa e aguerrida. Na 1ª volta o Algés venceu por 4-3.O jogo terá como arbitros Luís Correia e Orlando Ramos de Leiria e terá o apito inicial às 18:00 horas.


Para finalizar na III Divisão Centro o União recebe no Albano Mateus o lanterna vermelha SC Marinhense, num jogo onde a equipa de Miguel Jerónimo  tem todo o favoritismo do seu lado e poderá somar mais três pontos, mantendo a pressão sobre os dois da frente que nesta jornada têm jogos acessíveis, o Alcobacense recebe o Stella Maris, ao passo que o AC Sismaria desloca-se a Arazede. Mas regressando ao União FE que no sábado passado perdeu em casa com o SC Tomar para a Taça de Portugal, mas que realizou uma excelente exibição e assim sendo se jogar ao mesmo nível, não deverá ter qualquer dificuldade em vencer a equipa da Capital Vidreira. Recorde-se que na 1ª volta os alvi-negros golearam no EMBRA por 1-15. João Duarte de Lisboa será o arbitro da partida que começa às 18:00 horas. De salientar e para terminar que este jogo foi denominado "Jogo Solidário" onde as entradas no Albano Mateus serão "vendidas" não a dinheiro, mas sim a artigos não perecíveis como por exemplo arroz, massa, conservas, leite que depois será entregue pela Direcção do União FE às Cáritas do Entroncamento que apoia as famílias carenciadas do concelho.

Fotos de arquivo: Barros Simões e Fotos da Curva

sexta-feira, 23 de Março de 2012

IV TORNEIO CIDADE DE TOMAR

O SC Tomar leva a efeito nos dias 05, 06 e 07 de Abril o IV Torneio Cidade de Tomar em Hóquei em Patins, com todos os escalões de formação desde os Benjamins aos Juniores.


Com a presença de 12 clubes a que se junta o SC Tomar, espera-se que o publico compareça em bom numero no Jácome Ratton para apoiar os seus emblemas.

REPORTAGEM SOBRE O HC "OS TIGRES" NA REDTV

O Região em Directo é um órgão de comunicação social de temática generalista e conteúdos essencialmente regionais. Tem como objectivo principal noticiar, difundir e promover todo o género de iniciativas regionais, contribuindo para o fácil acesso à informação sobre as diferentes regiões de Portugal.

A REDTV deslocou-se a Almeirim e ouviu Presidente, Treinador e alguns Jogadores que falaram do Nacional da I Divisão até ao momento e fizeram uma antevisão do jogo de amanhã em casa frente ao Riba d'Ave.

quinta-feira, 22 de Março de 2012

A CÉSAR O QUE É DE CÉSAR...!!!

Sou das pessoas que mais apoia a divulgação do Hóquei em Patins, em particular o do Ribatejo, e que me congratulo quando a Comunicação Social do Distrito fala da modalidade, nomeadamente aqueles que poucas são as vezes que trazem às suas páginas seja em papel seja on-line o Hóquei em Patins. No entanto há situações que me desagradam profundamente, sobretudo quando o trabalho que faço diariamente, muitas das vezes com tempo "roubado" à Familia, é tido como base para a crónica de um Jornal de referência no Distrito e não só, e segundo dizem o Semanário Regional com maior tiragem no País.

É com orgulho que vejo o meu trabalho reconhecido e divulgado por outros espaços, é com orgulho que vejo o meu trabalho e a minha opinião solicitada por outros espaços, é com orgulho que vejo um texto meu ser reproduzido com um simples «Fonte: Cartão Azul» ou «Texto: Francisco Gavancho» ou ainda «Texto efectuado a partir de: Cartão Azul» ou mesmo «Texto extraido parcialmente: Cartão Azul» agora ver ser dado destaque a uma noticia de um jogo que se disputou no sábado, onde partes do texto foram literalmente copiadas da minha crónica publicada no Domingo denominada "Hernâni Di(ni)z presente e resolve...!!!"  deixa-me triste e reforça a minha ideia que cada vez é mais fácil ser Jornalista em Portugal, pois estar sentado à espera do trabalho dos outros e depois alterar meia duzia de linhas, copiar outra meia duzia e ao fim do mês «Oh Abreu dá cá o meu» é muito, muito fácil.

Aqui ficam os links das duas noticias e Caros Visitantes tirem as vossas ilações:

Blog Cartão Azul
Jornal "O Mirante"


Claro que não quero um pedido de desculpas, aquilo que queria era uma simples referência ao meu trabalho, pois é de elementar justiça, e claro não podia desabafar com a Familia, pois de Hóquei já basta o tempo que lhes sonego diariamente, então que me perdoem os visitantes do Cartão Azul, tive de desabafar com vocês, neste dia 22 de Março, em que não me sinto revoltado, apenas triste e muito triste e com vontade de bater com a porta e começar a devolver com juros o tempo que por aqui perco, a quem o merece.

Foto: Blog "Leonel em ação"

TREINADOR DE BANCADA

Será por terem um Tigre ao peito??? – Parte II

Depois de ter acabado de escrever a parte I desta “constatação” (vamos chamar-lhe assim), dei comigo a rever o que tinha escrito e cheguei à “brilhante” conclusão (nem outra coisa seria de esperar, de uma mente tão “mine”mizada) que devido à crise que o País atravessa, ao plano da Troika e à austeridade, o IVA também chegou à convocatória dos Sub-23, e passo a explicar:

Como é sabido em vários sectores da economia Portuguesa, por exemplo na Restauração o IVA passou dos 6 para os 23%, ao passo que noutros sectores se mantêm nos 6, 13, ou 23% e acredito piamente que no hóquei funciona assim como no último caso e os Clubes e/ou Associações quando das convocatórias são taxados a 6, 13 ou 23% a que se junta e aqui numa aliança fraterna e de mãos dadas entre a Patinagem Artística e o Hóquei em Patins, a nota artística (NA) e a nota técnica (NT) aplicada de 0 a 10, e vamos dar o exemplo com dois jogadores o A e o B, sendo o A de um Clube/Associação “taxado” a 23% e o B do HC "Os Tigres"/AP Ribatejo “taxado” a 6%, não sendo incluído o percurso anterior nas Selecções, muito menos algum “outro factor” que possa desequilibrar a balança, tendo no entanto que atingir 20 ou mais para atingir o estatuto de seleccionável:

Jogador A: NA 8,8 – NT 8,9 = 17,7 x 23% = 21,771 (Seleccionável)
Jogador B: NA 9,1 – NT 9,3 = 18,4 x 6%   = 19,504 (Não Seleccionável)


E assim está explicado o facto que referi na Parte I, mas depois de muitas contas, pesquisas e leitura de resumos, comentários e afins dos jogos da presente temporada cheguei à conclusão que por exemplo o Luís Querido (se tivesse ao peito um emblema de 23%) poderia quiçá estar nos eleitos, porque para além da excelente época que está a fazer, onde tem sido um dos esteios da defesa azul e branca de Almeirim (logo 6%) que tem apontado golos importantes e que têm dado pontos, que esteve presente na 3ª Edição da Taça Latina, que tem no seu palmarés por exemplo a conquista da Liga OK em Espanha ao serviço do Barcelona, outros títulos nos campeonatos de “nuestros hermanos” que se sagrou vice-campeão Europeu de Sub-20 em 2009, e que se encontra num excelente “pico” de forma (apesar de nós treinadores não gostarmos de utilizar o termo) teria sido olhado, garantidamente de outra forma.

Pronto já chega do tema e vou regressar à minha Bancada sem medo que a crise económica seja pretexto para ser despedido, ou dispensado pela minha incompetência, ou falta de qualidade, pois com o que recebo e mesmo que fosse taxado a 23% daria 0€ x 23% = 0€ e assim o Cartão Azul na pessoa do seu administrador Francisco Gavancho (a quem agradeço mais esta oportunidade de poder explanar os meus pensamentos) não tem qualquer despesa comigo, inclusive a Segurança Social pois essa é por mim custeada.

Foto: Fotos da Curva

quarta-feira, 21 de Março de 2012

NUNO LOPES COMENTA SAÍDA DE TIAGO MONTEIRO

Nuno Lopes, treinador do SC Tomar comentou ontem à noite aos microfones da Rádio Cidade de Tomar a saída de Tiago Monteiro do plantel Leonino.


Para ouvir as declarações de Nuno Lopes clique no ícone em baixo:

SETICADAS DA SEMANA...!!!

Rubrica na Rádio Cidade de Tomar, onde são revistos os jogos dos Nacionais da I Divisão, II Sul  e III Centro e os Nacionais dos escalões de formação.


Para ouvir a rubrica de ontem clique no ícone em baixo:

VITORINO & JERÓNIMO JÁ ESCOLHERAM...!!!

Manuel Vitorino, seleccionador distrital e Miguel Jerónimo, treinador já escolheram os 10 atletas que irão representar a AP Ribatejo no 36º Inter Regiões "Páscoa 2012".


SC Tomar com 5 atletas é o clube mais representado, seguindo-se ACR Santa Cita com 3 e J. Ouriense com 2. Ausência notada nesta convocatória a de Gonçalo Cabo, capitão da J. Ouriense que esteve sempre presentes nas convocatórias anteriores. A equipa Ribatejana ficou integrada na Série A juntamente com as selecções de Lisboa, Aveiro, Setúbal e Açores. A estreia da equipa será frente aos Açores no dia 29 Março pelas 17:00 horas. Pode consultar o calendário aqui.

São estes os atletas convocados:

SC Tomar
Carlos Silva - GR
Gonçalo Domingues
Gonçalo Vicente
Rúben Gonçalves
Diogo Marante

ACR Santa Cita
Cláudio Pimpão - GR
José Marques
Tiago António

J. Ouriense
Viriato Reis
João Alves

Foto de arquivo: Pedro Alves - Mundo do Hóquei